Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

Águia será reforço de Verão

21.12.10, Benfica 73

A SAD encarnada garantiu ontem, em comunicado oficial, que "irá tomar as medidas necessárias para que a águia volte a animar o Estádio da Luz a breve trecho", não tendo ainda, contudo, uma solução concreta para o problema criado pela saída conflituosa de Juan Barnabé (e a sua águia Vitória) do Benfica.

O JOGO antecipou-se e já descobriu que existem várias empresas e tratadores em Portugal capazes de colocar uma águia a dar, de novo, espectáculo na Luz, tal como fazia o espanhol Juan Barnabé. Ou seja, o Benfica tem alternativas para manter viva a sua mascote, mas terá de esperar alguns meses. Possivelmente só para a próxima temporada é que deverá ser possível ao clube encarnado recriar com outra águia, entretanto treinada para o efeito, o voo de Vitória.

"Serão precisos, pelo menos, três a quatro meses para colocar uma ave de rapina a funcionar num ambiente como aquele", declarou ontem, a O JOGO, Fernando Santos, secretário-geral da Associação Portuguesa de Falcoaria. "Primeiro será preciso treinar a águia para um programa mais geral de convivência com as pessoas. Só depois introduzi-la naquele ambiente específico que é um estádio de futebol, com muitas luzes e barulho. Repare-se que os animais também têm temperamento e humores", explicou.

"Isso não se faz de um pé para a mão. É um processo evolutivo que pode demorar até um ano. Isto não é matemática. Quanto mais rotinada a águia estiver, melhor sairá o espectáculo", disse, por sua vez, António Carapuço, gerente da empresa Volataria. A sua principal actividade é o afastamento de aves que são espécie-problema, por exemplo, nos aeroportos, mas têm também 12 falcoeiros especializados no treinamento de aves para demonstrações. "Estamos perfeitamente capacitados para o fazer", assegurou.

Solução tipo chave na mão - ou seja arranjar uma águia que, em Janeiro, pudesse já voar como a Vitória - é muito difícil, defendeu o mesmo responsável. "A não ser que descobrissem uma ave que já tivesse voado num ambiente similar", defendeu. Uma águia - refira-se a título de curiosidade - tem de ser comprada num criador para poder estar legalizada e custará sempre acima dos seis/sete mil euros, dependendo da espécie e da idade.

Fonte: O Jogo