Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

Rui Costa não pensa deixar a Luz

01.11.11, Benfica 73

«Servirei o clube enquanto me sentir útil», diz, mas avisando que não quer fazer carreira como director desportivo Elogia o plantel e Jorge Jesus e sublinha que agora é preciso lutar ao mais alto nível pelo apuramento na Champions.

Rui Costa, director-desportivo e administrador da SAD do Benfica, falou, em entrevista ao site Notícias do Futebol, sobre a sua situação no clube. «Se me perguntarem se pretendo fazer carreira como director-desportivo direi que talvez não. Mas hoje não aceitaria sair do Benfica e ir para outro clube. Para já, a minha carreira durará aquilo que eu e o Benfica entendermos. Servirei o Benfica enquanto me sentir útil», explicou, antes de avançar para o futebol profissional: 

«É preciso criar planteis e uma estrutura atrás dos planteis que permita o sucesso de todos. A qualidade dos jogadores é claramente fundamental, a qualidade das pessoas que trabalham com os atletas mais fundamental é. Não há uma equipa que ganhe sem ter talento, não se pode ganhar sem uma grande equipa, sem um grande plantel, sem um bom treinador, sem uma boa estrutura atrás, sem boas condições de trabalho e isso tudo somado faz com que uma equipa tenha muito mais possibilidades de ter sucesso.»

Depois, uma passagem pela Champions. «Nunca disse que iríamos lutar pelo segundo lugar, disse sempre que o favoritismo do grupo cabia ao M. United, mas que o Benfica ia lutar pelo grupo. Agora temos de lutar pelo apuramento ao mais alto nível», sublinhou, sem esquecer a época passada: «Para a história fica que ganhámos a Taça da Liga mas que perdemos na meia final as outras duas taças. Este ano procuramos fazer aquilo que não foi feito, mas a época passada não nos defraudou tanto ao ponto de não acreditarmos neste grupo para esta época.»

Os jogadores cedidos também foram tema. «Melgarejo é uma das esperanças, daí a contratação. Nem sempre se acerta nas contratações mas estamos convencidos de que estamos perto de acertar», disse, antes de falar de Jara: «Optámos pelo empréstimo ao Granada para jogar mais minutos e podermos avaliá-lo, para vermos quais são as potencialidades totais que pode dar, continuando com a esperança de que venha a ser importante no clube.»

Rui Costa considera que «David Simão, Rúben Pinto, Luís Martins, Nélson Oliveira, Mika, Roderick e Miguel Vítor dão garantias de grande qualidade» e não esqueceu temas como o Estádio da Luz, que considera «belo» e «tem dado sorte à Selecção Nacional», pelo que não surpreende que se jogue ali o encontro com a Bósnia.

Fonte: A Bola