Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

Um negócio do outro mundo

02.11.12, Benfica 73
Um negócio do outro mundo para o Benfica. O clube da Luz pagou 50 mil euros ao Boavista por André Gomes, em 2011, e paga-lhe cerca de três mil euros por mês, um salário estipulado ao abrigo da renovação de contrato de junho de 2012. 
Um valor encontrado no último defeso, quando o futuro do médio português de 19 anos era apenas prometedor, mas que hoje parece perfeitamente obsoleto, face ao desempenho e importância que o futebolista conseguiu na equipa liderada por Jorge Jesus.
Quando assinou até 30 de junho de 2018 com os encarnados, André Gomes já era visto como uma aposta firme para um futuro próximo, mas os dois jogos mais recentes, Freamunde (4-0), para a Taça de Portugal, e Gil Vicente (3-0), para a Liga, tudo alteraram.

Mudaram a forma de pensar dos benfiquistas, mudaram a forma de pensar do treinador Jorge Jesus e mudaram a forma de pensar de Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica e da SAD encarnada.
Neste momento, é unânime a ideia de que está ali um diamante para guardar e trabalhar já no presente. E a primeira grande medida de proteção ao futebolista passa precisamente por subir-lhe significativamente o salário, dado que André Gomes é um dos mais mal pagos do plantel principal. 

Um ordenado de sensivelmente três mil euros mensais poderia estar enquadrado nos vencimentos da equipa B, mas o médio está a descolar desse grupo e a conquistar um espaço decisivo no plantel principal, pelo que encontra agora jogadores de outro patamar financeiro.
A ideia da SAD benfiquista passa, pois, por aumentar-lhe o salário de maneira a fazer justiça face ao contributo presente e esperado do jogador já esta temporada e ao mesmo tempo acautelar o futuro, com uma cláusula de rescisão que deve subir dos 30 e para os 40 ou 50 milhões de euros, à imagem dos valores que protegiam Javi García (30 milhões) e Witsel (40 milhões, precisamente aquilo que foi pago pelo Zenit).
Com contrato até 2018, o Benfica estará acautelado em termos de duração do vínculo, mas essa matéria ainda poderá ser discutida no momento da formalização do novo acordo.
Fonte: A Bola

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.