Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

Ola John segue os passos de George Weah

25.06.13, Benfica 73
Ola John, extremo holandês do Benfica, está em grande destaque na edição deste domingo do diário espanhol Mundo Deportivo. 
Refere o jornal catalão que a seleção sub-21 holandesa, eliminada nas meias-finais diante a Itália, deveria ter chegado à final da competição, que acabou por ser ganha pela Espanha.

«A sub-21 da laranja tinha nomes de reconhecida qualidade, titulares na Liga holandesa e na Bundesliga, como Adam Maher, Tonny Trindade de Vilhena, Luk de Jong, Giorginio Wijnaldum, Marco van Ginkel, Kevin Strootman ou Jordy Clasie. Talvez, a boa notícia seja a confirmação de Ola John, o potente e versátil extremo do Benfica, que foi uma das revelações do torneio, pela sua velocidade, capacidade em fazer assistências e golos. A história de Ola John não foi fácil», revela o Mundo Deportivo, recordando a infância difícil do jogador, que chegou à Holanda aos dois anos, fugindo da guerra civil que «assolou a Libéria, o mesmo país que viu nascer George Weah, o primeiro Bola de Ouro africano. O pai de Ola John foi assassinado durante o conflito. (...) não voltou a ir a África até 2009, quando foi com a Holanda para participar no Mundial sub-20», descreve, que destaca a importância que Co Adriaanse, antigo treinador do FC Porto, teve na evolução do extremo. 

«Ola John é um jogador a ter em conta num futuro imediato, porque, de certeza, Van Gaal vai continuar a com ele». 
Contratado na época transata ao Twente, por cerca de nove milhões de euros, Ola John tem mais quatro anos de contrato com as águias e uma cláusula de rescisão cifrada em 45 milhões d euros.
Fonte: A Bola

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.