Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

Vítor Pereira admite erro no sistema de avaliação dos árbitros

20.06.13, Benfica 73
O presidente do Conselho de Arbitragem da Federação assume responsabilidade pelo sistema de avaliação dos árbitros que, tal como A BOLA noticiou na edição impressa desta quarta-feira, gerou «desconformidades» nas classificações. Processo será revisto antes do início da época 2013/14.

«As classificações que saíram dos árbitros de primeira categoria tiveram algumas desconformidades e alguns dados aritméticos que não estavam corretos. Foram os árbitros que nos fizeram chegar essas indicações e nós fomos fazendo correções. Para se aproximarem mais da realidade, as classificações serão corrigidas no mais curto espaço de tempo porque temos esta época desportiva a terminar e a próxima começa a 1 de julho. O mais tardar, até ao início da próxima temporada as classificações terão de ser validadas e os próprios quadros de árbitros, assistentes e observadores concluídos», disse Vítor Pereira em entrevista à Sport TV, frisando que as alterações a fazer no sistema de avaliação produzirão alterações «mínimas» na classificação dos árbitros na época 2012/13.

«Serão alterações insignificantes, quer no que diz respeito aos árbitros que estão no topo como nos que estão no final da classificação. Quer dizer que Paulo Batista vai mesmo descer? Quer dizer que a classificação ditou o que os números ditaram.»

Uma das alterações está relacionada com o número de jogos: «Vamos alterar a fórmula do processo classificativo de forma a que o número de jogos não tenha tanto ou nenhum peso na classificação. O desempenho será igual quer o árbitro faça 20, 30 ou 40 jogos. O Conselho de Arbitragem está em contacto com a APAF no sentido de encontrar uma solução confortável e considerada justa para todos.»

Por fim, Vítor Pereira assumiu responsabilidade no sistema de avaliação que gerou forte contestação entre os árbitros: «Não declinamos responsabilidades. Os líderes são para se assumirem nos bons e nos maus momentos. Como líderes deste setor, temos de assumir todas as responsabilidades dos processos.»
Fonte: A Bola