Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

Gaitán cai em depressão inédita de águia ao peito

25.04.12, Benfica 73

Nicolas Gaitán viveu uma situação inédita este fim de semana. Pela primeira vez, ficou duas vezes seguidas, por opção técnica, de fora do onze inicial, sentado no banco de suplentes. E se na final da Taça da Liga, em Coimbra, frente ao Gil Vicente, ainda entrou para jogar a segunda parte do encontro - fazendo o passe para Witsel que esteve na origem do golo de Saviola - na partida com o Marítimo de anteontem nem chegou a despir o fato de treino para entrar em campo.

Aliás, desde que está no Benfica, o camisola 20 só por uma vez tinha ficado uma partida completa no banco de suplentes. Foi na época passada, logo à 5ª jornada do campeonato, um dérbi com o Sporting, no Estádio da Luz, que terminou 2-0 para o Benfica.

Depois desse dérbi, nunca mais Jorge Jesus prescindiu do extremo argentino, seja como titular ou suplente utilizado. Tal aconteceu apenas agora, tendo Jorge Jesus optado por encostar Rodrigo à direita, na partida com o Gil Vicente, e Nolito no desafio com o Marítimo. Curiosamente, a notícia, avançada em primeira mão por O JOGO, de que Gaitán irá vestir a camisola do Manchester United na próxima temporada foi tornada pública a 12 de abril, dois dias antes da final da Taça da Liga em que já não foi utilizado.

O empresário do jogador, José Iribarren, nã se quis pronunciar sobre o assunto quando ontem foi contactado pelo O JOGO, fugindo a todas as questões sobre a atual situação do jogador. "Ele está bem", disse apenas. O nosso jornal sabe, contudo, que Nicolas Gaitán ficou ansioso com as notícias em torno da sua transferência para o Manchester United.

O negócio está muito perto de ficar concluído, conforme O JOGO revelou, devendo a transferência concretizar-se por cerca de 25 milhões de euros, mais dois jogadores - um deles será Fábio [ver noticiário à parte], por forma a aproximar a avaliação dos 45 milhões de euros estipulados na cláusula de rescisão. Antes das negociações com os ingleses, o Benfica já tinha estabelecido que Gaitán seria o ativo a vender na próxima janela de transferências. Os red devils há muito seguiam o jogador e fizeram uma proposta oficial, estando o negócio praticamente acertado, com influência no estado de espírito do jogador.

Fonte: O Jogo