Março 12 2016

Certamente ainda se lembra de alguns casos como o de Lizandro López, Álvaro Pereira, Falcão ou Danilo. Todos eles estiveram na mira das ‘águias’, por vezes até estavam quase fechados na Luz, mas acabaram por rumar ao Dragão.

Este pode ser o caso de Blas Riveros, jovem lateral-esquerdo do Olimpia que está a ser disputado, tanto pelo Benfica, como pelo FC Porto.

“O Benfica não tem prioridade. Fecharemos negócio com quem pagar o que pretendemos. A prioridade é para quem pagar esse valor, de 1,5 milhões de euros. Agora vamos ver como as coisas desenvolvem”, disse Marco Trovato, presidente do clube paraguaio, em declarações ao jornal o Jogo.

Recorde-se que há cerca de uma semana, o negócio estava praticamente fechado com o Benfica, por 1,3 milhões de euros referente a 90% do passe do jovem. No entanto, a primeira chamada de Riveros à seleção do Paraguai fez o Olimpia rasgar este acordo inicial e elevar o preço pretendido pelo lateral.

Fonte: Noticias ao Minuto


Março 11 2016

Ainda a recuperar da cirurgia ao joelho esquerdo, depois de se ter lesionado em dezembro no jogo frente ao FC Porto B, Nuno Santos já só pensa regressar aos relvados para provar a confiança que Rui Vitória lhe na equipa principal.
"Foi o treinador que me integrou no grupo, teve confiança em mim. Espero não o ter desiludido. Agora é altura de continuar a trabalhar para que oportunidades como esta voltem a surgir", afirmou o extremo, de 21 anos, à BTV.
E prosseguiu: "Estar ausente dos relvados este tempo todo, e saber o tempo que ainda falta para a recuperação, é complicao, mas é preciso ter muita força e, sobretudo, ajudar-nos a nós próprios (...). Eu não merecia, mas aconteceu. Agora é altura de encarar isso da melhor forma e tentar recuperar o mais rapidamente possível para voltar aos relvados".

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 10:56

Março 10 2016

capture-20160310-102513.png

Sport Lisboa e Benfica e Zenit disputaram esta quarta-feira a passagem aos quartos de final da Liga dos Campeões. Depois do 1-0 na 1.ª mão, com golo de Jonas, o Estádio Petrovsky foi o palco do desafio da 2.ª mão dos ”oitavos”.

Com um golo de vantagem na bagagem levada até São Petersburgo, ao que se juntou uma enorme determinação e ambição, foi uma equipa personalizada – apesar das muitas mudanças no figurino – que se apresentou em campo.

 

Na baliza, o jovem brasileiro Ederson; Samaris surgiu adaptado a central, ao lado de Lindelof, com as alas entregues a Eliseu e Nélson Semedo. Meio campo com Fejsa a fechar, reforçado com Renato Sanches, Pizzi e Gaitán; na frente, duas setas apontadas à baliza de Lodygin, Jonas e Mitroglou.

Primeira metade equilibrada, mas com um Benfica com sinal mais, muito ciente daquilo que tinha de fazer… Carácter, inteligência, qualidade e muito coração!

Aos 5’, primeira oportunidade de golo, com Jonas a converter um livre muito perigoso, para defesa atenta de Lodygin; o mesmo Jonas que aos 12’ tentou novamente a sorte, só que desta vez o remate saiu ao lado.

Aos 7’, primeiro remate dos russos, com Dzyuba a atirar ao lado; aos 19’, grande jogada do coletivo “encarnado”, com Renato Sanches a afinar a pontaria, pontaria que não faltou a Nélson Semedo (31’) mas à figura do guardião adversário.

Ainda nos primeiros 45’, mais uma oportunidade de inaugurar o marcador, só que Ederson foi enorme! Hulk serve Dzyuba, mas o jovem guardião “canarinho” saiu com coragem e disse não. Ao intervalo o nulo mantinha-se!

 

A justiça por vezes tarda… mas não falha!

Segunda metade a começar com equilíbrio, contudo, com o Zenit em desvantagem, a pressão russa intensificou-se, com os comandados de André Villas-Boas a darem o tudo por tudo, perante umas “águias” que, de forma pragmática e muito coração, resolveram.

À passagem da hora de jogo, o encontro partiu-se… com o Zenit, primeiro por Smolnikov, depois através de Dzyuba a ter soberanas oportunidades. Jonas respondeu… mas aos 69’ foi o árbitro húngaro, Viktor Kassai, quem se tornou o protagonista maior!

Zhirkov atropela Nélson Semedo, vai à linha e cruza para Hulk cabecear para o empate! Golo irregular, precedido de falta claríssima, com o árbitro a validar. Inacreditável!

Eliminatória empatada… e Lindelof, minutos depois, de cabeça, por muito pouco não colocava as “águias” novamente em vantagem…. Não colocou o sueco, colocou argentino!

Minutos 85’, Raúl dispara de longe para defesa incompleta, com Gaitán – oportuno – a cabecear para o golo da justiça, para o golo que coloca o Bicampeão português na fase seguinte da prova.

Havia dúvidas de quem merecia seguir em frente? Talisca, no último minuto do tempo de compensação respondeu taxativamente com o 1-2.

O SL Benfica conhecerá o adversário dos quartos de final da mais prestigiante prova de Clubes do Velhinho Continente na próxima sexta-feira, dia 18 de março, num sorteio que terá como palco Nyon (Suíça).

O Glorioso iniciou a partida no Estádio Petrovsky com Ederson; Nélson Semedo, Lindelof, Samaris e Eliseu; Fejsa, Renato Sanches, Pizzi (Salvio,73’) e Gaitán; Jonas (Talisca, 90+1’) e Mitroglou (Raúl, 67’). 

Segue-se nova jornada da Liga NOS! O Bicampeão Nacional, líder da classificação geral, tem encontro marcado com o Tondela para a próxima segunda-feira. Este desafio é referente à 26.ª jornada da competição e tem início marcado às 20h00 no Estádio da Luz.

Fonte: SLB

Fotos Aqui

Ficha de Jogo Aqui

publicado por Benfica 73 às 10:18

Março 09 2016

Numa prova habituada a distribuir autênticas fortunas aos seus participantes – só o Benfica já amealhou 22,5 milhões de euros, aos quais pode somar mais seis se alcançar aos quartos-de-final – o Zenit tem hoje, quarta-feira, motivos adicionais para seguir em frente.

De acordo com o jornal Record, a ‘gigante’ do gás natural Gazprom quer dar um chorudo incentivo aos jogadores do emblema russo: nada mais, nada menos, do que um prémio de cinco milhões de euros a distribuir pelo plantel caso sejam capazes de eliminar o Benfica.

O número ganha proporções ainda superiores se tivermos em conta que é mais do triplo daquele que o clube da Luz irá oferecer aos seus atletas, na ordem dos 1,5 milhões de euros.

O motivo por detrás de tão elevada quantia tem a ver com a possibilidade dos jogadores do Zenit fazerem história caso sejam capazes de deixar os ‘encarnados’. Isto porque, em mais de 80 anos de história, o clube nunca foi capaz de chegar aos quartos-de-final da Liga dos Campeões.

Fonte: Noticias ao Minuto

publicado por Benfica 73 às 10:36

Março 06 2016

capture-20160306-121520.png

Sábado à noite de dérbi, o mesmo que dizer, sábado de emoções à flor da pele! Os dois emblemas da Cidade das Sete Colinas – separados por um ponto na geral – a defrontarem-se à passagem da 25.ª jornada da Liga NOS… e com os olhos na liderança da prova.

Estádio José de Alvalade a registar a maior enchente da temporada… sintomático dos recintos que o Bicampeão visita!

Início de partida intenso, em alta voltagem e com dois lances que deixam muitas dúvidas…

 

É que se se aceita a marcação da falta cometida por Eliseu sobre Bruno César, obrigatoriamente, e seguindo o mesmo critério, o árbitro teria de ter assinalado logo no minuto inicial uma falta sobre Jonas (carregado por William Carvalho) e, aos 19’, nova falta, desta feita sobre Gaitán (carregado por Coates). Em ambas as situações os jogadores do SL Benfica são empurrados pelas costas… e ambas dentro da pequena área.

O Bicampeão entrou melhor no encontro e, aos 20’, a primeira grande explosão de alegria nas hostes “encarnadas”, com as 2600 “águias” presentes em Alvalade e os outros milhões por esse mundo fora a gritarem a plenos pulmões o golo de Mitroglou.

Cruzamento de Jonas na esquerda, remate de Samaris, a bola sobra para o grego que, na cara de Rui Patrício, remata com frieza para o 0-1.

As equipas encaixaram, a intensidade manteve-se, com os “leões” – em desvantagem em casa – a carregarem nos últimos minutos, mas sempre com Ederson, chamado à titularidade após lesão de Júlio César, a mostrar segurança.

Aos 40’, a única oportunidade de golo para o Sporting. Grande remate de Jefferson, com a bola ser devolvida com estrondo pela trave… mas tudo começa num lance precedido de fora de jogo. Ao intervalo, vantagem para o Glorioso!

 

Capacidade de superação e inteligência

Início de segunda metade à semelhança da primeira, com Artur Soares Dias em destaque! Cartão amarelo para Jonas, o primeiro do desafio, isto após as faltas sucessivas de Ewerton nos 45’ iniciais e dos avisos do árbitro ao jogador leonino… Aos 52’, amarelo para Gaitán… mas o cartão pelas faltas sucessivas de William Carvalho ficou no bolso. Enfim!

Renato Sanches e Gaitán testaram Rui Patrício nos momentos iniciais; o Sporting subiu as linhas empurrando o Benfica para zonas mais recuadas.

Até ao final, os “leões” carregaram com tudo, com o SL Benfica a suster, de forma inteligente, pragmática, com um enorme coração, solidariedade e entre-ajuda – com alguma “estrelinha” à mistura também - as intenções “verde e brancas”.

Vitória de um enormíssimo coração!

Com este resultado, as “águias” voam diretamente para o 1.º lugar da classificação geral, somando 61 pontos (20V1E4D), 66 golos marcados e 17 sofridos.

O SL Benfica alinhou de início com Ederson; André Almeida, Lindelof, Jardel e Eliseu; Samaris, Renato Sanches, Pizzi (73’, Fejsa) e Gaitán; Jonas (78’, Salvio) e Mitroglou (67’, Raúl).

 

Segue-se viagem à Rússia!

Agora há que mudar o chip, com o Bicampeão a centrar todas as atenções na viagem à Rússia. Na próxima quarta-feira, dia 9 de março, Sport Lisboa e Benfica e Zenit disputam a passagem aos quartos de final da Liga dos Campeões, numa partida agendada para as 17h00 de Portugal Continental.

Os “encarnados” partem para São Petersburgo em vantagem na eliminatória, depois do 1-0 apontado por Jonas e, no Estádio Petrovsky, o objetivo é claro: carimbar a passagem à fase seguinte da mais prestigiante competição de Clubes do Velhinho Continente.

Fonte: SLB

Ficha de Jogo Aqui

Fotos Aqui

 

publicado por Benfica 73 às 12:00

Março 01 2016

capture-20160301-100728.png

Após cumprida a missão em Paços de Ferreira, com uma vitória por 1-3, o conjunto orientado por Rui Vitória regressou ao Estádio da Luz para a receção ao 13.º classificado da tabela, o União da Madeira, numa partida referente à 24.ª jornada da Liga NOS.

Na antevisão ao encontro, o treinador das “águias” apontou à conquista de mais três pontos, já Norton de Matos admitiu que a tarefa seria árdua, uma vez que o conjunto insular tem como objetivo para a época a manutenção na I Liga nesta que é a sexta participação do clube madeirense no escalão maior.

 

Entrada em campo poderosíssima dos “encarnados” e não foi preciso esperar muito para festejar o primeiro da noite, apontado pelo suspeito do costume…

Minuto quatro, livre cobrado por Pizzi na esquerda, o esférico chega a Jonas que, de primeira e sem deixar a bola tocar no chão, remata pleno de oportunismo para o 1-0 e para o seu 25.º golo na I Liga.

A partir daqui e até ao minuto 30 só deu Benfica e só deu Gudiño, com o guardião dos insulares a dar um verdadeiro show e a defender tudo. Pizzi (15’, 25’ e 26’), Mitroglou (19’ e 21’)… nada entrou!

Aos 32’, o perigo rondou – e de que maneira – a baliza de Júlio César. Saída viperina em contra golpe a isolar Toni Silva, resposta do imperador a sair corajosamente para impedir o empate.

Aliás, as estratégias cedo foram assumidas! O Benfica com a iniciativa, o União a espreitar o erro. Até ao intervalo o resultado não se alterou!

 

Na segunda metade a toada manteve-se, mas com as linhas a cerrarem-se ainda mais e o espetáculo acabou por perder qualidade.

Um par de oportunidades… e finalmente, aos 76’, golo! Canto cobrado, remate poderoso de Mitroglou, com Jonas a desviar para o 2-0… e vão 26 golo na prova!

Até ao apito final de Cosme Machado o resultado manteve-se. Vitória justa, por 2-0… Missão cumprida perante 44 485 na Catedral!

Com este resultado, o SL Benfica soma 58 pontos (19V1E4D), com 65 golos marcados e 17 sofridos e está na 2.ª posição da tabela classificativa.

O SL Benfica alinhou de início com Júlio César, Nélson Semedo, Jardel, Lindelof e Grimaldo; Samaris, Talisca (Salvio, 69’), Pizzi e Gaitán (Gonçalo Guedes, 85’); Jonas e Mitroglou (Raúl, 82’).

No próximo fim de semana há dérbi, com o Bicampeão Nacional a deslocar-se até ao Estádio José de Alvalade onde vai defrontar o Sporting. Esta partida é relativa à 25.ª jornada da Liga NOS e está agendada para as 20h45 de sábado.

Fonte: SLB

Fotos Aqui

Ficha de Jogo Aqui

publicado por Benfica 73 às 10:03

Fevereiro 26 2016

O presidente da Sociedade Desportiva e responsável pelo futebol profissional do Paços de Ferreira, Rui Seabra, revelou ao Desporto ao Minuto que “já existiram propostas concretas por Diogo Jota e há um princípio de acordo com o Benfica”.

“Não está nada assinado, mas é evidente que a nossa palavra vale tanto como a nossa assinatura”, disse Rui Seabra, admitindo que gostava que o jovem jogador ficasse mais um ano na Capital do Móvel.

O dirigente do Paços acabou por dizer também que já “existiram muitas abordagens por Diogo Jota” e que são esperadas ainda “mais propostas pelo jogador até ao final da temporada”

Quanto ao possível interesse de outros grandes clubes no jovem avançado, Rui Seabra refere que “o único grande em Portugal a apresentar uma proposta foi o Benfica”.

Apesar de estar “muito satisfeito no Paços”, o dirigente acha natural que Diogo Jota sonhe com outros “voos”. Mas, na Capital do Móvel, existe uma certeza:“Diogo Jota só sai se o Paços de Ferreira ficar com uma percentagem de uma venda futura, porque isso pode representar um valor superior a uma transferência realizada neste momento”.

Fonte: Noticias ao Minuto

publicado por Benfica 73 às 10:07

Fevereiro 26 2016

Depois das polémicas declarações à revista belga Sportfoot Magazine, o médio Filip Djuricic incorre na possibilidade de vir a ser duramente multado pelo Benfica, clube com quem ainda está contratualmente ligado.

O sérvio criticou a forma como foi tratado na Luz e contou alguns episódios, nomeadamente com Rui Costa, com quem se desentendeu. Djuricic revelou ainda que foi incitado a deixar o Benfica, logo no início desta temporada.

Conforme escreve o jornal Record, as declarações do sérvio não caíram bem aos responsáveis 'encarnados', que agora podem multar o jovem jogador, visto que apesar de estar cedido ao Anderlecht, o Benfica ainda paga parte do ordenado de Djuricic.

Perante este cenário, regressar à Luz está praticamente fora de questão, até por vontade do jogador, tendo o médio uma opção de comprada fixada nos oito milhões de euros.

Fonte: Noticias ao Minuto

publicado por Benfica 73 às 10:03

Fevereiro 06 2016

capture-20160206-093954.png

A presença do defesa central sueco, Victor Lindelöf, no onze da equipa de Futebol do Sport Lisboa e Benfica foi a única alteração operada por Rui Vitória face à formação inicial que jogou em Moreira de Cónegos.

Uma vez mais, o Benfica apresentou-se em 4-4-2, com o ataque a ser entregue à dupla Jonas e Mitroglou, que estivera goleadora até então e que assim se manteve num estádio do Restelo “pintado” de vermelho. Aos 40 minutos, o grego inaugurou o marcador, de cabeça, a passe de Pizzi. É a 5.ª jornada consecutiva de Mitroglou a marcar na Liga NOS.

 

O jogo começou de forma viva, com o Belenenses a errar sobremaneira nos primeiros minutos, sem que o Benfica aproveitasse para faturar. No minuto inicial, Gaitán teve o golo no pé esquerdo, mas atirou um pouco ao lado da baliza de Ventura.

Poucos minutos volvidos, aos cinco, queda de Pizzi na área. Lance duvidoso que Nuno Almeida optou por nada assinalar.

Com mais bola, as “águias” sentiam dificuldades em penetrar na área “azul” perante um Belenenses que atuava com as linhas muito próximas, suprimindo espaço para jogo entrelinhas, e que saía rápido em transições através de Fábio Nunes e de Miguel Rosa.

Ao invés, o Benfica tentava abrir brechas através de tabelinhas curtas entre os jogadores, mas o Futebol mais afunilado não resultava. Na largura, os comandados por Rui Vitória encontravam mais espaço e foi daí que surgiu o golo. Antes disso, aos 31’, André Almeida atirou uma “bomba” que saiu um tudo-nada ao lado. Ventura parecia batido.

O conjunto da casa pareceu nada aprender do início do jogo para o seu reinício. Arranque da segunda parte, erro da defensiva do Belenenses, recuperação de bola de Jonas e Pizzi a rematar para defesa de Ventura. Não quis ficar atrás Jardel que, num mau atraso, colocou Júlio César em problemas que resolveu com serenidade.

 

Momentos sublimes

Decorria o minuto 52 quando Gaitán e Jonas tiraram da “cartola” um lance de pura magia. O argentino viu o brasileiro à entrada da área, endossou-lhe o esférico que, com uma finta sublime, ultrapassou o oponente e rematou colocado para o 0-2.

Bola cá, bola lá! O Belenenses não se ficava, também queria ser feliz e tentou através de Ortuño. O espanhol esgueirou-se até à área e só foi parado pela excelente intervenção de Júlio César. Adenda ao lance: deveria ter sido anulado por fora de jogo de Ortuño.

Renato Sanches, que cresceu no jogo com o decorrer dos minutos, esticava o jogo do Benfica. Esse facto foi aproveitado da melhor forma por Mitroglou para bisar aos 57 minutos após passe “açucarado” de Pizzi. Estava feito o 0-3 no Restelo e os adeptos Benfiquistas apoiavam até… que a voz lhes doesse.

Minuto 64 travou um duelo de titãs. Carlos Martins e Júlio César como protagonistas. O médio fez uso do seu forte pontapé, correspondeu o guarda-redes com uma excelente intervenção. Caso para dizer a ambos: quem sabe nunca esquece.

Mas o homem do jogo foi mesmo Mitroglou. Confirmou em Belém o seu excelente momento de forma ao completar o “hat-trick” aos 75 minutos. Mais um erro da defesa do Belenenses, Gaitán assistiu de calcanhar e o grego fez o resto.

Do banco de suplentes, Carcela trouxe a “manita”. O marroquino foi à linha de fundo, centrou atrasado e Jonas fazia o “bis” a três minutos do apito final.

O Benfica passa a somar 52 pontos na tabela classificativa e chega ao clássico, no dia 12 de fevereiro, extremamente motivado.

O Sport Lisboa e Benfica alinhou com Júlio César; André Almeida, Jardel, Victor Lindelöf, Eliseu (Sílvio, 69’); Samaris, Renato Sanches, Pizzi (Carcela, 79’), Gaitán; Jonas e Mitroglou (Talisca, 83’).

Fonte: SLB

Fotos Aqui

Ficha de Jogo Aqui

publicado por Benfica 73 às 09:36

Fevereiro 03 2016

Numa espécie de vingança por ter trazido Jorge Jesus da Luz para Alvalade, o Benfica confirmou esta terça-feira a chegada de André Carrillo ao clube. O peruano, em final de contrato com os 'leões', depois de um longo impasse para renovar, assinou pelas 'águias' até 2021 e esta quarta-feira, A Bola, dá os primeiros detalhes dos milhões que irá receber de 'vermelho'.

Porém, interessa antes recuperar que o Sporting terá tido uma proposta de 12 milhões de euros para vender o jogador durante o defeso. A oferta foi rejeitada. Em Alvalade acreditava-se no potencial do jogador e na possibilidade de renovar com o clube. O atleta tinha uma cláusula de rescisão de 30 milhões de euros e a ideia era ser ainda mais valorizado.

Porém, entre o 'sim' e o 'não', Carrillo optou pela via da saída e, face ao processo disciplinar de que é alvo pela SAD 'verde e branca', decidiu que o melhor para a sua carreira seria trocar para o clube rival dos 'leões'.

Agora, oficializada a partida, sabe A Bola que o jogador irá auferir um salário de 4 milhões de euros brutos por temporada, o que, na prática, quererá dizer que levará para casa cerca de 2 milhões de euros.

Além disso, há que juntar a este valor os 2,5 milhões de euros encaixados com a assinatura do contrato, sendo que o atleta chegará a custo zero à Luz.

Por último, há que referir que o internacional sul-americano esteve também nas cogitações do Atlético Madrid, mas as boas relações entre a Luz e Madrid terão feito cair a possibilidade de representar o clube da capital espanhola, optando assim por assinar pelos 'encarnados'.

Fonte: Noticias ao Minuto

publicado por Benfica 73 às 08:53

Fevereiro 02 2016

A menos de duas semanas do Benfica-FC Porto, Rui Vitória conta com duas (grandes) dores de cabeça para o jogo que poderá ser decisivo na luta pelo título.

Lisandro López, que teve de ser substituído na última partida, frente ao Moreirense, após sofrer uma lesão muscular na coxa direita, pode ficar afastado dos relvados durante duas semanas.

O central argentino sabe que irá falhar a deslocação ao Restelo, para a 21ª jornada da I Liga, e a receção ao Sporting de Braga, para as meias-finais da Taça da Liga, ficando, por enquanto, em dúvida para o clássico.

Também Eliseu está em risco de não defrontar o FC Porto, embora por outras razões. O internacional português leva quatro cartões amarelos esta temporada – frente a Sporting de Braga, Vitória de Setúbal, União da Madeira e Nacional – pelo que, se for novamente admoestado na próxima jornada, frente ao Belenenses, ficará automaticamente afastado do jogo com os ‘dragões’.

Fonte: Noticias ao Minuto

publicado por Benfica 73 às 10:16

Fevereiro 01 2016

capture-20160201-085614.png

 

Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas, em Moreira de Cónegos, a receber esta noite de domingo a 20.ª jornada da Liga NOS. Volvidos seis dias da goleada (1-6) imposta para a Taça da Liga, os mesmos intervenientes mediram novamente forças, agora para um objetivo bem diferente.

Os treinadores anteviram, à partida, um desafio completamente distinto, com rostos diferentes… certo é que houve nova goleada (com números mais singelos), e a superioridade dentro das quatro linhas bem como os três pontos de novo triunfo pertenceram ao mesmo protagonista… o SL Benfica!

 

Entrada mais calculada e calculista, o último confronto estava ainda muito presente e, aos 4’, lance muito polémico na área do anfitrião. Jardel é claramente agarrado e impedido de discutir o lance… mas Manuel Oliveira mandou jogar, negando uma grande penalidade óbvia.

Aos 6’, Pizzi, em grande forma, remata forte e dá o mote para o que seguiria. Boa combinação do coletivo, Samaris abre para o camisola 21 – na direita - cruzar com conta peso e medida para o coração da área onde apareceu o suspeito do costume – Jonas - a cabecear para 0-1, para delírio dos milhares de Benfiquistas que fizeram do Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas um “mini” Estádio da Luz!

Os comandados de Miguel Leal bem tentaram responder, mas na baliza dos “encarnados” mora um enorme Júlio César que, aos 23’ e 37’, disse não a Iuri Medeiros.

Em cima do intervalo, o 0-2, com um xadrez perfeito do Futebol do Bicampeão! Abertura de Renato Sanches a rasgar a esquerda, Eliseu em esforço não desiste e, no limite da linha final, cruza para um golaço de Mitroglou que, de primeira, “fuzila” Stefanovic.

 

Personalidade e Futebol bonito!

Segunda metade com menos oportunidades, mas com o Benfica, sempre por cima, a gerir em qualidade e a firmar a sua ambição.

Minuto 67’ e mais um desenho perfeito do coletivo de Rui Vitória. Jardel oferece a Pizzi, e o médio luso, de bandeja, serve Jonas para o 0-3. O brasileiro bisou no jogo e já são 21 os golos apontados na I Liga, a piscar o olho à Bota de Ouro…

Por falar em desenho perfeito… minuto 75’, futebol em velocidade e ao primeiro toque, agora com o “artilheiro” a oferecer o 0-4 a Gaitán que, com uma trivela mágica, sentencia a conquista de mais três pontos inequívocos.

Já em tempo de compensação, Iuri Medeiros, faz o golo de honra dos locais: 1-4! 

Nota ainda para uma grande penalidade cometida sobre Jonas que Manuel Oliveira deixou passar em claro….

Com este resultado, o Bicampeão mantém-se no 2.º lugar da tabela classificativa, somando agora 49 pontos (16V1E3D), com 54 golos marcados e 14 sofridos.

O SL Benfica alinhou de início com Júlio César; Eliseu, Jardel, Lisandro (Lindelof, 59’) e André Almeida; Samaris (Talisca, 80’), Renato Sanches, Pizzi e Gaitán, Jonas e Mitroglou (Raúl, 72’).

Segue-se nova deslocação, bem mais curta, até ao Restelo para as contas da 21.ª ronda da Liga NOS! Belenenses e SL Benfica têm encontro marcado para as 20h30 da próxima sexta-feira, dia 5 de fevereiro e o objetivo é só um: vencer!

Fonte: SLB

Fotos Aqui

Ficha de Jogo Aqui

publicado por Benfica 73 às 08:21

Janeiro 21 2016

O Benfica está muito preocupado com as consequências financeiras e desportivas resultantes do mau comportamento de alguns adeptos.

Fonte do clube ouvida por A BOLA lembra os graves prejuízos que os encarnados têm tido e poderão vir a ter, apelando por isso ao bom senso:

«Os adeptos têm de ser sensíveis aos custos e consequências disciplinares que este tipo de comportamentos representam para o Benfica.»

O Benfica, recorde-se, está na `lista negra´ da UEFA, por comportamento incorreto dos adeptos nos jogos europeus, com o expoente máximo do uso de material pirotécnico a ser registado na visita ao Atlético Madrid.

«O grau de tolerância vai diminuindo. Estamos sob vigilância da UEFA e qualquer deslize vai levar à interdição da Luz. Com o Zenit, já não é só a questão pirotécnica que nos preocupa, mas também qualquer incidente que possa ser interpretado como manifestação racista», alertou o representante das águias.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 12:54

Janeiro 17 2016

capture-20160117-090510.png

 

Bancadas bem preenchidas no estádio António Coimbra da Mota. Adeptos Benfiquistas em maioria a demonstrarem que acreditam na equipa e que estão no melhor momento do Sport Lisboa e Benfica na temporada, que alcançou, este sábado, a quinta vitória consecutiva no Campeonato.

Corresponderam os jogadores à flor da relva com uma entrada a “todo o gás”. À passagem do minuto quatro, Pizzi atirou por cima, bem perto da baliza do Estoril. Pouco depois, aos sete minutos, Jonas atirou ao poste e Carcela, na ressaca, rematou à malha lateral.

 

No minuto seguinte, André Almeida trabalhou bem na área e disparou para defesa de Kieszek. Só dava Benfica na Amoreira, mas faltava o golo. Esse apareceu aos 11’, mas na baliza do Benfica. Contra a corrente, Leo Bonatini desviou um cruzamento de Anderson Luís para o 1-0.

À adversidade respondeu o Benfica com mais uma oportunidade clamorosa. Passe de Jonas para Raúl Jiménez, que aproveitando uma falha defensiva do Estoril, esteve perto de empatar.

Apesar de ter mais posse de bola, a verdade é que as “águias” sentiam dificuldades nas transições defensivas e não raras vezes o contra-ataque da formação da casa punha os da Luz em sentido. Com o passar dos minutos, o Benfica subiu as linhas, optou por uma pressão alta na primeira zona de construção do Estoril, que perdeu capacidade ofensiva.

O cerco à área adversária ia dando golo de Jonas num cabeceamento perigoso aos 41 minutos. Ao intervalo, o Benfica saía a perder.

 

Mitroglou virou o desafio

Tal como no início da partida, no reatamento o Benfica “encostou às cordas” um Estoril incapaz de travar a avalanche ofensiva. Rui Vitória mexeu no jogo ao intervalo, colocando Mitroglou no lugar de Raúl Jiménez.

Do banco, o grego trouxe o golo aos 52 minutos. O camisola 11 trabalhou bem na área após um cruzamento de André Almeida. Aos 65 minutos, lance muito caricato na Amoreira. Pizzi, Kieszek e a defensiva estorilista não afastaram o esférico que caprichosamente se dirigiu para a baliza. As imagens não elucidam totalmente, mas fica a ideia de que a bola ultrapassou completamente a linha de golo.

Havia cada vez mais Benfica no António Coimbra da Mota e “remontada” deu-se aos 67’. Jonas assistiu Pizzi para um remate cruzado e colocado que deixou em êxtase os vários milhares de Benfiquistas que encheram as bancadas e nunca deixaram de apoiar a equipa.

Mitroglou virou o jogo do avesso. Forte na área, o grego era uma dor de cabeça como aos 73’ em que ofereceu a Jonas a oportunidade do 1-3. Kieszek negou!

Dois minutos depois, jogo interrompido pelo facto de alguns holofotes na bancada central se terem apagado; retomou volvidos três minutos. AS “águias” estavam sempre mais perto do 1-3 do que sofrer o empate, como atesta o cabeceamento de Jardel aos 85’.

 O Benfica segue no 2.º lugar com 43 pontos e na terça-feira enfrenta o Oriental para a Taça da Liga.  

O SL Benfica começou com Júlio César; André Almeida, Lisandro, Jardel, Eliseu; Fejsa, Renato Sanches, Pizzi (Talisca, 88’), Carcela (Gonçalo Guedes, 90'+5); Jonas e Raúl Jiménez (Mitroglou, 45’).

Fonte: SLB

Fotos Aqui

Ficha de Jogo Aqui

publicado por Benfica 73 às 09:02

Janeiro 15 2016

O castigo imposto pela FIFA ao Atlético Madrid - o clube espanhol só pode inscrever novos jogadores no verão de 2017 - deixou a SAD do Benfica em alerta, segundo pode ler-se em A BOLA.
O extremo argentino encontra-se na agenda do Atlético Madrid há algum tempo, sendo um dos jogadores que o treinador Diego Simeone mais admira.
O Atlético tem, assim, até dia 31 para fazer uma proposta por Gaitán. Senão... só daqui a ano e meio.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 10:45

Janeiro 05 2016

Foi a 5 de janeiro de 2014, faz esta terça-feira dois anos, que o futebol português recebeu uma das suas mais tristes notícias: Eusébio, o king, tinha morrido, deixara-nos para sempre, ascendera à eternidade.

A marcar a efeméride, o Benfica, clube de sempre do pantera negra, vai homenagear o ídolo, primeiro no Panteão Nacional, onde estão os restos mortais de Eusébio e onde, pelas 14.45 horas, será depositada uma coroa de flores, e depois, na Igreja do Seminário da Luz, às 19 horas, onde será rezada uma missa pelo padre Delmar Barreiros.

Nas duas cerimónias, as águias estarão representadas pelo vice-presidente Alcino António, pelo vice da Assembleia-Geral Virgílio Duque Vieira e pelo presidente do Conselho Fiscal, Nuno Afonso Henriques.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 09:26

Janeiro 04 2016

César foi cedido ao Flamengo depois de uma experiência menos bem sucedida no Benfica, mas o central brasileiro não perdeu a esperança de vingar com a águia ao peito e promete regressar para voltar.

“Vou conseguir mostrar que tenho condições para jogar na Luz. Não me arrependo de ter ido para o Benfica, pois foi muito bom a nível profissional. Hoje sou visto com outros olhos. A exigência tática é muito maior e precisamos de mudar o jeito de jogar. Também tive uma lesão que atrapalhou, mas na próxima época espero mostrar que tenho condições”, disse, segundo dá conta o Record.

O central de 23 anos destacou a amizade que mantém com Luisão e Jarde, seus companheiros de setor, realçando a sua importância na sua integração no clube da Luz.

“Ele foi muito importante, pois, tal como o Jardel, acolheu-me e disse-me o que o técnico esperava de mim. É complicado um jovem chegar a um novo país e o Luisão fez com que me sentisse da família”, confessou, recordando depois os clássicos como jogos de elevada pressão.

“Defrontei o FC Porto [vitória por 2-0] e aqui joguei contra o Fluminense e o Vasco da Gama. Para mim o que pesou mais foi o desafio com o FC Porto, pois quando entrei no Dragão para render o Luisão até senti um frio na barriga. O estádio estava cheio, pois as duas equipas disputavam o título. Os clássicos aqui são fortes, mas em Portugal a pressão é maior”.

Fonte: Noticias ao Minuto

publicado por Benfica 73 às 10:45

Janeiro 03 2016

capture-20160103-065452.png

O Sport Lisboa e Benfica viajou este final de tarde de sábado até à Cidade Berço onde, numa partida relativa à 15.ª jornada do Campeonato Nacional, defrontou o Vitória de Guimarães.

O encontro no Estádio D. Afonso Henriques assinalou o regresso de Rui Vitória a Guimarães e também o regresso do SL Benfica ao palco onde festejou a conquista do Bicampeonato na temporada transata.

 

Na antevisão ao primeiro desafio de 2016, os treinadores não se enganaram, perspetivando uma luta interessante e complicada para ambas as formações… e assim aconteceu!

Sem Samaris – castigado – e como principal destaque o regresso de Gaitán diretamente ao onze de Rui Vitória, os “encarnados” – cientes da importância dos três pontos – entraram em campo com uma postura ambiciosa e aguerrida.

Do outro lado, o 9.º classificado, orientado por Sérgio Conceição e em claro crescendo, respondeu da mesma moeda, situação traduzida numa primeira metade muito intensa, disputada até aos limites e com algumas situações de golo.

Carlos Xistra, no dia em que fez 42 anos, teve tarefa complicada, com os cartões a saírem do bolso do juiz da AF Castelo Branco em diversas ocasiões face às muitas faltas e à agressividade excessiva por parte dos atletas vimaranenses… uma constante na partida!

O SL Benfica teve mais oportunidades, mais remates, mais posse de bola… mas a “redondinha” não quis entrar!

Destaque para os minutos finais dos primeiros 45 minutos. Depois de Licá (34’) ameaçar, os “encarnados” carregaram com tudo e, não fosse o guarda-redes Miguel Silva a mostrar serviço, as “águias” teriam ido para o descanso em vantagem, com Jonas a dispor de três boas ocasiões consecutivas para marcar.

 

O “miúdo” Renato Sanches resolveu!

Segunda metade a começar com mais velocidade, ritmo intenso, muita vontade e as quezílias a manterem-se!

Desafio mais aberto, com os jogadores a jogarem muitas vezes mais com o coração do que com a cabeça… e as oportunidades de golo começaram a surgir com maior frequência, com Pizzi (65’ e 69’) em plano de evidência, depois de um bom reinício dos anfitriões a que Júlio César correspondeu.

Aos 74’, finalmente, o golo do Bicampeão! Na sequência de um livre, a bola sobra para Renato Sanches que, à primeira vê a bola embater na muralha de jogadores adversários, mas não desiste e, à segunda, remata forte e colocado para mais um golaço!

Um golo pleno que raça e que valeu três pontos muito importantes nas aspirações do grupo, face a um janeiro em que enfrentará em ciclo exigente de oito jogos em somente 30 dias.

Com este resultado, o SL Benfica ocupa a 3.ª posição da tabela classificativa, soma 34 pontos, fruto de 11 vitórias, um empate e três derrotas, com 35 golos marcados e dez sofridos.

O SL Benfica alinhou de início com Júlio César, André Almeida, Jardel, Lisandro, Eliseu; Fejsa, Pizzi, Renato Sanches, Gaitán (Carcela, 67’); Raúl (Cristante, 88’) e Jonas (Mitroglou, 90+1’).

O Bicampeão torna a entrar em ação já na próxima quarta-feira, com o regresso ao Estádio da Luz, no primeiro jogo do ano 2016 em casa. O adversário é o Marítimo, numa partida referente à 16.ª jornada da Liga NOS, agendado para as 19h00.

Segue-se uma viagem à Pérola do Atlântico, marcada para o próximo domingo, dia 10 de janeiro. O SL Benfica defronta, no Estádio da Madeira, a formação do CD Nacional. Esta partida é alusiva à 17.ª ronda da Liga NOS e tem apito inicial às 20h30.

Fonte: SLB

Fotos Aqui

Ficha de Jogo Aqui

publicado por Benfica 73 às 10:46

Dezembro 30 2015

cats.jpg

publicado por Benfica 73 às 10:35

Dezembro 28 2015

O negócio do FC Porto com a MEO apanhou desprevenido muitas pessoas, mas o Benfica não foi uma dessas entidades, dá conta o Record.

Na altura em que o emblema da Luz anunciou o acordo com a NOS, Luís Filipe Vieira garantiu que este viria a ser uma referência para os outros clubes e a verdade é que foi mesmo. Prova disso foi o acordo anunciado com o FC Porto.

Os ‘encarnados’ ficam a ganhar com a parceria com o FC Porto, uma vez que o acordo assinado com a NOS prevê um aumento de 10% dos valores envolvidos no caso de os rivais superarem o seu acordo.

Apesar disso, ainda reina a dúvida acerca dos valores envolvidos na venda dos direitos televisivos, pois ainda não foram divulgados os montantes quer no caso do Benfica, quer no do FC Porto.

Fonte: Noticias ao Minuto

publicado por Benfica 73 às 09:57

Dezembro 15 2015

Nolito, extremo que representa o Celta, mas que já foi do Benfica, garante esta terça-feira à imprensa espanhola que vai renovar pelo clube. O atleta é bastante cobiçado em Espanha, mas não esquece o seu passado, nomeadamente a passagem pelo estádio da Luz.

Em declarações ao jornal A Marca, o extremo explica que o salto da equipa B do Barcelona para um 'grande' foi importante para a sua carreira, até porque foi em Lisboa que ganhou maturidade e aprendeu a trabalhar mais para ter a sua oportunidade de brilhar.

“Cresci como homem e jogador no Benfica. No ano e meio que lá estive ganhei maior maturidade. Quando não jogava trabalhava mais duro ainda, não baixava os braços e não vinha abaixo. Pensava constantemente naquilo em que estaria a falhar para ter sucesso e muitas vezes ficava mais uma hora no treino e repetia o mesmo exercício 20 vezes”, afirmou Nolito.

“Passei de jogar no Barcelona B para vir jogar num grande de Portugal, onde partilhei o balneário com jogadores como Saviola ou Aimar… Era espectacular. Isso fez com que melhorasse”, terminou.

Fonte: Noticias ao Minuto

publicado por Benfica 73 às 11:45

Dezembro 14 2015

David Luiz.jpg

O central David Luiz confessou, em entrevista a um jornal francês, que escondeu uma lesão de Luís Filipe Vieira, em 2007, para poder assinar pelo Benfica.

«Devia ter saído de Salvador a 30 de janeiro. O problema é que o meu passaporte estava em São Paulo. Apanhei o voo para São Paulo e depois um outro para Lisboa, onde cheguei mesmo antes do fim do mercado para assinar, mesmo sem fazer exames médicos. Se tivesse chegado um dia mais cedo, como previsto, não teria assinado. Tinha uma pubalgia e mal conseguia andar. A 1 de fevereiro, quando fiz os exames, o médico ficou chocado. Isso foi escondido do presidente do Benfica», revelou o jogador brasileiro ao Journal du Dimanche.

David Luiz chegou ao emblema da Luz em janeiro de 2007, deixando o clube quatro anos depois para rumar ao Chelsea a troco de 25 milhões de euros.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 13:02

Dezembro 13 2015

capture-20151213-095417.png

O estádio do Bonfim recebeu a 13.ª jornada, com o jogo entre o V. Setúbal e o Benfica. Desde logo realce para a ausência de Gaitán, ausente do encontro devido a lesão contraída com o Atlético de Madrid, na última terça-feira.

Depois de, em Braga, Rui Vitória ter colocado a equipa a jogar num sistema de 4-5-1, na cidade das margens do Sado, o técnico optou pela tática que mais vezes tem usado esta época: 4-4-2, com Jonas e Mitroglou na frente de ataque.

O jogo começou vivo, muito disputado a meio-campo, com muita intensidade e com as duas equipas a tentarem surpreender através de transições rápidas. O primeiro sinal de perigo saiu mesmo do pé direito de Jonas aos sete minutos, com um remate de fora da área para defesa de Ricardo.

Com o passar dos minutos, o Futebol assentou e o Benfica tomou conta da posse de bola e acercou-se da área sadina. À passagem do minuto 20, de novo Ricardo em ação, com uma intervenção a um cabeceamento perigoso de Lisandro. A equipa da casa sentia dificuldades em sair da pressão alta exercida pelo Benfica e só raras vezes conseguiu apanhar a defensiva Benfiquista desprevenida como aconteceu ao minuto 25, com Suk a rematar ao lado após roubo de bola de André Horta a Samaris, que endossou logo ao coreano.

 

Havia cada vez mais Benfica no Bonfim e o golo acabou por surgir aos 35’. Passe de André Almeida para Pizzi, este bailou na área e rematou forte. Ficou a ideia de que Ricardo foi mal batido. Três minutos volvidos, novamente André Almeida no papel decisivo do último passe ao fazer um cruzamento com conta, peso e medida para a cabeça de Jonas. Estava feito o 0-2.

O jogo foi assim para o intervalo e no reinício, o Benfica esteve perto do 0-3! Rúben Semedo perdeu a bola, Jonas saiu isolado, Ricardo tapou-lhe os caminhos da baliza, o brasileiro passou para Mitroglou que rematou para as mãos de Ricardo (48’). Não foi neste lance, foi no seguinte. Jonas descobriu Mitroglou a fugir nas costas da defesa sadina e o grego, só com Ricardo pela frente, atirou a contar (54’).

 

Djuricic estreia-se e mexe com o jogo

Quando se esperava que o jogo ficasse mais tranquilo para os da Luz, eis que o V. Setúbal acordou. À passagem do minuto 58, Suk trabalhou bem na área, rematou, o esférico vai ao poste e na recarga Vasco Costa reduz. Estranhamente, o Benfica sentiu o tento sofrido e percebeu isso o conjunto da casa, que fez subir as linhas, exerceu maior pressão, com a bola a rondar a área “encarnada” nos minutos seguintes. O 2-3 esteve eminente aos 74 minutos, de novo, por Vasco Costa.

Antes deste lance parece ter ficado por marcar uma grande penalidade a favor do Benfica por falta sobre Djuricic.

O tento da tranquilidade surge aos 79 minutos. Djuricic arrancou até à área contrária, assistiu Gonçalo Guedes que não conseguiu marcar. A bola sobrou para Mitroglou que rematou ao poste. O esférico resvalou para Ricardo e entrou na baliza. Azar para o guardião sadino.

Uma vez mais, o V. Setúbal não se deu como vencido e aos 88’, Suk desviou para o 2-4, contudo insuficiente para evitar o desaire.

O Benfica alcança a quinta vitória consecutiva na Liga NOS e soma 27 pontos na classificação. O calendário Benfiquista fica acertado na 3.ª feira, às 21h00, com o U. Madeira.

O Sport Lisboa e Benfica alinhou com Júlio César; André Almeida, Lisandro, Jardel, Eliseu; Samaris, Renato Sanches (Fejsa, 80’), Gonçalo Guedes, Pizzi; Jonas (Djuricic, 69’) e Mitroglou (Raúl Jiménez, 87’).

Fonte: SLB

Fotos Aqui

Ficha de Jogo Aqui

publicado por Benfica 73 às 09:50

Dezembro 12 2015

No início desta semana, o Atlético Madrid veio a Lisboa para jogar com o Benfica, naquele que foi o último jogo da fase de grupos da Liga dos Campeões. Para além do encontro, as duas equipas aproveitaram para celebrar um acordo de cavalheiros, referente à formação de jovens.

A direção do Atlético Madrid esteve no centro de estágios do Seixal, local que deixou impressionados os responsáveis ‘colchoneros’, devido às instalações e os métodos de trabalho ali encontrados.

O acordo que ambos os clubes fizeram para o futuro regista o seguinte: O Atlético Madrid é sempre previligiado, no caso de mostrarem interesse num dos muitos jovens que evoluem no Caixa Futebol Campus. Já o Benfica também terá preferência sobre qualquer promessa que venha a despontar em Madrid.

Fonte: Noticias ao Minuto

publicado por Benfica 73 às 11:35

Dezembro 11 2015

Quando questionado por aquele que pode ser o próximo grande negócio do Benfica, Luís Filipe Vieira não quis tecer grandes comentários mas deu a entender que a parceria para a venda do naming do estádio da Luz pode ir mais além, do que aquilo que previa, e que pode também passar por investimento estrangeiro.

“No Benfica, todos os dias temos desafios. E para quem lidera este clube e sabe que tem Domingos Soares de Oliveira como CEO, tendo uma marca como o Benfica, as coisas não passarão só pelo naming. Hoje, e com a equipa que temos, o país é pequeno para a marca Benfica. Por isso, outros horizontes teremos”, referiu Luís Filipe Vieira na apresentação do acordo do clube ‘encarnado’ com a NOS.

Importa referir que o Benfica tem em mãos, segundo o jornal O Jogo, uma oferta de 10 milhões de euros por ano, da Yokohama, para a venda do naming do estádio da Luz, num acordo que pode ter a duração de 10 anos e render ao Benfica um total de 100 milhões de euros.

Fonte: Noticias ao Minuto

publicado por Benfica 73 às 09:54

Dezembro 10 2015

A transferência de Lisandro López para a Fiorentina de Paulo Sousa tem-se ‘arrastado’ durante o último mês, mas a imprensa italiana garante que a ‘novela’ estará perto de chegar ao fim.

O site Calciomercato revela que, pese embora considere os oito milhões de euros pedidos pelo Benfica um valor exagerado, a Fiorentina pretende fechar a contratação o mais rápido possível, até para evitar que a concorrência se acumule na reabertura do mercado.

Para o seu lugar, poderá chegar Victor Cuesta. O jornal Record noticia que o central argentino do Independiente é uma das hipóteses para suceder ao compatriota, embora Luís Filipe Vieira se mostre relutante devido à sua idade (27 anos).

Fonte: Noticias ao Minuto

publicado por Benfica 73 às 09:58

Dezembro 07 2015

O lançamento de petardos por adeptos do Benfica contra aficionados do Atlético de Madrid, durante o encontro da primeira jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões, ainda não foi esquecido.

Por isso mesmo, os 'encarnados' convidaram o jovem que acabou atingido por um petardo para estar presente no jogo desta terça-feira.

Segundo o jornal Marca, o jovem e o seu pai irão estar presentes no Estádio da Luz para assistir ao encontro entre Benfica e Atlético de Madrid.

Contudo, os adeptos dos ‘colchoneros’ recusaram o convite e decidiram assistir ao jogo em casa, na capital espanhola.

Fonte: Noticias ao Minuto

publicado por Benfica 73 às 10:52

Dezembro 05 2015

capture-20151205-101152.png

Noite fria no Estádio da Luz aquecida pelo bis de Jonas e pelo golo de antologia de Renato Sanches! Apesar de ser sexta-feira, o público apareceu nas bancadas – cerca de 35 mil espectadores – e não se cansou de apoiar o Sport Lisboa e Benfica frente à Académica, no jogo que abriu a 12.ª jornada.

A equipa da casa entrou dominadora e empurrou o adversário para o seu meio-campo, com uma troca assertiva da bola, privilegiando a posse ou através de transições rápidas para o ataque. O oponente, por seu lado, sentiu sempre dificuldades em sair a jogar fruto de uma intensa pressão sobre a bola, nomeadamente na primeira metade.

 

O assalto concreto à área estudantil dá-se aos 15 minutos através de uma “bomba” de Pizzi que sai pouco por cima (15’). O médio português estava em todas e aos 24 minutos, após um “slalom” impressionante, atirou para defesa de Trigueira.

O Futebol Benfiquista era perfumado e à passagem do minuto 34 houve oportunidade clamorosa para os da casa. Jonas trabalhou bem à entrada da área, descobriu Gaitán, que foi derrubado por Trigueira. Grande penalidade!... Que Jonas não desperdiçou. Estava feito o primeiro na Luz.

Antes do intervalo, Renato Sanches deu um ar da sua graça ao atirar por cima após uma boa jogada individual. Pouco depois, o jogo foi para o descanso com o SL Benfica na frente por 1-0.

Sem alterações no onze, o Benfica voltou do intervalo com a mesma vontade que já demonstrara nos primeiros 45 minutos. A Académica manteve a toada defensiva e de expectativa com que chegara a Lisboa.

Maior domínio das “águias” acabou por obrigar Ofori a fazer grande penalidade ao cortar com a mão um cruzamento de Eliseu para Mitroglou. Aproveitou Jonas para bisar na partida aos 69 minutos. Mesmo a vencer por 2-0, o Benfica não estava satisfeito. Queria mais e aos 78 minutos foi Mitroglou a tentar o golo após bom contra-ataque conduzido por Gaitán.

 

Golo Olímpico encerra noite

Esse mais apareceu aos 84 minutos e da melhor forma possível. Renato Sanches, o “miúdo” de 18 anos, do meio da rua, atirou uma “bomba” que se fixou na gaveta da baliza de Trigueira. Que golão! Estava feito o 3-0 e a estreia do camisola 85 a marcar pelas “águias”.

O Benfica soma agora 24 pontos na tabela classificativa e na terça-feira recebe o Atlético de Madrid, em jogo da fase de grupos da Liga dos Campeões.

O Sport Lisboa e Benfica alinhou com Júlio César; André Almeida, Lisandro, Jardel, Eliseu; Fejsa (Samaris, 67’), Renato Sanches, Pizzi (Gonçalo Guedes, 74’), Gaitán; Jonas e Mitroglou (Carcela, 80’).

Fonte: SLB

Fotos Aqui

Ficha de Jogo Aqui

publicado por Benfica 73 às 10:07

Dezembro 04 2015

O Benfica pode mesmo deixar sair Mehdi Carcela na reabertura do mercado de transferências em janeiro, se porventura aparecer uma proposta que satisfaça os responsáveis ‘encarnados’ e que cubra o dinheiro inicialmente investido na compra do internacional marroquino.

Até à data ainda não existem propostas, mas a SAD das ‘águias’ está aberta a negociar alguma possível oferta. Recorde-se que Carcela foi comprado esta época ao Standard Liège, por 4 milhões de euros.

Neste momento, o jogador marroquino realizou seis jogos de águia ao peito, enquanto foi apenas titular em um desses encontros. Esta situação não agrada aos responsáveis do Benfica, podendo até vir a piorar, tendo em conta que em janeiro, Salvio poderá estar recuperado e deixar Carcela ainda com menos espaço no plantel ‘encarnado’.

Fonte: Notias ao Minuto

publicado por Benfica 73 às 09:33

Dezembro 03 2015

O Benfica comunicou ontem, quarta-feira, ter chegado a acordo para a venda dos seus direitos televisivos. Os 'encarnados' passam a receber 40 milhões de euros por temporada.

O anúncio caiu esta quarta-feira que nem uma bomba. O Benfica vendeu os seus direitos televisivos por 10 anos. O valor? 400 milhões de euros, ou seja, 40 milhões de euros por temporada.

Esta quinta-feira, escreve A Bola que o Sporting e FC Porto ficaram a ver à distância o negócio com a NOS e sabe-se agora que 'dragões' e 'leões' juntos, por temporada, não chegam sequer a atingir os valores que passam a entrar, já na próxima temporada, nos cofres da Luz.

Os portistas recebem qualquer coisa como 16 milhões de euros por temporada no seu contrato com a PPTV/Olivedesportos, e os 'verde e brancos' 15 milhões, com um contrato com a mesma entidade. Os vinculos duram até 2018 e só aí poderão ser renegociados

Relembre-se que, em 2012, as 'águias' chegaram a rejeitar uma oferta por 22,4 milhões de euros, sendo que no relatório de 2014/15, onde se examinavam as contas 'encarnadas', o clube apresentou 34,6 milhões de receitas advindas do seu canal, o que retirando os custos da BTV – 11 milhões de euros – rendeu cerca de 23,5 milhões em proveitos.

Fonte: Noticias ao Minuto

publicado por Benfica 73 às 09:29

BENFICA 73
contador grátis
Fevereiro 2019
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
12
13
14
15
16

17
18
19
20
21
22
23

24
25
26
27
28


subscrever feeds
comentários recentes
Do You Need A Loan To Consolidate Your Debt At 1.0...
Here is a good news for those interested. There is...
Viva o BenficaSaudações de UMA TETRA
O apoio financeiro a indivíduosOlá,Você está preso...
Get a Loan Today At 3% Interest Rate, contact us a...
Boa tarde,Gostaríamos de dar a conhecer o novo sit...
Boa tarde,Será possivel obter o contato do adminis...
A nível de centrais, apesar dos 2 jovens da equipa...
Caro Benfica73, Rebocho é lateral esquerdo de raiz...
Eu aceitava nos seguintes termos, um milhão à cabe...
Esta gentinha que se governa do futebol, fala de m...
E qual é o valor da cláusula? Parece que o PC está...
Incrível como o site notíciasaominuto não sabe que...
Não terão começado já a tentar desestabilizar o Be...
Apesar de tudo e contra tudo e contra todos (ontem...
O Benfica tem uma estrutura psicológica muito fort...
ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃOVISTO NA NETE DEVE SER LIDO ...
OS PRÓPRIOS SPORTINGUISTAS LÚCIDOSE NÃO CARNEIROS ...
ACHO QUE MERECE JÁ UM POST, EM TODOS OS BLOGUES BE...
Com tal tirada sobre a falta de 'carácter', o padr...