Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

Que vergonha Benfica

25.11.10, Benfica 73

Quando as coisas não podem correr bem, correm mesmo mal.

O lance do golo do Hapoel foi um claro sinal do que esperava o Benfica até ao final do jogo. Cruzamento, cabeçada e a bola a ser desviada na nuca de David Luiz e… golo.

Mas o Benfica pôs-se a jeito. Na 1.ª parte, teve 11 cantos a favor e apesar de uma das suas especialidades ser os lances de bola parada a verdade é que tirou zero de vantagem dessas situações. Na 2.ª parte teve mais 10. Total: 21 No primeiro que teve, o Hapoel fez o 2-0.

Queixas da arbitragem? Há sim senhor. Kardec não estava fora-de-jogo quando assistiu Saviola para um lance de golo que foi anulado pelo árbitro por indicação do seu assistente.

Mas as queixas maiores tem o Benfica de si próprio, incluindo o seu treinador.

Não se percebe porque razão Jorge Jesus não apostou em Carlos Martins de início. A arma da meia distância não deveria ser desprezada em jogos em que muitas vezes a bola sobra para a entrada da área por força de um volume de jogo ofensivo que obriga o adversário a defender sempre perto da sua baliza.

Entrou já em fase de défice de confiança da equipa e procurou resolver as coisas sozinho. Também não ajudou.

Tal como nada acrescentou a prematura aposta no chuveirinho para Kardec e Cardozo. O paraguaio, ao contrário do que diz Jesus, não está a 100 por cento. É um jogador que precisa de tempo de competição para atingir bons níveis de performance.

Enfim, o Benfica foi uma desilusão. A Champions – grande objetivo no início da época -  já foi e a Liga Europa carece de confirmação na última jornada.

E agora? Que terramoto estará para acontecer na Luz?

Quem assume a responsabilidade por este fiasco?

Autor: António Magalhães

Fonte: Record