Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

Paços de Ferreira 1 - 3 Benfica

07.10.09, Benfica 73

 

Ao contrário do que alguns pensam, o Benfica tem uma grande equipa. Depois da derrota em Atenas, o Glorioso tinha pela frente uma deslocação sempre difícil na Mata Real. Para agravar a dificuldade do encontro, o Benfica não podia contar com Aimar, Di Maria e Maxi Pereira, ao serviço das suas Selecções, para os seus lugares Jorge Jesus fez entrar Rúben Amorim, Carlos Martins e Fábio Coentrão.


O jogo começou, e na segunda oportunidade de golo, David Luiz de cabeça marca o primeiro para o Benfica. Não podia ter começado melhor o jogo, em toda a primeira parte, o Benfica impôs um ritmo, uma pressão de tal maneira que os jogadores Pacenses pareciam nunca ter visto uma equipa assim. O segundo golo aparece num grande remate de Carlos Martins a uns bons 35 metros, remate potente com a bola a descrever um arco sem hipóteses para o guarda-redes. Para fechar a conta, Cardozo faz o terceiro golo através de um livre, que categoria.


Na segunda parte, o Benfica não foi o mesmo e também não precisava de o ser, bastava controlar. O Paços de Ferreira ainda reduziu mas sem capacidade para mais.


Quanto ao árbitro, tentou inclinar o campo na segunda parte, a favor do Paços assinalou as todas as faltas que existiram e as que não existiram. Já para o lado do Benfica, duas faltas escandalosas ficaram por marcar à entrada da grande área e um penalty sobre Cardozo.


Tenho para mim que se os adeptos do Benfica continuarem com os tsunamis nas bancadas, o rolo compressor irá continuar em campo a esmagar quem aparecer pela frente.