Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

Esquerda conservadora marcou pontos

21.09.10, Benfica 73

O dérbi não significou apenas a conquista dos 3 pontos e a consequente ascensão na tabela classificativa. Teve igualmente o condão de fortalecer a denominada ala esquerda conservadora da equipa da Luz, composta por César Peixoto (recuado) e Fábio Coentrão (adiantado).

Jorge Jesus surpreendeu anteontem ao conceder a titularidade a César Peixoto, de 30 anos, sacrificando Nico Gaitán. O imprevisto não se prendeu unicamente com a composição do flanco esquerdo, mas também com o facto de o treinador dos encarnados ter decidido adiantar o “miúdo” das Caxinas, de 22 anos, que anteontem assumiu o papel que na época transata estava destinado a Di María.

A dupla assinou uma boa exibição, constituindo um dos alicerces do êxito sobre o Sporting. Após a partida, Jorge Jesus, de 56 anos, enfatizou o quão agradado ficara com esta sociedade, mas aproveitou a embalagem para explicar que nem sempre iria apostar neste duo em simultâneo.

A razão é simples, esta ala esquerda conservadora será utilizada nos embates mais nivelados, ou seja, naqueles em que o adversário apresente mais e melhores argumentos a nível ofensivo.

E o que fica a ganhar o Benfica com estes dois jogadores em campo? Experiência (Peixoto apresenta 138 jogos na Liga, enquanto Gaitán soma apenas 3), rigor tático (o ex-FC Porto é um jogador essencialmente posicional, ao contrário do argentino de 22 anos) e poder de choque (César aguenta mais a “pancada” que Nico). Por outro lado, o adiantamento de Coentrão no terreno não retira ao conjunto a capacidade de explosão no último terço. Pelo contrário, o português transmite até mais acutilância que o sul-americano. Perde-se é um dos melhores laterais da Europa...

A ala esquerda radical é aquela que, certamente, mais agrada ao adepto comum, sempre sedento de goleadas e que só se apercebe da necessidade de resguardar a defesa quando... a equipa sofre um golo.

Este xadrez (re)coloca Coentrão no lado esquerdo da defesa, tendo sido, aliás, nessa posição que assegurou a presença no Mundial da África do Sul. Jorge Jesus chegou até a prognosticar, na época transata, que o esquerdino de Vila do Conde se iria tornar, a médio prazo, no melhor lateral-esquerdo do Mundo.

Nesta versão Fábio perde, obviamente, alguma liberdade ofensiva, dado que o companheiro que com ele preenche o flanco, Nico, não está muito talhado para missões iminentemente defensivas. E o que fica a ganhar o conjunto com a utilização da esquerda radical? Repentismo, velocidade e criatividade. A imprevisibilidade que lhe é conferida pela dupla Coentrão/Gaitán não é de todo desprezível quando se sabe perfeitamente que qualquer adversário tem a tendência para atuar bem “fechadinho” quando lhe surge pela frente o campeão nacional.

Fonte: Record

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.