Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

A escolha de Roberto

28.08.10, Benfica 73

O mais provável é que Jesus volte a apostar em Roberto para o jogo com o Vitória de Setúbal. Só que, dadas as circunstancias, isso já não se trata propriamente de um aposta: é um risco. Se hoje à noite for, realmente, o espanhol a ocupar a baliza, não é apenas Roberto que estará em avaliação, porque também o treinador do Benfica passa a ser o centro de todas as análises dos adeptos encarnados. E o “exame” acontece precisamente no momento mais difícil que JJ já conheceu desde que chegou à Luz – com quatro derrotas consecutivas (se incluirmos a Eusébio Cup), coisa que a turba, há poucos meses, julgava impossível.

 

Roberto esgotou a sua margem de erro em tempo record e Jesus já lhe concedeu hipóteses que talvez outros não tivessem. A imagem que ainda hoje se guarda do guarda-redes na parte final do último jogo, na Madeira, é a de um homem à beira de um ataque de nervos, incapaz de encontrar explicações. A do treinador não é muito diferente, se quisermos recordar o momento em que, no meio do caos, JJ levou as mãos à cabeça para depois se agarrar ao banco de suplentes.

 

O preferido dos adeptos, Moreira, nem foi convocado. Restam Júlio César e Roberto. A escolha será entre o guarda-redes que Jesus levou para a Luz e outro que alguém encontrou nas sobras do Atlético de Madrid. Talvez jogue aquele que custou uma fortuna.

 

Por falar em Atlético, os ventos continuam a soprar a favor de Quique Flores. O despedimento da Luz não lhe trouxe grandes problemas: para além da indemnização choruda que levou de Lisboa (e de uma namorada encantadora!), o técnico reencontrou-se com os dias de glória. Foi escolhido para encabeçar a recuperação desportiva dos colchoneros e, em poucos meses, conquistou a Liga Europa e a Supertaça Europeia, agora com uma vitória categórica sobre o Inter. Ainda consegue dar a braçadeira de capitão a Simão e pôr Reyes a jogar de memória. Que bem se entendem Atlético e Benfica!

Autor: Nuno Farinha

Fonte: Record

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.