Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

Tottenham – Benfica, 1-3 - Rescaldo, Fotos, Ficha de Jogo e Resumo com Relato (Vídeo)

14.03.14, Benfica 73

A equipa de Futebol do Sport Lisboa e Benfica disputou, esta quinta-feira, em White Hart Lane (Londres), o jogo referente à 1.ª mão dos oitavos-de-final da Liga Europa, onde venceu por 1-3, com golos de Rodrigo e de Luisão por duas vezes que levaram ao júbilo os 3000 benfiquistas presentes no estádio.

Quem acompanhou os primeiros minutos da partida pode ter pensado que se tratava de um jogo da Premier League, tal o ritmo imposto na partida pelos protagonistas. Bola cá, bola lá, o jogo teve poucas interrupções e começou por ser bastante disputado.

 

O Tottenham jogava em casa e, naturalmente tentou pegar no jogo, ter mais bola, mas as saídas do Benfica em contra-ataque deixou a defesa londrina em alerta. Numa dessas saídas, Ruben Amorim fez um passe de rotura a rasgar a defesa que apanhou Rodrigo em velocidade, este entrou na área e de pé esquerdo bateu Lloris aos 29 minutos.

Com o Benfica na frente, o jogo acalmou o seu ritmo. A equipa portuguesa percebeu que a gestão teria de ser feita com inteligência e assim foi até ao apito de Jonas Eriksson para o descanso. No reatamento, a emoção regressou a White Hart Lane. Aos 48, Eriksen decobriu Adebayor sozinho na área, mas o remate do togolês saiu ao lado da baliza de Oblak.

Os da Luz voltaram a mostrar ao que vinham e responderam por Rodrigo no minuto seguinte ao tentar desfeitear Lloris de novo, desta feita, num chapéu que saiu de aba larga. Da ameaça passou-se à acção com muita alma e coração de um barco que levou os lusitanos a bom porto. Ruben Amorim comandou a embarcação que atirou o Tottenham ao fundo. No mesmo minuto (57’), o camisola 6 tem dois lances que identificam o jogador que é. Primeiro, recuperou a bola no meio-campo contrário, combinou com Rodrigo e rematou obrigando o guardião contrário à defesa da noite. Na sequência do pontapé de canto, Ruben Amorim colocou com peso e medida para Luisão que teve cabeça para o golo.

 

A turma da Luz pouco tempo teve para saborear o 0-2, pois aos 63’, Eriksen reduziu num livre directo

superiormente marcado. Este tento fez Jorge Jesus mexer na equipa, colocando-a  a jogar num 4-3-3 que remete para maior ponderação e calculismo sem ser com o famoso cinismo “à italiana”.

O conjunto da casa mostrou que não tinha armas para lograr a reviravolta no marcador, sentiu dificuldades em construir o ataque e o Benfica explanou no relvado toda a sua experiência e trabalhou o seu Futebol a bel-prazer no meio-campo dos “spurs”. Tanto Futebol teria de resultar em mais um golo. Quem mais se não o capitão a fazer o 1-3 aos 83 minutos com um remate fulminante a recarga a um cabeceamento de Garay.

O Sport Lisboa e Benfica alinhou com o seguinte onze inicial: Oblak; Sílvio, Luisão, Garay, Siqueira; Fejsa, Ruben Amorim, Markovic, Sulejmani (Enzo Perez, 65’); Rodrigo (Lima, 87’) e Cardozo (Gaitán, 65’).

Fonte: SLB

Ficha de Jogo: http://www.abola.pt/jogodirecto/ficha.aspx?id=188116

Fotos: https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10153909607050716&set=a.10153909605735716.1073742007.212504785715&type=1&theater

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.