Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

A classificação da Liga

02.12.13, Benfica 73

Em janeiro e fevereiro deste ano a direção do Record, liderada por Alexandre Pais, enfrentou a animosidade dos adeptos do Benfica, por causa da aplicação dos reais critérios de desempate ser favorável ao FC Porto, por ter empatado a dois golos no Estádio da Luz, enquanto a Liga do Dr. Figueiredo e de outros meios de comunicação atribuíam esse lugar ao adversário, observando apenas metade dos critérios de desempate.

 

Esta época, são os adeptos do Sporting a reclamarem por motivo idêntico. O Record nunca foi nem será um jornal seguidista ou acéfalo e considera o aditamento regulamentar uma aberração sem sentido. Se o campeonato terminasse hoje, o Benfica ficaria à frente, mas basta ao Sporting alcançar no Estádio da Luz um resultado melhor do que o 1-1 da primeira volta para esta ordem se inverter. Na classificação que publica todos os dias, o Record é, aliás, o único meio de comunicação que explica os critérios de desempate utilizados.

 

E estes são os que se utilizam em todos os campeonatos europeus (à exceção do inglês) e nas competições da UEFA e da FIFA. Curiosamente, nesta altura, o Benfica está na situação exatamente inversa no seu grupo da Liga dos Campeões: podia ter ganhado por 10-0 em Bruxelas que nunca teria ultrapassado o Olympiacos. E, no grupo do Estoril na Liga Europa, entre o Friburgo e o Liberec, passa-se exatamente o mesmo: a melhor diferença de golos não basta aos checos para se classificarem à frente dos alemães.

 

O primeiro critério de desempate numa prova de futebol é o número de pontos somados: se por acaso Benfica e Sporting tivessem empatado os jogos de ontem, quem estaria no primeiro lugar da tabela seria o FC Porto, porque somou três pontos frente aos leões. Esta é a regra, invertê-la durante 29 jornadas para a reconhecer apenas no último dia é um erro de facto que um jornal com as responsabilidades do Record nunca deixará de denunciar e tentar corrigir. Sabemos que a Liga espera a melhor oportunidade para repor o bom senso no seu regulamento, anulando esta absurda cláusula de exceção, e devia, no seu site, elucidar os leitores de que a tabela provisória não corresponde aos critérios finais.

 

Enquanto isso não acontecer, Portugal é o único país do Mundo cujo campeonato tem duas classificações: uma provisória para 29 jornadas e outra definitiva para a 30.ª. Quanto a Record, desde sempre e para sempre, terá apenas uma, a que se aplica de igual forma a todos os concorrentes, todos os dias.

Fonte: Record