Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

Saviola foi a última águia a bater... Artur na Pedreira

06.11.11, Benfica 73

O futebol tem destas coisas. O lugar-comum deve-se, no caso, ao facto de Saviola ter sido o último jogador encarnado a marcar no Estádio AXA. Sim, ele mesmo, o internacional argentino que tem vindo progressivamente a perder espaço nas contas de Jorge Jesus - agora também por culpa do início de explosão de Rodrigo -, mas que na última época bateu o agora... colega Artur Moraes.

O tento foi apontado na 22ª jornada da última edição da liga e até abriu o marcador (25'); à bomba, Carlos Martins obrigara o agora guardião encarnado a aplicar-se e, na recarga, lá estava El Conejo para não dar hipóteses. Este era o terceiro encontro dos encarnados com o Braga em 2009/10 e, depois disso, ainda houve espaço a mais dois, relativos às meias-finais da Liga Europa. Tanto no dito do campeonato como na prova europeia, Jorge Jesus caiu na Pedreira - e, de resto, nunca lá venceu enquanto treinador.

Não ficam por aqui, todavia, os méritos de Saviola contra o Braga. Ainda na última época, apontou outro golo aos arsenalistas, no embate da quarta eliminatória da Taça de Portugal (Estádio da Luz). Tal como veio depois a fazer no campeonato, El Conejo inaugurou o placar, mas desta feita pôde festejar no fim, pois o seu amigo Aimar confirmou a vitória (2-0) já nos descontos. Se o argentino até nem deverá ser titular no embate de amanhã, nada o impede de pensar positivo e, quem sabe?, de saltar do banco para tornar a bater o guardião bracarense. Isso mesmo fez, aliás, no dia da sua estreia oficial como profissional no River Plate, há pouco mais de 13 anos. Em 18 de Outubro de 1998, o avançado foi lançado no jogo contra o Gimnásia de Jujuy e marcou, quando tinha apenas 16 anos. "Lembro-me sempre de que até me tremeram as pernas. A cena do golo foi incrível, nem sabia como festejar. Senti que tinha cumprido um sonho da minha vida", recordou Saviola em declarações ao diário "Olé".

Este ano precisa de mais jogos para marcar

O rendimento de Saviola tem estado progressivamente a descer, e os números comprovam-no. Senão vejamos. Na sua primeira época de águia ao peito (2009/10), o argentino apontou 19 golos em 43 jogos, ou seja, precisava em média de pouco mais de um par de jogos para facturar (2,26). Na última época, este índice já aumentou para mais de três jogos (3,35), relativos aos 14 tentos em 47 partidas. Na presente campanha, a estatística é ainda menos favorável a El Conejo, que já precisa de mais de quatro jogos e meio (4,6) para fazer o gosto ao pé. Até ao momento, o camisola 30 participou em 14 jogos, tendo apontado apenas três golos. E caso Rodrigo mantenha a bitola, a média do argentino ainda deverá piorar.

Fonte: O Jogo