Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

Enorme coração sela passagem aos oitavos da "Champions" - Rescaldo e Resumo (Video)

22.11.11, Benfica 73

Manchester 2 - 2 Benfica

O Benfica garantiu o apuramento para os oitavos-de-final da Liga dos Campeões, ao empatar a duas bolas, esta terça-feira à noite, frente ao Manchester United, em partida relativa à 5.ª jornada da prova. Personalidade, coragem e um enorme coração foram os segredos de uma equipa que nos continua a fazer sonhar!

Apito inicial, ambiente fantástico, dois emblemas históricos frente-a-frente... E a partida não poderia ter começado de melhor maneira!
Embalados pelos cânticos benfiquistas que se ouviam (e ouviram durante os 90 minutos!), em pleno palco dos sonhos, os rapazes da Luz embalaram para o primeiro golo da noite, logo à passagem do minuto três. Recuperação de bola no meio-campo, transacção rápida para a direita onde o esférico encontra Gaitán. Bem ao seu estilo, o argentino cruza para o c
oração da pequena área, onde – na tentativa de anular o lance – Jones introduz a bola na própria baliza.

Estava feito o 0-1 e foi por manifesta falta de sorte que, no lance seguinte, Bruno César não dilatou a vantagem. Uma autêntica “bomba”, disparada de fora da área, a rasar o poste de De Gea.

À passagem da meia hora chegou o empate, num golo obtido em claríssimo fora-de-jogo. Cruzamento da esquerda, cabeceamento de Berbatov, em posição irregular, e estava feito o 1-1. À semelhança do Benfica, também os ingleses no lance posterior poderiam ter-se colocado em vantagem, só que Artur foi um verdadeiro “rei” entre os postes.

No contra-golpe, jogada rapidíssima de entrosamento, com Aimar, na cara do guardião adversário, já com ângulo reduzido, a permitir a defesa.
Que bela partida de Futebol! Duas equipas a fazerem jus ao estatuto que possuem e a olharem-se, sem medo, olhos nos olhos; golos, oportunidades, velocidade e emoção... um luxo!

No reatar a toada manteve-se, com o perigo a rondar ambas as balizas, mas aqui com o Manchester a ter o sinal mais. Aos 58’, infelicidade para a formação de Jorge Jesus, com Luisão a lesionar-se e a ter mesmo de ser substituído. Com a equipa ainda reorganizar-se, no minuto seguinte os ingleses acabariam por chegar à vantagem por Flecther, fruto de uma jogada de insistência.

Em desvantagem, o Benfica não se encolheu, pelo contrário, arregaçou as mangas e só foi necessário esperar dois minutos para o empate. Má colocação do esférico em campo por parte do guarda-redes adversário, pressão alta, Bruno César insiste e, no coração da área, surge Pablo Aimar. Estava restabelecida a igualdade. Ao cair do pano, excelente oportunidade de golo para o Benfica, com Rodrigo, em lance individual, a rematar bem pertinho do poste... que pena!

Até ao apito final, muita emoção e incerteza no resultado. O Benfica regressa a Lisboa com o apuramento garantido e o respectivo 1.º lugar do Grupo C. A 6.ª e última ronda está agendada para o dia 7 de Dezembro, no Estádio da Luz, com os “encarnados” a receberem o Otelul Galati.

O Sport Lisboa e Benfica alinhou com a seguinte equipa: Artur Moraes, Luisão (Miguel Vítor, 58’), Garay, Maxi Pereira, Emerson; Javi García, Witsel, Gaitán (Matic, 68’), Bruno César, Aimar (Ruben Amorim, 83’) e Rodrigo.

Fonte: SLB / A Bola

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.