Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

Reforço do plantel em análise

09.10.10, Benfica 73

A SAD benfiquista está ainda a estudar a possibilidade de vir a proceder a alguns retoques no plantel na reabertura do mercado de transferências em Janeiro. Os dirigentes encarnados não consideram que exista essa necessidade premente, mas estudam as opções existentes no mercado de modo a manterem aquilo que pretendem que seja uma constante evolução qualitativa do conjunto de jogadores às ordens de Jorge Jesus.

Depois de investir cerca de 30 milhões durante o defeso, Luís Filipe Vieira também vê com bons olhos a hipótese de não efectuar mais gastos significativos com reforços. O que, contudo, não invalida que o Benfica não possa avançar para um negócio que surja como irresistível, até porque ainda há margem de manobra com os 47 milhões encaixados só com as vendas de Di María e Ramires.

A tónica continua a ser a mesma dos últimos anos, ou seja, procurar elementos preferencialmente jovens com margem de progressão e que possam significar retorno do investimento realizado. Premissas assentes na recentes aquisições de atletas como Di María, Cardozo, Gaitán, Ramires, David Luiz, Jara, Airton e Kardec, entre outros. Neste contexto, o mercado brasileiro e argentino continuam a figurar como alvos preferenciais dada a relação qualidade/preço e também o conhecimento profícuo que existe na Luz do futebol dos dois principais exportadores do futebol mundial.

Os dirigentes benfiquistas trabalham também já a pensar em 2011/12, não estando excluída a possibilidade de contratar, a curto prazo, reforços com vista apenas à próxima temporada. As saídas de David Luiz e Fábio Coentrão no final desta época são bastante prováveis, pelo que há a preocupação de encontrar, sem pressas, sucessores à altura, por forma a acautelar essa muito provável eventualidade. Lembre-se que no ano passado, o Benfica contratou Jara em Dezembro com vista já à actual temporada. Oportunidades de negócio que não se querem perder na Luz.

Fonte: Record