Setembro 09 2013
Desde 2007 que é assim: falar de golos do Benfica é falar de Óscar Cardozo, ponta de lança de 30 anos que após seis temporadas na Luz (esta é a sétima), conta 160 golos em 262 jogos oficiais, números que o consagram, na história do clube, como melhor marcador estrangeiro e décimo em termos absolutos.

As águias estiveram na iminência de perder o seu goleador, mas a novela iniciada a 26 de maio, na final da Taça de Portugal, na sequência do incidente com o técnico Jorge Jesus, conheceu ponto final a 26 de agosto, precisamente três meses depois, quando o jogador foi reintegrado no plantel principal, depois de alguns dias a trabalhar à parte no Seixal, para recuperar algum do tempo perdido, em termos físicos. E o parágrafo veio logo a seguir, a 31 de agosto, no derby de Alvalade, quando foi lançado em campo aos 50 minutos.

Desde então já passou mais de uma semana, e quando o Benfica entrar em campo para defrontar o Paços de Ferreira, no sábado, completam-se 15 dias desde o regresso do Tacuara aos relvados. Ou seja, a paragem competitiva, para os compromissos das seleções, revelou-se fundamental para reunir todas as condições necessárias para dar a Cardozo o que é de Cardozo: o estatuto de titular indiscutível e grande referência atacante da equipa. Mais: tudo leva a crer que tal aconteça já frente aos castores, com os adeptos encarnados presentes na Luz a terem oportunidade de assinalar o regresso a casa do jogador.

Se dúvidas ainda existissem quanto ao futuro de Cardozo, mesmo depois de reintegrado e utilizado em Alvalade, o encerramento do mercado de transferências colocou definitivamente uma pedra sobre o assunto, permitindo ao jogador a paz de espírito suficiente para mudar o chip e mentalizar-se que o presente é o Benfica, mesmo depois de um processo longo e desgastante que levava a crer que nada poderia ser como antes se Cardozo ficasse no clube. De cabeça limpa e bem melhor do ponto de vista físico, face ao trabalho que tem desenvolvido, o internacional paraguaio está pronto para fazer o que melhor sabe: golos.

Outro ponto importante da equação prendia-se com Jorge Jesus, ou melhor, com a relação entre Jorge Jesus e Cardozo. Inicialmente determinado em não voltar a trabalhar com o ponta de lança, o técnico de 59 anos também acabou por, com o tempo e a permanência do jogador, mudar o chip, na defesa do interesse coletivo. 

Não só aceitou de volta Cardozo, como promoveu mesmo o regresso do jogador à equipa, frente ao Sporting, uma semana depois da reintegração. Sinal evidente de que o que lá vai lá vai e que a relação treinador/jogador está normalizada, quiçá até fortalecida com o tempo de trabalho entretanto decorrido.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 11:19

BENFICA 73
Setembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
14

16
17
18
20
21

22
26
27
28

29
30


comentários recentes
Do You Need A Loan To Consolidate Your Debt At 1.0...
Here is a good news for those interested. There is...
Viva o BenficaSaudações de UMA TETRA
O apoio financeiro a indivíduosOlá,Você está preso...
Get a Loan Today At 3% Interest Rate, contact us a...
Boa tarde,Gostaríamos de dar a conhecer o novo sit...
Boa tarde,Será possivel obter o contato do adminis...
A nível de centrais, apesar dos 2 jovens da equipa...
Caro Benfica73, Rebocho é lateral esquerdo de raiz...
Eu aceitava nos seguintes termos, um milhão à cabe...
Esta gentinha que se governa do futebol, fala de m...
E qual é o valor da cláusula? Parece que o PC está...
Incrível como o site notíciasaominuto não sabe que...
Não terão começado já a tentar desestabilizar o Be...
Apesar de tudo e contra tudo e contra todos (ontem...
O Benfica tem uma estrutura psicológica muito fort...
ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃOVISTO NA NETE DEVE SER LIDO ...
OS PRÓPRIOS SPORTINGUISTAS LÚCIDOSE NÃO CARNEIROS ...
ACHO QUE MERECE JÁ UM POST, EM TODOS OS BLOGUES BE...
Com tal tirada sobre a falta de 'carácter', o padr...