Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

«Não deixem de acreditar em nós» - Cardozo - Entrevista Completa

18.09.10, Benfica 73

O avançado paraguaio manifesta-se seguro na recuperação do Benfica no campeonato, revela que os jogadores se sentem frustrados com as arbitragens, insiste no pedido de desculpa aos adeptos pelo gesto infeliz no jogo com o Hapoel, promete fazer tudo para continuar a merecer o apoio e carinho. E lança um apelo ao público encarnado...

Vem aí mais um derby. Como se sente na véspera de um jogo importante e qual a expectativa da equipa?
Naturalmente que queremos ganhar, é essa a vontade e a expectativa de toda a equipa. Não é apenas por ser o Sporting, mas sim porque temos de recuperar os pontos que perdemos. Continuamos a acreditar que podemos acabar o campeonato em primeiro, esse é o pensamento de toda equipa e, se nos deixarem, vamos dar a volta a este mau arranque.

Este jogo surge num momento delicado para o Benfica. De que forma está a equipa a preparar-se e o que espera o Cardozo fazer no derby?
Não há nenhuma preparação especial, é evidente que é sempre um jogo com uma carga emocional diferente, mas o plano de trabalhos não sofreu alteração. Se for opção do treinador para o jogo espero poder contribuir para a vitória, marcando ou não, o importante é ganhar. Marcar, neste caso, é secundário.

Acredita que uma vitória sobre o Sporting pode lançar, definitivamente, o Benfica no caminho para a revalidação do título?
Acredito que as vitórias trazem confiança e pontos, sejam contra o Sporting ou contra qualquer outra equipa e, portanto, a nossa vontade é ganhar e a nossa ambição continua a ser revalidar o título.

Como lidou a equipa com os resultados e outras contrariedades nesta época?
Quando se trabalha com seriedade nunca se perde o optimismo, mas é evidente que não era este o início de época esperado. Mas a equipa está consciente das dificuldades, está unida e vai continuar trabalhar para voltar o mais depressa possível ao topo da classificação.

Quais as razões que encontra para o mau começo de época do Benfica?
O treinador já identificou algumas, os adeptos sabem de outras. Enfim, há varias razões, mas o mais importante é olhar para o futuro e manter a esperança de que podemos dar a volta a esta situação.

 

O atraso do Benfica no campeonato ainda é recuperável?

Claro que é, mas é evidente, como já disse, que a margem para errar ficou mais pequena. Mas ainda faltam 26 jogos. A fé é última coisa a morrer, todos no balneário acreditamos que é possível atingir os nossos objectivos.

 

O que pode dizer aos adeptos que podem estar menos crentes?

Que não deixem de acreditar em nós, que temos espírito de sacrifício, qualidade e muita vontade para dar a volta ao mau início de época e que queremos retribuir todo o carinho que nos têm dado.

 

O Benfica manifestou-se contra algumas arbitragens na Liga. O que sentem os jogadores?

Acima de tudo frustração, mas creio que são vocês que devem dizer se o Benfica tem, ou não, razões de queixa e pelo que li nos jornais a seguir a determinados jogos não há grandes dúvidas, mas o nosso papel é jogar. Repito, estamos unidos e acreditamos nas nossas capacidades. Em relação ao que se passa fora de campo, confiamos no presidente, ele sabe aquilo que é melhor para a equipa.

 

Marcou cinco golos na pré-época. Como explica ter marcado apenas dois em jogos oficiais?

As estatísticas valem o que valem, mas a história de cada jogo é diferente do jogo a seguir. Repito, gosto de fazer golos, tento fazê-los, mas o mais importante é a equipa ganhar, seja com golos meus ou dos meus colegas.

 

Falhou um penalty contra a Espanha, no Mundial. Até que ponto esse momento marcou a sua carreira?

É evidente que é um momento que, infelizmente, nunca vou esquecer, mas só falha quem tem de assumir a responsabilidade de marcar. Eu assumo as minhas responsabilidades, sempre foi assim, claro que gostaria de o ter marcado, talvez a história do jogo tivesse sido diferente, mas não vale a pena ficar a olhar sempre para trás.

 

Vai continuar a marcar penalties no Benfica?

Se essa for a opção do treinador e se marcarem penalties a favor do Benfica [risos].

 

Acredita que ainda pode voltar a ser o melhor marcador da Liga?

Claro, se ainda podemos ganhar o campeonato, porque não revalidar o título de melhor marcador. Mas esse não é o meu primeiro objectivo, ser campeão, sim!

 

O incidente com os adeptos no jogo com o Hapoel, para a Liga dos Campeões, já está ultrapassado?

Tive oportunidade de esclarecer e pedir desculpa aos adeptos no final do jogo. Foi um momento infeliz do qual estou sinceramente arrependido. Os adeptos sempre me acarinharam e eu espero poder continuar a merecer o seu apoio. Quando estamos dentro de campo, com a adrenalina no máximo são coisas que podem acontecer. Não deviam mas acontecem, não fui o primeiro e, seguramente, não serei o último, mas isso não serve de desculpa. Espero continuar a merecer o apoio dos adeptos, porque vou continuar a trabalhar para lhes dar as alegrias que merecem.

 

O Benfica entrou a ganhar na Liga dos Campeões. Qual o objectivo da equipa e de Cardozo na competição?

Entrar a ganhar nesta fase é sempre importante. Temos de conseguir o maior número de pontos, porque o primeiro objectivo de todos é passar a fase de grupos. Sabíamos que o Hapoel era uma equipa difícil e eles provaram-no em campo, mas também valorizaram a nossa vitória.

Fonte: A Bola