Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

Melhor só há 45 anos

02.03.15, Benfica 73
A equipa de Jesus não sofre golos em casa para o campeonato há oito jogos, sendo essa a segunda melhor sequência de sempre do Benfica. Orecorde está na posse do conjunto dirigido por Otto Glória, que completou 11 desafios sem ir buscar a bola ao fundo da baliza, entre 1968/69 e 1969/70, isto é, há 45 anos. Para ultrapassar a façanha do treinador brasileiro, a turma das águias precisa de não sofrer golos nos próximos quatro duelos na Luz, ou seja, nas receções ao Sp. Braga, Nacional, Académica e FC Porto. Ograu de dificuldade de pelo menos dois adversários – arsenalistas e portistas – é elevado, não se afigurando simples a tarefa das águias.

A (segunda e) última equipa a marcar na Luz foi o Moreirense (a primeira havia sido o Sporting, por intermédio de Slimani). A 21 de setembro, por ocasião da 5.ª jornada, João Pedro inaugurou o marcador, batendo Júlio César aos 16 minutos. Não mais o Benfica consentiu tal veleidade, saindo do anfiteatro das águias em branco o Arouca, Rio Ave, Belenenses, Gil Vicente, V. Guimarães, Boavista, V. Setúbal e Estoril. Jesus recorreu a dois guarda-redes nestes oito jogos, tendo Júlio César participado em cinco (um deles incompleto, uma vez que se lesionou) e Artur em quatro (um deles também não na totalidade).


Jesus igualou... Jesus

Esta série de oito jogos sem sofrer golos em casa na Liga é a segunda mais longa da história do clube da Luz... em igualdade com a estabelecida pelo mesmo Jesus em 2013/14, temporada que culminou com a conquista do título (o segundo campeonato arrecadado no consulado de JJ). Da lista de adversários imaculadamente ultrapassados pelos encarnados constavam FC Porto, Marítimo, Sporting, V. Guimarães, Estoril, Académica, Rio Ave e Olhanense. Realce, obviamente, para a visita dos dois arquirrivais, que não conseguiram desfeitear Oblak, o qual, refira-se, cumpriu os oito jogos da sequência.

Ainda na ressaca da maior goleada do campeonato – 6-0 ao Estoril –, o Benfica vem primando pela solidez defensiva, algo que é meio caminho andado para o objetivo a que se propõe, a conquista do bicampeonato.


Interdição do estádio interrompe série mais longa

A mais longa série do Benfica teve início em 1968/69 (3 jogos) e terminou em 1969/70 (8 jogos), sob a batuta de Otto Glória. Oúltimo embate em que o clube da águia não sofreu golos ficou marcado por um episódio invulgar. A 25 de janeiro de 1970, na Luz, o Benfica recebeu o Belenenses, mas o árbitro João Nogueira deu por concluído o jogo aos 43 minutos, após uma invasão de campo dos adeptos encarnados. O conselho de disciplina da FPF interditou o estádio do Benfica, homologando o resultado que se verificava aquando da interrupção (0-0). O Benfica jogou a partida seguinte, na condição de anfitrião, no Estádio do Jamor. A CUF ganhou (1-0) e colocou um ponto final na sequência.

Fonte: Record