Junho 26 2012

Um trabalho de Hércules é o que espera a Seleção Nacional. Sim, tem pela frente a campeã da Europa e do Mundo, e isso só por si já torna a missão difícil, mas os números mostram ainda que «La Roja» é mesmo um «polvo estrangulador» sempre que o encontro é a eliminar. 

Desde 2008, inclusive, que a Espanha não sofre um golo em eliminatórias e, como se isso não bastasse, esmaga por completo o jogo ofensivo do rival. No primeiro título desta geração espanhola, na Áustria e Suíça, a «Roja» apenas permitiu 20 remates no total dos três jogos (quartos de final, meias e final) com a Itália (10 tiros / 5 à baliza, num jogo com prolongamento), a Rússia (6/1) e a Alemanha (4/1). 

No Mundial 2010, em quatro partidas (oitavos, quartos, meias e final), concederam 36 remates aos rivais Portugal (9/3), Paraguai (9/4), Alemanha (5/2) e Holanda (13/5), numa final também com prolongamento. 

Neste Euro, no único jogo a eliminar, nos quartos de final frente à França, o conjunto de Del Bosque permitiu quatro remates e apenas um foi à baliza, num livre direto sem grande perigo de Cabaye e defendido por Iker Casillas. A conclusão de tudo isto parece evidente. Portugal tem de preparar-se para sofrer, ter menos posse de bola ainda que em outros jogos deste Campeonato e, sobretudo, ser eficaz como nunca à frente da baliza nas poucas oportunidades que deverá conseguir.

As estatísticas dizem que, curiosamente, a Seleção Nacional é das que menos acerta nas balizas contrárias. Dos 16 finalistas, apenas Ucrânia (32%), Holanda (35%), Rússia (41%), Irlanda (44%), e Polónia (45%) tiveram pior eficácia, e todos já foram para casa. Os 33 remates enquadrados com a baliza em 70 tentativas dão uma percentagem de 47 por cento, contra os 66 de Espanha, que tem um índice igual à Croácia e apenas inferior à Dinamarca, ambas também já eliminadas.

Ou seja, a contrapor à pressão intensa que a Espanha impõe nos seus jogos a partir da linha defensiva contrária é também forte no ataque. São 127 remates em oito jogos de tudo ou nada (Itália, Rússia e Alemanha no Euro-2012; Portugal, Paraguai, Alemanha e Holanda no Mundial-2010; e França no Euro-2012) e 57 foram à baliza, ou seja 45 por cento se somadas as três competições, mas, como já se viu antes, de 66 se contabilizarmos apenas a competição em curso.

Fonte: Maisfutebol

publicado por Benfica 73 às 00:02

Desejei desde o inicio do Euro este jogo.. vamos mostrar na 4ª quem realmente somos. Vamos ganhar e sei-o com todas as minhas forças.

Viva Portugal!
ganhar dinheiro a 26 de Junho de 2012 às 01:45

BENFICA 73
contador grátis
Junho 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9





comentários recentes
Do You Need A Loan To Consolidate Your Debt At 1.0...
Here is a good news for those interested. There is...
Viva o BenficaSaudações de UMA TETRA
O apoio financeiro a indivíduosOlá,Você está preso...
Get a Loan Today At 3% Interest Rate, contact us a...
Boa tarde,Gostaríamos de dar a conhecer o novo sit...
Boa tarde,Será possivel obter o contato do adminis...
A nível de centrais, apesar dos 2 jovens da equipa...
Caro Benfica73, Rebocho é lateral esquerdo de raiz...
Eu aceitava nos seguintes termos, um milhão à cabe...
Esta gentinha que se governa do futebol, fala de m...
E qual é o valor da cláusula? Parece que o PC está...
Incrível como o site notíciasaominuto não sabe que...
Não terão começado já a tentar desestabilizar o Be...
Apesar de tudo e contra tudo e contra todos (ontem...
O Benfica tem uma estrutura psicológica muito fort...
ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃOVISTO NA NETE DEVE SER LIDO ...
OS PRÓPRIOS SPORTINGUISTAS LÚCIDOSE NÃO CARNEIROS ...
ACHO QUE MERECE JÁ UM POST, EM TODOS OS BLOGUES BE...
Com tal tirada sobre a falta de 'carácter', o padr...