Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

SL Benfica – SC Braga, 2-0 - Rescaldo, Ficha de Jogo, Fotos e Resumo com Relato (Vídeo)

15.03.15, Benfica 73

capture-20150315-094929.png

“Inferno da Luz” ao rubro, com 60.222 mil adeptos nas bancadas a vestirem de emoção e fervor a Catedral. Lá em baixo, à flor da relva, empurrados pelos Benfiquistas, os verdadeiros artistas não defraudaram as expetativas e partiram para uma grande partida de Futebol.

Líder isolado frente ao 4.º classificado da geral, com os comandados de Jorge Jesus a entrarem com tudo, mostrando cedo que os três pontos eram o objetivo a alcançar… e o mais rapidamente possível!

 

Cinco minutos decorridos e grande penalidade que ficou por assinalar. Lance na grande área arsenalista, com a bola a bater no braço de Aderlan. Artur Soares Dias mandou seguir.

O SL Benfica controlava as operações, face a um Braga a jogar no erro do adversário e que somente aos 14’ conseguiu fazer o seu primeiro remate à baliza de Júlio César.

Momentos antes fora o Benfica a dar o primeiro grande sinal de perigo. Cruzamento de Gaitán, com Jardel a cabecear para defesa atenta de Matheus.

O golo acabaria por chegar naturalmente. Minuto 20’, belíssima jogada de futebol apoiado, com Gaitán a servir Jonas que, de primeira, remata forte de meia-distância para o 1-0. Golo 20 do brasileiro com a camisola “encarnada” a levar as bancadas ao rubro.

 

Os comandados de Sérgio Conceição respondiam como podiam… mas face a um Benfica mandão e a saber muito bem aquilo que quer, o jogo manteve-se de sentido único.

Pizzi mesmo a milímetros de dilatar a vantagem, contudo, quase que miraculosamente, Aderlan corta a bola em cima da linha de golo.

Também Salvio, acrobaticamente, tentou a sorte, mas a redondinha não quis entrar.

Ao intervalo, o 1-0 para as “águias” era curto, muito curto para a superioridade apresentada em campo, face a um SC Braga praticamente nulo a usar e a abusar da agressividade. O que dizer da agressão de Rúben Micael a Gaitán?

 

Faltaram mais golos para abrilhantar a festa!

Segunda metade com entrada mais forte do visitante, mas o Benfica respondeu prontamente, anulando por

completo as intenções adversárias.

Os “encarnados” subiram novamente as linhas, pressão altíssima, com o coletivo a partir para uma grande segunda parte, à semelhança dos primeiros 45 minutos.

O jogo agressivo dos arsenalistas manteve-se e Tiago Gomes acabou mesmo por ser expulso face a uma entrada despropositada sobre Salvio.

No lance seguinte cheirou a golo, com Lima – isolado - a rematar contra Matheus; na recarga Pizzi não acerta por muito pouco na baliza.

 

De seguida foi Eliseu. Remate fortíssimo, com o guardião bracarense a chamar a si mais uma grande intervenção. Eliseu tentou novamente, mais uma “bomba”, mas agora a bola a passar por cima da trave… e à terceira foi mesmo de vez! Minuto 76’, mais um pontapé fulminante, desta feita sem qualquer hipótese para Matheus. Estava feito o 2-0 que há já muito se justificava.

Com este resultado, justíssimo, o SL Benfica segue isolado na frente da tabela classificativa, e é também o dono do melhor ataque da Liga NOS.

As “águias” alinharam com o seguinte onze inicial: Júlio César; Maxi Pereira (André Almeida, 89'), Luisão, Jardel, Eliseu; Salvio, Samaris (Rubem Amorim, 77’), Pizzi, Gaitán (Ola John, 84’); Jonas e Lima.

No próximo fim-de-semana disputa-se a 26.ª jornada da Liga NOS, com o SL Benfica a viajar até ao Estádio dos Arcos. Frente ao Rio Ave, numa partida agendada para as 18h00 de sábado, só os três pontos interessam.

Recorde aqui as principais incidências da vitória sobre o SC Braga.

Fonte: SLB

Fotos Aqui

Ficha de Jogo Aqui