Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

"Vai roubar lugar a Coentrão"

13.02.11, Benfica 73

Chegou à Luz a troco de uns "meros" 750 mil euros, mas a SAD fez questão de o blindar com uma cláusula de rescisão de 20 milhões. Aos 19 anos, Carole deixou o modesto Nantes rumo ao emblema da Luz e foi agora convocado pela primeira vez, para o jogo desta noite com o Guimarães, sendo alternativa a Fábio Coentrão. O internacional português irá deixar, tudo indica, a Luz no final desta época, mas o Carole não parece disposto a esperar para roubar o posto ao miúdo das Caxinas. Pelo menos, é essa a convicção de um dos seus empresários. "Certamente vai ocupar o lugar do Coentrão antes do final da época. O Carole é um bom jogador e tem uma grande margem de progressão. Tem todas as qualidades e características para ser um grande lateral no futuro", dispara Dietmar Wendorff, em declarações a O JOGO.

O agente FIFA está consciente de que não será tarefa fácil, mas ao mesmo tempo confia tanto no seu jogador que não prevê necessária a venda de Coentrão para ter o ex-Nantes no onze encarnado. "Veremos o que acontece, mas certo é que o Carole é um jovem de grande qualidade e vai evoluir muito", prossegue.

O internacional francês sub-21 só tinha chegada projectada à Luz para o arranque da próxima época, mas o processo acabou por ser acelerado. Afinal, o jogador já não tinha condições para seguir no Nantes - o clube gaulês continua em ebulição por causa da saída do canhoto - e Jorge Jesus congratulou-se igualmente por ter, desta forma, mais tempo para moldar o jogador.

O técnico não pediu ainda "nada em especial" ao jogador francês e procura encurtar o período de adaptação. "Ele tem-se esforçado muito nos treinos para mostrar a sua qualidade e isso ajuda na integração. Está muito contente. Está a jogar no Benfica! Isso é o mais importante. Se repararem, não é difícil perceber a felicidade de alguém que deixa um clube de segunda divisão de França para rumar a um clube de topo", concretiza Dietmar Wendorff, sem esquecer algumas... dificuldades nestas primeiras semanas de águia ao peito: "Neste momento, o Carole estará a sentir uma espécie de vazio em termos emocionais, no sentido em que tem de se adaptar a uma nova realidade. É uma vida nova. Tem de aprender a língua, adaptar-se à comida, aos ritmos de vida, à cidade, aos novos colegas, à exigência do clube, tudo... Mas é normal e ele já sabia que tinha de passar por isso."

Fonte: O Jogo

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.