Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

«No Benfica discutem-se os jogadores nos jornais e acabam no FC Porto»

25.10.12, Benfica 73
Rui Rangel não poupa críticas à gestão da Direção de Luís Filipe Vieira e acusa o atual presidente do Benfica de ter feito do clube «um entreposto de compra e venda de jogadores».
«Enquanto nos outros clubes há matérias de alguma reserva, no Benfica discutem-se os jogadores nos jornais e para onde é que eles vão? Para o FC Porto», afirmou o líder da Lista B, em entrevista a A BOLA TV.

Os valores do passivo encarnado deixam Rui Rangel deveras preocupado. O candidato disse ter uma estratégia para minorar as contas que prevê «a redução para metade dos 95 jogadores sob contrato com o Benfica», terminar com «os salários estratosféricos e contratos que servem mais os interesses empresariais do que os do Benfica» e apostar em «parcerias nacionais e estrangeiras» que promete tornar públicas assim que for eleito presidente.
No capítulo do futebol profissional, Rui Rangel diz ter na lista que encabeça «um rosto que os benfiquistas conhecem»: «Trata-se de Cunha Leal, pessoa ganhadora e que trouxe títulos ao Benfica».

Crítico da política levada a cabo por Luís Filipe Vieira, Rangel acusa o presidente encarnado de ter feito do Benfica «um entreposto de compra e venda de jogadores». «O Benfica tem que estar no mercado com critério e não para servir os interesses de empresários», defendeu.
Reconhecendo que houve «boas compras e retorno financeiro» nos últimos anos, Rui Rangel constata, porém, «que não se pode andar um ano e meio à procura de um lateral-esquerdo e, depois, fazerem-se adaptações».
Fonte: A Bola