Agosto 06 2012

Miguel, ex-jogador do Benfica e agora no Valência, de Espanha, vai mesmo sentar-se no banco dos réus. O futebolista tinha pedido a abertura da instrução no processo - no qual era acusado pelo Ministério Público de, na madrugada de 26 de dezembro de 2009, ter disparado três tiros na discoteca RS Dreams, no Seixal - e o juíz considerou que as provas são mais do que suficientes para o levar a julgamento. O jogador arrisca a uma pena máxima de cinco anos pelo crime de detenção de arma proibida.

Fonte: A Bola/CM
publicado por Benfica 73 às 18:29

Junho 12 2012

Simão e Miguel, ambos com 32 anos, querem jogar no Benfica na próxima temporada e já deram conta dessa vontade aos responsáveis encarnados. Tanto o avançado como o defesa-direito têm o sonho de terminar as respetivas carreiras no clube da águia, e Luís Filipe Vieira foi devidamente informado da situação pelos empresários dos futebolistas.

O atacante tem contrato com o Besiktas até junho de 2013, mas quer sair da Turquia e até já afirmou publicamente que o dinheiro e o ordenado que aufere no emblema de Istambul não serão um problema se tiver oportunidade de concretizar o seu desejo. O recente afastamento do clube turco das provas europeias da próxima temporada só veio dar mais força à vontade do extremo em prosseguir a carreira noutras paragens. E Simão fez chegar à Luz a mensagem que consegue a desvinculação do Besiktas, caso Vieira esteja interessado na contratação.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 09:39

Fevereiro 12 2012

O lateral do Valência diz que a antiga equipa está no bom caminho para celebrar a conquista do título no final da temporada.
«Espero que os benfiquistas festejem este ano. Tenho acompanhado o Benfica: está bastante bem, forte, vê-se que é uma equipa bastante unida. Tem experiência e juventude. É uma equipa que dá gosto ver jogar. Espero que o Benfica consiga ganhar o campeonato este ano. Leva uma vantagem de cinco pontos, não é de fiar, mas dependem deles. Se ganharem o campeonato, ficarei muito contente. Na Liga dos Campeões desejo-lhes também as maiores felicidades e que cheguem o mais longe possível», disse Miguel em declarações à TSF.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 21:25

Fevereiro 12 2012

O antigo lateral do Benfica, que se cruzou com Aimar na época em que chegou ao Valência, afirma que os encarnados tomaram a decisão correta ao avançar para a renovação do argentino. Elogios também para Jorge Jesus, determinante para o atual momento de forma de ‘el mago’.
«A renovação foi a decisão correta, pela importância que ele tem tido no Benfica. Independentemente de ter 32 anos, o Pablo é um jogador que faz a diferença e que pode ajudar muito o clube, dentro e fora do campo. É um exemplo e uma referência para os mais novos», disse Miguel em declarações à TSF, destacando o trabalho de Jorge Jesus na recuperação do jogador.
«Fez com que o Pablo se sentisse importante no Benfica e isso foi a chave para a subida de rendimento do jogador. Jesus deu-lhe confiança e a magia de Pablo, que encanta qualquer um, fez o resto. O mister nunca deixou de ser importante: é um grande treinador e sabe como tirar partido de cada jogador.»

Renascer no Benfica
Depois de seis anos no Valência, Aimar mudou-se para o Saragoça e acabou por perdeu visibilidade. Foi no Benfica, onde chegou em 2008, que acabou por se reencontrar:

«Trabalhei com ele no meu primeiro ano no Valência mas, não sei por que razão, acabou por ser vendido ao Saragoça, o que nos surpreendeu a todos. Não teve muita sorte mas reencontrou-se no Benfica e está a fazer um excelente trabalho. Pena as pequenas lesões que vai tendo ao longo da época. Mas todas as equipas gostariam de ter um Pablo Aimar. Tive o privilégio de trabalhar com ele e é um jogador que, a qualquer momento, pode fazer a diferença... o Benfica acertou bastante com a renovação com Pablo.»

Foi também no Benfica que Aimar voltou a sorrir: «O Pablo estava habituado a grandes palcos e, de repente, viu-se no Saragoça e isso afetou-o um pouco. No Benfica, o Pablo reencontrou um clube de reconhecida grandeza, com peso na Europa, que luta por títulos, e foi isso que o fez voltar a sorrir.»

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 15:57

Outubro 19 2011

O julgamento do processo que opõe o Benfica a Miguel, por alegada quebra contratual do actual jogador do Valência, foi hoje novamente suspenso, devido a nova tentativa de acordo extrajudicial entre as partes. 
O reatamento do julgamento estava marcado para esta quarta-feira na 1.ª Secção do 5.º Juízo do Tribunal de Trabalho de Lisboa, mas os advogados das partes - João Correia (Benfica) e Dias Ferreira (Miguel) - reuniram-se com o juiz responsável pelo processo, tendo a sessão sido adiada com o argumento da existência das negociações entre o jogador e o clube encarnado.
Caso as partes cheguem a um entendimento, o processo poderá ser anulado em qualquer altura.
Recorde-se que o caso remota ao Verão de 2005, quando Miguel avançou para a rescisão de contrato, tendo depois assinado pelos espanhóis do Valência.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 19:55

Setembro 22 2011

O julgamento do processo que opõe o Benfica a Miguel, por alegada quebra contratual unilateral do actual jogador do Valência, será reatado a 19 de Outubro, gorada mais uma tentativa de acordo extrajudicial entre as partes. 

A 23 de Fevereiro, os advogados de defesa e de acusação tinham pedido a suspensão do julgamento por 60 dias, a fim de tentarem alcançar um entendimento, que não foi alcançado.
Recorde-se que o caso remota ao Verão de 2005, quando Miguel avançou para a rescisão de contrato, tendo depois assinado pelos espanhóis do Valência.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 10:53

Julho 30 2011

A Benfica, Futebol SAD requereu ao Tribunal do Trabalho de Lisboa o adiamento para outubro do julgamento de Miguel, processo em que o clube alega quebra contratual e reclama sete milhões de euros ao jogador, atualmente ao serviço do Valencia.

O juiz do processo, a correr trâmites na 1.ª Secção do 5.º Juízo do Tribunal do Trabalho de Lisboa, tinha avançado com a marcação do julgamento para a última semana de setembro, mas a incompatibilidade de agenda do mandatário da Benfica, Futebol SAD no processo motivou o pedido de adiamento, de acordo com fonte do clube.

A Benfica, Futebol SAD sugeriu 10, 11 e 12 de outubro como datas possíveis para a realização da sessão de julgamento e o magistrado irá agora proceder a nova marcação, comunicando posteriormente às partes em litígio o dia escolhido.

Os advogados da Benfica, Futebol SAD e de Miguel participaram na audiência de partes de 13 de dezembro de 2010 e pediram ao juiz que lhes fosse concedidos 10 dias para tentativa de acordo, que acabou por não acontecer.

O julgamento esteve marcado para 23 de fevereiro deste ano, mas, de comum acordo, os advogados de defesa e de acusação voltaram a pedir uma suspensão, desta feita por 60 dias, com o mesmo propósito.

O período de suspensão acabou por arrastar-se por cinco meses, sem que as partes tivessem chegado a um entendimento para ultrapassar o diferendo.

Miguel rescindiu o contrato com o Benfica em agosto de 2005 para se transferir para o Valência por 7,5 milhões de euros, mas a Benfica SAD considerou que o jogador quebrou o vínculo contratual.

Na salvaguarda dos seus interesses, a sociedade desportiva do Benfica recorreu para a Comissão Arbitral Paritária (CAP), órgão formado por elementos indicados pela Liga e pelo Sindicato dos Jogadores, destinado a dirimir conflitos laborais entre jogadores e clubes.

A 22 de agosto de 2005, a CAP reconheceu a razão à Benfica SAD, considerando que "não assistia justa causa" a Miguel "para rescindir unilateralmente o contrato".

Fora da esfera de jurisdição disciplinar do futebol, Miguel intentou uma ação de anulação da decisão da CAP junto do Tribunal Cível de Lisboa.

Na sentença proferida a 1 de março de 2006, o tribunal entendeu "não ter sido cumprido determinado requisito processual" e anulou a decisão da CAP.

A Benfica Futebol SAD interpos então um processo no Tribunal do Trabalho contra Miguel e o empresário Paulo Barbosa, pedindo indemnizações aos dois pela quebra contratual.

Além de reclamar ao jogador uma indemnização de sete milhões de euros, a Benfica SAD pedia para ser ressarcida em cinco milhões de euros por Paulo Barbosa, "em regime de solidariedade", mas o tribunal entendeu não levar a julgamento o empresário.

"A decisão da CAP, ora anulada, revelou-se apenas para efeitos desportivos, pelo que em nada afeta a ação laboral que a Benfica SAD interp“s contra o jogador e o seu empresário", fundamentou a Benfica SAD, justificando a ação no Tribunal do Trabalho.

O internacional Miguel, que continua vinculado ao Valencia, integrou os quadros do Benfica de 2000 a 2005.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 17:54

BENFICA 73
contador grátis
Fevereiro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28


subscrever feeds
comentários recentes
Do You Need A Loan To Consolidate Your Debt At 1.0...
Here is a good news for those interested. There is...
Viva o BenficaSaudações de UMA TETRA
O apoio financeiro a indivíduosOlá,Você está preso...
Get a Loan Today At 3% Interest Rate, contact us a...
Boa tarde,Gostaríamos de dar a conhecer o novo sit...
Boa tarde,Será possivel obter o contato do adminis...
A nível de centrais, apesar dos 2 jovens da equipa...
Caro Benfica73, Rebocho é lateral esquerdo de raiz...
Eu aceitava nos seguintes termos, um milhão à cabe...
Esta gentinha que se governa do futebol, fala de m...
E qual é o valor da cláusula? Parece que o PC está...
Incrível como o site notíciasaominuto não sabe que...
Não terão começado já a tentar desestabilizar o Be...
Apesar de tudo e contra tudo e contra todos (ontem...
O Benfica tem uma estrutura psicológica muito fort...
ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃOVISTO NA NETE DEVE SER LIDO ...
OS PRÓPRIOS SPORTINGUISTAS LÚCIDOSE NÃO CARNEIROS ...
ACHO QUE MERECE JÁ UM POST, EM TODOS OS BLOGUES BE...
Com tal tirada sobre a falta de 'carácter', o padr...