Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

O patinho feio que os adeptos ainda vão aplaudir

30.03.12, Benfica 73

"Estou pouco me lixando para o que os adeptos falam. Escrevam isso mesmo assim." A Emerson não saltou anteontem a tampa como a Beto, a 21 de fevereiro de 2006, após um encontro do Benfica com o Liverpool em que saiu para a entrada de Karagounis, aos 58 minutos. O médio brasileiro, que agora representa os gregos de Ergotelis, explodiu depois de ter sido assobiado mais uma vez pelos adeptos. E foram tantas... Era, então, o patinho feio do Benfica, papel agora desempenhado por Emerson e que já foi de outros, em outras épocas, como Roberto, César Peixoto ou Michael Thomas.

"Os que me assobiaram, depois aplaudiram-me, quando marquei aquele golo ao Manchester United, que apurou o Benfica para os oitavos de final da Liga dos Campões", afirmou ontem Beto, ao nosso jornal, para sair em defesa de Emerson. Aliás, ainda não tínhamos referido o nome do lateral-esquerdo e já Beto nos dizia: "O que aconteceu comigo está agora a acontecer ao Emerson. É uma grande injustiça. Agora é ele o patinho feio do Benfica." E continuou: "Há muitos treinadores de bancada e eles têm sempre de arranjar um bode expiatório para o que acontece de mal com a equipa."

Frente ao Chelsea, o camisola 3 não teve pernas para Ramires e saiu debaixo de fortes críticas dos adeptos: "Emerson tem de ignorar os assobios e continuar a trabalhar da mesma forma. Os protestos dependem sempre das circunstâncias do jogo. Tal como aconteceu comigo, tenho a certeza que ainda vão aplaudir Emerson", afirmou o ex-camisola 16, que passou também pelo Beira-Mar e Paços de Ferreira.

Para Beto, Emerson é um jogador talentoso, apesar dos "bigodes" que levou de Ramires. "Ele é excelente na marcação e joga bem de cabeça. Tem qualidade para estar no Benfica e se Jorge Jesus o prefere em detrimento de Capdevila, sabe o que está a fazer", afirmou. "O Chelsea observou jogos do Benfica e viu que a torcida não simpatizava com o Emerson. E usou isso", acrescentou o médio brasileiro de 35 anos, dando ainda destaque às declarações de Jorge Jesus sobre Emerson no final do encontro com o Chelsea. "Foi importante o treinador ter vindo a público defendê-lo e dar-lhe confiança. Ronald Koeman fez o mesmo comigo. Lembram-se quando ele disse que se tivesse 10 Betos em campo, não perdia tantos jogos?", afirmou Beto, rindo-se.

Apesar de ter sido o patinho feio durante o tempo em que vestiu a camisola encarnada, o médio diz que "o Benfica foi o melhor clube" que representou. "Marcou a minha vida porque tem muitos adeptos e nem todos me assobiaram. Houve muitos que me apoiaram também", salientou. Para além de Beto, Emerson também recebeu ontem o apoio, através de O JOGO, de Luciano Gusso, o treinador que o lançou no Corinthians Paranaense. Segundo este técnico, o esquerdino pode não ter tanta propensão para atacar como tinha, por exemplo, Léo, mas faz muito bem as funções defensivas e tem qualidade q.b. para ser titular no Benfica.

Fonte: O Jogo