Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

Águias querem fazer história 3 anos depois da última presença na champions

14.09.10, Benfica 73

Jorge Jesus é, aos 56 anos, um estreante na Liga dos Campeões e o confronto com o Hapoel será o primeiro de um grupo (B) que o treinador quer ultrapassar com os oitavos-de-final na mira.

Fazer história é o objetivo ao qual o treinador se propõe. Depois de ter confessado o desejo de ser campeão europeu, Jesus recuou e mostrou-se mais comedido nas palavras, afirmando que o Benfica queria chegar “o mais longe possível” na prestigiante competição. Confiança não lhe falta.

Na época passada, o técnico abdicou da Liga Europa para colocar o campeonato em primeiro plano, mas prometeu que o caminho não se repetiria na Champions.

Para fazer história o treinador teria de chegar à final e... ganhá-la, juntando-se, assim, aos vencedores da Taça dos Campeões (1960/61 e 1961/62), competição na qual os encarnados chegaram sete vezes ao derradeiro encontro.

Mas falando apenas da Liga dos Campeões – prova na qual o clube não marca presença desde 2007/08 – Jesus sonha, pelo menos, com as meias-finais: o mais longe que o Benfica alcançou foram os quartos-de-final (1994/95 e 2005/06).

Sem um dos poderosos da Europa, o sorteio acabou por sorrir às águias. Há por isso motivos para sonhar, apesar de a fase não ser das melhores para o conjunto de Jesus. Uma vitória na estreia da Champions pode fazer esquecer o mau início interno, mas, neste campo, os adversários não podem orgulhar-se de melhor. O Hapoel soma apenas uma vitória no campeonato israelita, em 3 jogos, e os restantes “parceiros” de grupo não ficam acima: o Lyon tem 5 pontos em outros tantos desafios (1 vitória, 2 empates e 2 derrotas), enquanto o Schalke 04 está no penúltimo lugar da Bundesliga com... 0 pontos.

Fonte: Record