Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

«Não caímos na tentação suicida de mudar tudo»

23.04.14, Benfica 73
Luís Filipe Vieira atribui a conquista do 33.º título de campeão nacional do historial do Benfica à estabilidade conferida a um grupo de trabalho diminuído psicologicamente com a reta final da temporada passada.

Reunido com deputados benfiquistas no Camarote Presidencial do Estádio da Luz, o líder encarnado mostrou-se confiante na repetição dos festejos do passado domingo, os quais demonstraram que o clube «ultrapassa largamente as fronteiras de Portugal».

«(...) Começámos a reescrever a história do ano passado, na próxima quinta-feira temos de continuar a fazê-lo. Não temos de ter medo de falhar, mas temos de ter a ambição de estar ao nível da nossa história, e estes jogadores e esta equipa técnica estão ao nível da nossa história», afirmou.

«Todos tiveram oportunidade de ver as manifestações do passado domingo, e é fácil perceber que o Benfica está para lá do País, tem uma dimensão global. O Benfica ultrapassa largamente as fronteiras de Portugal. É uma marca, uma referência, é uma bandeira de um País a precisar de razões para celebrar, e o Benfica foi tudo isso no domingo», realçou Luís Filipe Vieira, frisando:

«Este não foi ganho contra ninguém, não foi festejado contra ninguém. É um título de todos aqueles que gostam de Futebol. Nada mais do que isso».

Luís Filipe Vieira deixou um recado a todos quantos colocaram em causa o trabalho que está a ser desenvolvido pela atual Direção.

«Tenho orgulho de tudo o que fizemos e de tudo o que não deixámos fazer. Não caímos na tentação suicida de mudar tudo, de colocar tudo em causa. Tivemos a capacidade de mudar apenas aquilo que era necessário mudar e manter tudo o resto. E é por causa disso que estamos hoje onde estamos», argumentou o presidente dos encarnados, defendendo que «este título é para todos aqueles que sempre acreditaram no trabalho desenvolvido dentro do Benfica, mas é sobretudo uma grande lição para aqueles que só aparecem nas horas más e nunca para ajudar a construir».

«Depois do que sucedeu no final da época passada sempre acreditei que apesar do que tinha sucedido, este era o caminho, e que o futuro nos iria compensar por tudo o que nos tirou. E a verdade é que hoje celebramos mais um título, porque tivemos o mérito de não desistir e porque quando caímos tivemos a capacidade de nos voltar a levantar e isso tornou-nos mais fortes», salientou.
Fonte: A Bola