Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

O maior feito de Mourinho

28.05.10, Benfica 73

O Benfica vai ter um defeso conturbado. Porquê? Não sei, porque tem sempre um defeso conturbado. Se a última época correu mal é porque há instabilidade e não tem dinheiro para comprar jogadores. Como este ano fomos muito melhores será porque todos os dias nos vão querer comprar um jogador.

Com o Benfica é assim, tem sempre que haver notícia, ser verdade ou ser mentira é apenas um pormenor. Um jogador do Benfica é ou muito novo ou muito velho, ou inexperiente ou está em fim de carreira. Este facto fez de nós especialistas em ler nas entrelinhas, em distinguir o rumor da notícia, em separar a verdade e atoarda. Quando num mesmo dia nos vendem cinco jogadores do onze base, nós percebemos que tudo está a ser feito com juízo e que ninguém sabe nada daquilo que se passa e por isso têm necessidade de especular sobre tudo. Nessa altura percebemos que tirando as capas dos jornais tudo está calmo e tranquilo no futebol do Benfica.

A última conquista de Mourinho foi para mim a mais fantástica da sua carreira. Mourinho chegou ao FC Porto após três anos de secura azul e branca, pôs o FC Porto a jogar bem, mas a conquista da Liga dos Campeões, embora com mérito, beneficiou de um calendário irrepetivelmente fácil; no Chelsea que não ganhava um título há mais de 40 anos, com aquele dinheiro seria provável fazer bem, mas neste Inter que ganhava tudo em Itália como seria possível fazer melhor? O risco era perder, porque ganhar mais, só com um título europeu. Uma miragem num plantel envelhecido e de ambição questionada. Quando Mourinho ganha uma Liga dos Campeões eliminando Barcelona, Chelsea e Bayern para além de campeão, é-o batendo as melhores equipas do Mundo. Simplesmente fantástico. Eu não acreditava possível e julgo que foi o maior de todos os seus feitos (e são muitos). Ninguém tem sorte sempre, nem há acasos todos os anos. Mourinho é melhor, é melhor quase sempre e não é por acaso.

Autor: Sílvio Cervan

Fonte: Jornal A Bola