Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

«O jovem não marca pelo Benfica desde 6 de outubro»

16.11.12, Benfica 73
O jovem avançado Rodrigo, 21 anos, deve ser titular esta noite, frente ao Moreirense, para a Taça de Portugal, encontro que lhe permitirá atingir os 50 jogos com a camisola do Benfica em todas as provas oficiais.
As presenças do hispano-brasileiro dividem-se por Liga (29 jogos/13 golos), Taça de Portugal (4/2), Taça da Liga (4/4) e provas da UEFA (12/1). 

A meia centena de jogos pelas águias já poderia ter sido alcançada em Vila do Conde, para a Liga, mas o camisola 19 acabou por não sair do banco de suplentes. 
No compromisso anterior, frente ao Spartak Moscovo, na Luz, para a Champions, foi titular mas cedeu o lugar a Cardozo, ao intervalo — o paraguaio acabaria por ser o herói da noite, ao apontar os dois golos da vitória encarnada (2-0).

Apesar de ter perdido algum protagonismo no ataque, face à forte concorrência de Cardozo e Lima, assim como ao bom entendimento que esta dupla tem revelado, Rodrigo quer sair da sombra e até tem sido elogiado e defendido por Jorge Jesus, na certeza de que os três atacantes vão rodar muitas vezes ao longo da temporada, consoante a estratégia definida para cada partida.
Para já, contudo, Cardozo é o mais utilizado (777 minutos), seguindo-se Lima (761), que passou precisamente Rodrigo (683) frente ao Rio Ave. 

As diferenças no tempo de jogo não são gritantes, é certo, mas o ex-Real Madrid quer aproveitar da melhor forma a oportunidade que hoje lhe será dada, até porque está moralizado pelo facto de, na terça-feira, com o golo apontado no particular com a Itália (3-1), ter deixado o nome gravado na história do futebol espanhol, alcançando Óscar Garcia como melhor marcador de sempre dos sub-21 do país vizinho, com 12 golos (em 10 jogos). 

Uma partida em que foi substituído aos 58 minutos, pelo que o desgaste físico não deverá ser problema.
A Taça de Portugal é uma competição da qual Rodrigo guarda boas memórias, pois foi nesta prova que marcou o primeiro golo com a camisola encarnada, precisamente na estreia como titular. 

Foi a 14 de outubro do ano passado, quando o Benfica venceu o Portimonense, no Algarve (2-0), para a terceira eliminatória. E voltaria a marcar na eliminatória seguinte, na Figueira da Foz, em casa da Naval (1-0).
Esta época, o jovem não marca pelo Benfica desde 6 de outubro, quando a equipa de Jesus recebeu e venceu o Beira-Mar (2-1), para a Liga. 
Um encontro em que Rodrigo também falhou uma grande penalidade. Desde então seguiram-se seis jogos em branco, mas em dois deles não alinhou (V. Guimarães e Rio Ave, ambos para a Liga). 

Foi titular, embora substituído, nos dois jogos com o Spartak, para a Champions, e suplente utilizado com Freamunde (Taça de Portugal) e Gil Vicente (Liga). 
Recorde-se que o pai e empresário do hispano-brasileiro, Adalberto Machado, afirmou anteontem que Rodrigo rende mais na posição nove, mais perto da baliza, como acontece na seleção e, sublinhou, não tanto no Benfica.

Sobre este tema Jorge Jesus pronunciou-se na conferência de Imprensa de antevisão do jogo com o Moreirense.
«A seleção espanhol joga só com um avançado, o Benfica joga com dois. Na seleção ele tem de jogar a 9, não há outro lugar para ele jogar. Ou melhor, também pode jogar a 11 e a 7, não seria a primeira vez. Mas aqui tem de jogar como primeiro ou segundo avançado, não foge a isso», declarou o treinador do Benfica.
Fonte: A Bola

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.