Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

Coentrão recompensado

19.08.10, Benfica 73

O Benfica vai avançar para a renovação com Fábio Coentrão. Depois da enorme valorização do jogador na última temporada, os encarnados pretendem aumentar a cláusula de rescisão do lateral - cifrada nos 30 milhões de euros - em pelo menos dez milhões, colocando-o perto do patamar onde se encontram David Luiz e Cardozo, por exemplo. As águias precavêem-se assim para a eventualidade do valor de mercado de Coentrão subir ainda mais esta época, o que pode acontecer se, por exemplo, os encarnados revalidarem o título nacional e/ou fizerem uma boa campanha na Liga dos Campeões.

O JOGO sabe que Fábio Coentrão deverá reunir-se nos próximos dias com o próprio presidente dos encarnados, Luís Filipe Vieira, para que o processo avance. Em cima da mesa estará não apenas o aumento da cláusula de rescisão como também uma melhoria substancial do salário de Coentrão - um dos mais mal pagos do plantel, tendo em conta a sua importância no desenho táctico de Jorge Jesus. O lateral-esquerdo, que foi um dos jogadores mais utilizados pelo técnico encarnado na temporada transacta, irá passar a auferir um salário mais condizente com a preponderância que tem na equipa, ao nível de outros habituais titulares. A renovação, todavia, não contemplará um aumento da duração do contrato, mantendo-se a ligação entre o atleta e o clube encarnado até 2015, exactamente como agora.

Esta medida visa afugentar os muitos - e poderosos - interessados no lateral, numa altura em que ainda faltam 12 dias para o fecho do mercado. Logo após o Mundial - onde Coentrão se cotou como uma das melhores unidades da selecção portuguesa - surgiram notícias do interesse de Bayern de Munique (o mais entusiasta), Real Madrid, Chelsea e Manchester City.

Com o aumento da cláusula rescisória, os encarnados reforçam a sua posição e mostram que estão apostados em não perder uma das suas jóias mais cintilantes, depois das saídas de Di María e Ramires, cujas ausências que tantas dores de cabeça têm provocado a Jorge Jesus e a todos os adeptos encarnados...

Fonte: O Jogo