Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

Estádio de alarme

30.11.11, Benfica 73

A bancada onde os adeptos leoninos incendiaram as cadeiras no fim do dérbi de sábado à noite pode ter sofrido danos na sua estrutura. "O problema não passa só pelas cadeiras que arderam, pois o calor foi muito concentrado e pode ter efeitos negativos quer no betão das bancadas quer na cobertura", explica Mário Dias, o "pai" do estádio, a O JOGO, reforçando que "o calor foi excessivo e pode colocar em risco a estrutura do estádio e a segurança dos espectadores". Por isso, não tem dúvidas: "Deve ser pedida uma peritagem ao Laboratório Nacional de Engenharia Civil por uma questão de segurança." E se Mário Dias está preocupado, o mesmo sucede com Jitesse Arquissandas, antigo director do Estádio da Luz. "A questão da substituição das cadeiras é o mínimo. As bancadas são de betão com aço tensionado e se este tiver ficado afectado pode perder elasticidade", revela, explicando: "Se o betão tiver ficado cozido pode perder força e em vez de suportar 700 kg/cm2 pode baixar para 300 ou 400 kg/cm2 e isso pode criar um efeito dominó, até porque as bancadas são pré-fabricadas."

"O problema tem de ser reparado e pode levar mesmo a uma interdição daquela zona", esclarece Jitesse Arquissandas, acrescentando que a SAD encarnada "pode accionar todos os seguros em causa, nomeadamente o seguro patrimonial": "E para isso é necessária uma peritagem e relatórios da polícia e da protecção civil."

Além da multa entre 250 e 2500 euros devido ao comportamento incorrecto do público do qual resultem "danos patrimoniais", como estipula o artigo 151º do regulamento disciplinar da Liga, o Sporting terá também de pagar as reparações necessárias ao recinto, como define o mesmo regulamento. E ao que O JOGO apurou, a factura deverá ter um valor mínimo de 28 mil euros - fazendo um cálculo de 35 euros por cada cadeira (importadas da Austrália), tendo sido destruídas cerca de 800. No entanto, e de acordo com o artigo 152º, "a pena de indemnização fixada não é acumulável com a compensação eventualmente devida em virtude de procedimento civil ou criminal, ou acordo extrajudicial com entidade seguradora".

Fonte: O Jogo