Maio 12 2013

Sábado, 20h30, o estádio do Dragão estava pronto para o jogo do título. O clássico da 29.ª jornada ditou uma derrota do Sport Lisboa e Benfica por 2-1, com o tento benfiquista a ser apontado por Lima. 

Na antecâmara realçar o facto de o autocarro do Clube da Luz ter chegado ao local de jogo sem ter sofrido qualquer incidente. Regista-se esse facto, atendendo que é algo raro aquando da visita do Benfica à cidade do Porto ou mesmo a outras localidades do Norte do País.

 

O jogo propriamente dito começou numa toada morna, o que surpreende pelo facto de o FC Porto jogar em casa e precisar de vencer para ter esperanças na conquista do ceptro. O Benfica, por sua vez, povoou o “miolo” com três homens, num 4-2-3-1 bem definido.

Num jogo que parecia atado, a primeira equipa a “desatar o nó” foi o Benfica. Aos 18 minutos, lançamento de linha lateral de Salvio, a bola sobrou para Garay, cujo remate encontrou Lima. O camisola 11 finalizou na pequena área. Estava inaugurado o marcador no Dragão e os benfiquistas presentes nas bancadas faziam-se ouvir.

 

Os “dragões” mantiveram-se na mesma postura. Apesar de terem mais bola, trocavam a bola de forma algo lenta, afunilando o seu jogo em Lucho ou em João Moutinho. Foi num rasgo para o flanco esquerdo que surgiu o empate. Varela cruzou, o esférico embateu em Maxi Pereira e traiu Artur (25’).

O tento sofrido não pareceu fazer mossa na formação orientada por Jorge Jesus e volvidos dois minutos, Lima, num livre directo, atirou forte, mas Helton, por instinto, afastou.

 

Registo, ainda na primeira parte, para o critério demasiado largo de Pedro Proença às entradas à margem da lei por

parte de Danilo e por não ter mostrado cartão amarelo a James Rodríguez a duas simulações a faltas inexistentes.

Ao intervalo, o empate a uma bola ajustava-se. Na segunda parte, a equipa da casa voltou a ter muitíssimas dificuldades em conseguir colocar o seu jogo e o Benfica mostrou ter o melhor meio-campo e controlou as incidências e os espaços.

Aos 81 minutos, falta a favor do Benfica, livre marcado por Cardozo, rasteiro a surpreender a barreira e quase a fazer o mesmo com Helton que sacudiu para canto. Três minutos depois, James Rodríguez, isolado, quase marcou, mas vista grossa do árbitro assistente, pois o colombiano estava em claro fora-de-jogo.

O tento da vitória e da injustiça foi apontado por Kelvin aos 90’+1. Desta forma, o Benfica mantém-se com 74 pontos, mas perde a liderança a uma jornada do fim.

O Sport Lisboa e Benfica alinhou com Artur Moraes; Maxi Pereira, Luisão, Garay, André Almeida, Matic, Enzo Perez, Salvio, Ola John (Aimar, 82’), Gaitán (Roderick, 66’) e Lima (Cardozo, 73’).

Fonte: SLB

Ficha de Jogo: http://www.abola.pt/jogodirecto/ficha.aspx?id=154103

 

publicado por Benfica 73 às 09:35

BENFICA 73
contador grátis
Maio 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9


23



comentários recentes
Do You Need A Loan To Consolidate Your Debt At 1.0...
Here is a good news for those interested. There is...
Viva o BenficaSaudações de UMA TETRA
O apoio financeiro a indivíduosOlá,Você está preso...
Get a Loan Today At 3% Interest Rate, contact us a...
Boa tarde,Gostaríamos de dar a conhecer o novo sit...
Boa tarde,Será possivel obter o contato do adminis...
A nível de centrais, apesar dos 2 jovens da equipa...
Caro Benfica73, Rebocho é lateral esquerdo de raiz...
Eu aceitava nos seguintes termos, um milhão à cabe...
Esta gentinha que se governa do futebol, fala de m...
E qual é o valor da cláusula? Parece que o PC está...
Incrível como o site notíciasaominuto não sabe que...
Não terão começado já a tentar desestabilizar o Be...
Apesar de tudo e contra tudo e contra todos (ontem...
O Benfica tem uma estrutura psicológica muito fort...
ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃOVISTO NA NETE DEVE SER LIDO ...
OS PRÓPRIOS SPORTINGUISTAS LÚCIDOSE NÃO CARNEIROS ...
ACHO QUE MERECE JÁ UM POST, EM TODOS OS BLOGUES BE...
Com tal tirada sobre a falta de 'carácter', o padr...