Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

Sem poupanças

27.10.10, Benfica 73

Primeiro ganhar ao Paços de Ferreira e só depois virar atenções para o encontro com o FC Porto. É este o pensamento do técnico Jorge Jesus e dos jogadores encarnados antes do início de uma semana que pode ser fundamental para as contas do título.

E neste contexto, o técnico não vai fazer qualquer tipo de poupanças no encontro com os castores, sexta-feira, embora quatro atletas que são habitualmente titulares estejam à beira da suspensão e se encontrem, por isso, proibidos de serem admoestados com o cartão amarelo.

Javi García, Luisão, Maxi Pereira e Carlos Martins formam o lote de jogadores que correm o risco de não defrontar o FC Porto, um encontro que se adivinha bem quente e que pode ter impacte no futuro dos campeões nacionais nesta Liga.

No entanto, e porque é proibido falhar diante do Paços de Ferreira, até para que a vantagem para os azuis e brancos não aumente ainda mais, Jesus pretende apresentar o onze mais forte, com todas as peças. A distância para a equipa de Villas-Boas já se cifra em 7 pontos e novo desaire poderia ser prejudicial antes do clássico da 10.ª jornada.

Jesus é um técnico conhecido por não fazer poupanças antes de jogos importantes e já na temporada passada aplicou esse método, curiosamente na partida diante dos dragões, referente à penúltima jornada. O Benfica chegava à cidade Invicta em primeiro lugar do campeonato e com o título praticamente nas mãos. Uma vitória ou um empate frente à formação azul e branca – que não aconteceu – dava lugar à conquista do cetro que já fugia desde a temporada 2004/05, na era de Trapattoni.

E para este encontro havia nada mais nada menos que seis jogadores que podiam falhar o último encontro do campeonato, com o Rio Ave, este sim que viria a ser crucial para as contas do título, depois da derrota no Dragão.

Nessa altura estavam em risco Amorim, Javi García, Di María, Aimar, Saviola e Coentrão. Muito se especulou se JJ iria fazer algum tipo de poupanças a pensar no encontro da última jornada que podia ser decisivo ou apenas de consagração. E só Amorim ficou de fora, não por precaução, mas devido a problemas físicos.

Com Aimar no banco, Javi, Di María, Coentrão e Saviola foram titulares diante dos portistas e só o camisola 30 não viu amarelo. Jesus arriscou e perdeu 3 jogadores para a partida com o Rio Ave, tal como se prepara para fazer agora.

Fonte: Record