Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

“Temos um património humano incalculável”

29.06.12, Benfica 73

Foi inaugurada, esta sexta-feira, a nova imagem corporativa da Casa do Benfica em Peniche. A uniformização da imagem das Casas do Clube tem ocorrido ao longo dos últimos anos e tem contado com a presença do presidente Luís Filipe Vieira. A inauguração tida em Peniche não foi excepção e o líder máximo do Sport Lisboa e Benfica discursou para os presentes.

 

“Permitam-me que inicie esta intervenção por dizer que é um orgulho estar aqui hoje, que é um orgulho poder contar com uma Casa do Benfica com esta força, com esta qualidade, com esta capacidade de fazer e fazer bem.

Obrigado a todos pela vossa hospitalidade e pela forma como me receberam.

A maior riqueza que o Benfica tem, aquilo que é a base mais sólida do Clube, são as pessoas.  

Um Clube como o Benfica sempre se construiu em função dos seus sócios, porque no fundo sempre foram eles que projectaram o Clube, que o fizeram crescer e, em alguns momentos, tiveram a coragem de o salvar! Esta é a verdadeira riqueza do Sport Lisboa e Benfica, as suas pessoas!

 

Foi assim que se construiu a nossa história. Foi essa vontade que nos trouxe até aqui, foi essa vontade que nos permitiu construir tudo o que hoje temos. Mas a verdade é que não podemos, nem iremos, descansar à sombra dessa história, porque esse seria o primeiro passo para comprometer todo o futuro.

 

Vamos continuar a trabalhar diariamente de forma a poder continuar a crescer, a inovar, a investir e a trazer para dentro do Benfica o maior número de sócios.

 

Permitam-me que agradeça, na pessoa do presidente da Casa do Benfica de Peniche, a toda a Direcção desta Casa e a todas as pessoas que, pela sua determinação, pela sua vontade, pela sua paixão nos permitem estar aqui hoje a inaugurar este fantástico projecto.

A minha segunda palavra é para todos os patrocinadores, que têm sido fundamentais neste processo de uniformização da imagem das nossas Casas.

Atrevo-me a dizer que sem o seu suporte teríamos tido mais dificuldades em avançar, pelo menos com a velocidade com que o temos vindo a fazer!

 

Todos nós somos responsáveis por transmitir aos mais novos os valores e a dimensão do Sport Lisboa e Benfica. É por isso que as Casas do Benfica são importantes, porque uma parte muito relevante do nosso futuro depende daquilo que se fizer nas muitas Casas do Benfica espalhadas pelo país e fora dele.

 

Temos um património incalculável, um património físico, mas fundamentalmente um património humano que não tem igual em Portugal. E tem sido esse património que tem orientado a minha acção desde que cheguei ao Clube.

O Benfica que encontrei quando cheguei com o presidente Manuel Vilarinho foi capaz de acordar, de renovar forças, de conseguir sair de um lugar a que alguns o tinham condenado. Também neste projecto das Casas temos de seguir em frente, reforçando e valorizando toda esta rede já criada e que diariamente continua a crescer.

 

O tempo passa com demasiada rapidez, e muitas vezes também apaga partes do percurso que deixámos para trás. À luz da realidade que vivemos hoje já são poucos os que valorizam o tremendo esforço que foi feito na recuperação do Clube.

São já poucos aqueles que se lembram qual foi o ponto de partida e, no entanto, não foi assim há tanto tempo!

Infelizmente é algo normal nos dias de hoje: quando as tempestades são ultrapassadas e se navega em águas calmas as pessoas vão esquecendo o que deixaram para trás. Mas é bom que nunca se esqueçam por onde andámos e o que tivemos de fazer, porque só essa memória nos pode permitir evitar voltar a trilhar os mesmos erros do passado.

 

Quando cheguei ao Benfica fui confrontado com uma história que excluía os sócios da vida do Clube, fui confrontado com a descrença e o desânimo das pessoas. Fui, enfim, confrontado com a falta de auto-estima.

Apesar disso, sempre acreditei que era possível reverter a situação, sempre acreditei que era possível voltar a construir um Benfica de todos.

 

O tempo, o trabalho e o empenho de muitas pessoas, deu-me razão! O Benfica de hoje recuperou os seus sócios, a sua mística e o seu património.

Vamos arrancar para a nova época com humildade, mas também com confiança, sabendo que – independentemente do folclore dos jornais – vamos contar com um plantel de enorme qualidade e com muitas soluções. Um plantel que qualquer Clube na Europa se orgulharia de ter.

Um plantel que vai ter a responsabilidade de lutar até ao limite das suas forças, nas várias competições em que se vai apresentar.

 

Vamos olhar para nós, ignorar provocações, trabalhando diariamente com o objectivo de corresponder às expectativas de todos vós.

Obrigado pela vossa presença e pela vossa hospitalidade.

Viva o Benfica!”

Fonte: SLB

1 comentário

Comentar post