Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

Benfica – Mónaco, 1-0 - Rescaldo, Fotos, Ficha de Jogo e Resumo com Relato (Vídeo)

05.11.14, Benfica 73

10655378_10154791065875716_8365026635576405528_o.j

A equipa principal de Futebol do Sport Lisboa e Benfica disputou, na noite desta terça-feira, a 4.ª ronda do Grupo C da Liga dos Campeões. Vitória por 1-0, golo de Talisca e tudo em aberto para o que falta na Fase de Grupos da Liga dos Campeões.

Na Luz, a noite fria foi colmatada por uma entrada quente e prometedora da formação da casa. Em cinco minutos, duas oportunidades que vaticinavam algo de bom. Aos três, Gaitán testou a atenção de Subasic após boa iniciativa individual e no minuto seguinte foi a vez de Salvio, servido por Talisca numa transição rápida – como o Benfica gosta de jogar –, rematar cruzado mas ao lado.

 

A esperança crescia nas bancadas mas não foi acompanhada por golos. Depois de 20 minutos muito positivos por parte das “águias”, o adversário cresceu no terreno, subiu as linhas e colocou Júlio César e o sector defensivo em sentido. Prova disso foi o cruzamento “venenoso” aos 23 minutos que o guardião brasileiro sacudiu com mestria.

O Benfica sentia dificuldades a sair a jogar com a bola dominada, como gosta de fazer, fruto de um “miolo” monegasco que tinha vantagem numérica. Apercebendo-se desse facto, Leonardo Jardim encetou uma pressão alta a toda a largura do terreno, com o Benfica, aqui e ali, a sacudir através das alas (Gaitán e Salvio estavam muito em jogo).

 

Muito perto do intervalo, aos 45’, Gaitán trabalhou bem na área e rematou com Subasic já batido. O

desvio do esférico nas pernas de Raggi negou um golo certo. No recomeço, o Mónaco entrou melhor e Júlio César confirmou as credenciais de um dos melhores do Mundo. Kurzawa, aos 49’, cabeceou perto, respondeu o Benfica aos 52’ com remate de Talisca para estirada de Subasic.

Entre os 57 e 59 minutos, os monegascos obrigaram Júlio César a brilhar através dos disparos de Traoré e de Ferreira-Carrasco. A equipa da casa respondia. Lima, recém-entrado, na área, rematou com perigo. À passagem do minuto 73, o árbitro teve um lapso ao cortar a lei da vantagem do Benfica num contra-ataque em que tinha superioridade numérica. Nunca se sabe o que poderia sair daqui… Dois minutos depois nova má decisão após marcar pontapé de baliza num lance em que era canto para os da Luz. Destaque para a jogada estudada que antecedeu o lance com Lima a estar perto de ser feliz.

O Benfica crescia no jogo, os Benfiquistas percebiam o esforço da equipa e correspondiam com apoio incansável vindo das bancadas. O “frisson” na área antevia algo de bom e foi isso mesmo que aconteceu! Pontapé de canto, desvio e Talisca, ao segundo poste, a levar ao júbilo as hostes “encarnadas”.

A vantagem no marcador ficou segura até ao apito final e as “águias” passam a somar quatro pontos na classificação.

O Sport Lisboa e Benfica iniciou a partida com Júlio César; Maxi Pereira, Luisão, Jardel e André Almeida; Samaris (Lima, 62’), Gaitán (Tiago, 90’), Salvio, Enzo Perez e Talisca; Derley (Cristante, 86’).

Fonte: SLB

Fotos:https://www.facebook.com/SportLisboaBenfica/photos/a.10154791064810716.1073742111.212504785715/10154791065985716/?type=1&theater

Veja aqui a ficha do jogo

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.