Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

Jorge Jesus diz que o cargo de seleccionador nacional figura entre os seus objectivos para uma fase mais adiantada na carreira. «Ser seleccionador nacional é um objectivo, sou um nacionalista puro. No entanto, como treinador não é o que procuro neste

31.12.10, Benfica 73

Jorge Jesus diz que o cargo de seleccionador nacional figura entre os seus objectivos para uma fase mais adiantada na carreira.
«Ser seleccionador nacional é um objectivo, sou um nacionalista puro. No entanto, como treinador não é o que procuro neste momento, não está nos meus objectivos», refere o treinador do Benfica, em declarações à televisão do clube.
Orientar a equipa das quinas é um objectivo, mas a função de seleccionador, admite, não o entusiasma particularmente.

«Ser seleccionador não tem muito de treinador. É mais importante saber escolher os bons jogadores do que ser um bom treinador de campo. Falta a adrenalina e a paixão diárias», argumenta.
Elogios para Paulo Bento
Jorge Jesus considera que Paulo Bento foi uma escolha acertada para assumir o comando da Selecção Nacional.

«Demonstrou no Sporting que conhece a qualidade dos jogadores portugueses, soube escolher para a Selecção aqueles que, no momento, estavam melhor. Os jogadores identificaram-se com ele», comenta.

«Fiquei extremamente feliz por ter sido ele o escolhido, mas, acima de tudo, por ser um português», destaca.Jorge Jesus diz que o cargo de seleccionador nacional figura entre os seus objectivos para uma fase mais adiantada na carreira.

«Ser seleccionador nacional é um objectivo, sou um nacionalista puro. No entanto, como treinador não é o que procuro neste momento, não está nos meus objectivos», refere o treinador do Benfica, em declarações à televisão do clube.
Orientar a equipa das quinas é um objectivo, mas a função de seleccionador, admite, não o entusiasma particularmente.

«Ser seleccionador não tem muito de treinador. É mais importante saber escolher os bons jogadores do que ser um bom treinador de campo. Falta a adrenalina e a paixão diárias», argumenta.

Elogios para Paulo Bento
Jorge Jesus considera que Paulo Bento foi uma escolha acertada para assumir o comando da Selecção Nacional.
«Demonstrou no Sporting que conhece a qualidade dos jogadores portugueses, soube escolher para a Selecção aqueles que, no momento, estavam melhor. Os jogadores identificaram-se com ele», comenta.
«Fiquei extremamente feliz por ter sido ele o escolhido, mas, acima de tudo, por ser um português», destaca.

Fonte: A Bola