Março 10 2015

Campeonato, Taça de Portugal, Taça da Liga e Supertaça. Não há competição em Portugal que Lima não tenha festejado, tendo também a experiência de já ter chegado a três finais europeias, embora sem qualquer título. Mas se a nível coletivo o balanço é deveras positivo, já no plano individual continua a faltar um título que todos os goleadores gostam de ter na vitrina. É que, em seis temporadas na principal divisão do nosso futebol, o brasileiro nunca logrou arrebatar a Bota de Ouro Record. Esta época o objetivo volta a estar em cima da mesa e a lesão de Jackson Martínez pode dar esperança ao camisola 11 do Benfica.


O colombiano tem 17 golos na Liga, mais cinco que o benfiquista, mas irá ficar afastado da competição pelo menos um mês. Lima, caso mantenha a veia goleadora das últimas rondas, pode aproximar-se do trono. Na peugada do jogador do FC Porto está também Hassan (Rio Ave), que contabiliza 11 tentos, tantos como André André, do Vitória de Guimarães.


Em 2011/12, o atacante, então ao serviço do Sp. Braga, quase colocou uma mão neste troféu mas acabou por ser ultrapassado em cima da meta por Cardozo. Ambos terminaram com 20 golos, mas o paraguaio levou a melhor, uma vez que tinha menos minutos jogados, sendo esse o primeiro critério de desempate. Na época seguinte, que começou no Minho e continuou na Luz, Lima também chegou aos 20 golos na Liga, insuficientes, no entanto, para atingir os 26 de Jackson Martínez.


2015 produtivo

Esta época Lima só festejou no campeonato, tendo marcado a maioria dos golos no ano de 2015. Esta época, até dezembro, o brasileiro acertou apenas cinco vezes com a baliza adversária e chegou até a falar-se de crise. Contudo, o novo ano trouxe hábitos antigos e o camisola 11 começou a marcar novamente. Leva sete tentos. Arouca (2), Estoril, V. Setúbal (2), Boavista e Marítimo foram as vítimas.


"Dá" menos pontos

O bis em Arouca levou Lima a ultrapassar o registo no mesmo período da época passada, que era de 11 golos, tendo em conta apenas jogos do campeonato.Agora, antes da jornada 25, o atacante já faturou por 12 vezes, o que numa análise superficial leva a constatar que esta é uma temporada mais produtiva. Um facto, pelo menos nas contas individuais.


No coletivo já não é bem assim. Os golos de Lima esta temporada não valeram tantos pontos conquistados ao Benfica. Na verdade, o atacante "deu" 6 pontos à equipa, contabilizados nos 5 golos marcados diante de Estoril, FCPorto e Arouca. Os restantes 7 tentos contaram apenas para a contabilidade do avançado.

Na derradeira época, Lima, nesta altura da prova, já havia conquistado 10 pontos para o Benfica, tendo arrecadado ainda mais 5 pontos até final da temporada. Foi fundamental nas contas do título.


Longe também está o registo de 2012/13, a primeira época que fez na Luz. Então, o camisola 11 conquistou 8 pontos até à jornada 24, conseguidos através de 15 golos, dos quais apenas cinco entram para estas contas. Note-se que até final da temporada o atacante chegou aos 20 golos na prova maior do futebol, tendo conseguido, no total, 12 pontos para a equipa.

É um Lima a crescer de produtividade que tem pela frente 10 jogos para tentar que esta época não seja a que menos pontos conquista para o Benfica.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 14:37
Tags: ,

Março 10 2015
 

Lima está a um passo, que é como quem diz um remate certeiro, de chegar aos 100 golos em Portugal, uma marca que pode atingir já no próximo sábado desde que fature diante do Sp.Braga. Um marco que, curiosamente, poderá ser alcançado diante da equipa onde se notabilizou e que lhe permitiu dar o salto para o Benfica.


O brasileiro continua a ser um elemento nuclear na equipa orientada por Jorge Jesus, que sempre manifestou um grande apreço pelas qualidades de um avançado que começou a destacar-se em Portugal ao serviço do Belenenses (em 2003 teve uma passagem efémera peloVizela, onde só disputou sete jogos e nunca marcou). Foi, aliás, no Restelo, e pelas mãos de João Carlos Pereira, que Lima se cruzou com o Benfica pela primeira vez. O brasileiro estreou-se no escalão principal do futebol português a 13 de setembro de 2009 frente à equipa encarnada, já treinada por Jorge Jesus. O atacante entrou ao intervalo e não se mostrou – as águias golearam por 4-0 – mas ainda chegou ao final da temporada com 12 golos somados.


Explosão

As boas exibições com a camisola da cruz de Cristo valeram-lhe a transferência para o Sp. Braga, onde confirmou a veia goleadora. No Minho, o sul-americano jogou duas épocas completas e ainda iniciou a terceira, antes de ingressar no Benfica, tendo deixado um legado de 31 golos marcados. Este registo levou a SAD encarnada, no verão de 2012, a investir quatro milhões de euros na compra do passe.


Já em Lisboa, o camisola 11 não demorou a dar retorno desportivo. No primeiro ano tornou-se titular indiscutível e terminou a temporada com 28 remates certeiros nas provas nacionais. Aliás, no Benfica conseguiu ser mais eficaz que Cardozo, a grande referência ofensiva dos encarnados no século XXI. Em 2012/13, o Tacuara assinou 22 golos (17 no campeonato, contra os 20 de Lima na prova).


No segundo ano de águia ao peito, Lima, mesmo com um número baixo de golos na Liga (16), cimentou o estatuto de referência ofensiva dos encarnados e acabou por ser fundamental nos pontos ganhos e no sucesso (ver outra peça) do Benfica que, recorde-se, a nível interno ganhou todas as provas do calendário.


Em 2014/15 Lima entrou com o pé esquerdo e só marcou na 5.ª jornada, ao Moreirense, na conversação de um penálti, um golo aplaudido até por Jorge Jesus. Desde então, voltou a fazer o gosto ao pé em mais onze ocasiões e chegou aos 99 golos. Agora resta esperar para saber se frente ao Sp. Braga celebrará o número 100.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 14:36
Tags: ,

Março 10 2015

Durante 45 minutos, em Arouca, num mini-Estádio da Luz, esteve presente um mini-Benfica. Uma equipa amorfa, sem intensidade e que pareceu ter ficado tolhida por um duplo erro defensivo de Eliseu (mais um) na mesma jogada.

Depois, ao intervalo, e com o espectro da Mata Real a pairar, tudo mudou. E, desta feita, mesmo com a entrada de Talisca, a diferença não foi de natureza tática. O que fez diferença foi a atitude. Repare-se, os dois golos decisivos, que viraram o jogo, resultaram de jogadas de insistência, onde, primeiro, Lima e, depois, Gaitán, não desistiram, forçaram o erro adversário, e revelaram o suplemento competitivo que constrói equipas campeãs. 

A vitória em Arouca está aí para demonstrar que não basta o talento individual, nem sequer a organização coletiva ou uma eficácia superior nas bolas paradas (onde o Benfica, ao contrário do habitual, esteve bastante mal) para se vencer campeonatos. É também necessária uma disponibilidade competitiva capaz de ocultar insuficiências estruturais (um sector que funciona menos bem) ou azares circunstanciais (um falhanço individual). 

A este propósito, é sintomático que nos últimos três jogos fora (Alvalade, Moreira de Cónegos e Arouca), o Benfica tenha sido capaz de reagir a resultados negativos, invertendo a tendência do marcador. A dez jornadas do fim, a capacidade de uma equipa vencer na raça é tão importante como os atributos coletivos e/ou individuais. Além de três pontos, o Benfica trouxe de Arouca uma atitude competitiva que importa continuar a alimentar. 

PS - O discurso do colinho, como seria de esperar, já está a dar os seus frutos. Agora, com tantas queixinhas, antes de apitarem a favor do Benfica, os árbitros pensam duas vezes. Em Arouca ficaram por assinalar duas grandes penalidades.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 14:36

Março 10 2015

capture-20150310-095855.png

publicado por Benfica 73 às 14:36
Tags:

Março 10 2015

no.jpg

publicado por Benfica 73 às 12:09

Março 10 2015

capture-20150310-104536.png

publicado por Benfica 73 às 11:38
Tags:

Março 10 2015
 

Poucos meses depois da chegada ao Benfica, quando ainda estava em evidência com vários golos,Talisca foi comparado, numa entrevista a Record, por Jorge Jesus a Rivaldo, uma comparação que o médio ex-Bahia aprecia, apesar de não alongar em comentários. "Inspiro-me nele, foi um grande jogador que atuou na Europa", disse o brasileiro esta segunda-feira, em curta declaração à TV Globo.


Mais tarde, já noite em Portugal, o esquerdino falou ao programa “Bate Bola”, da ESPN Radio. Aí, ficou a saber que os comentadores habituais costumam referir-se a ele como... Yaya Talisca, num paralelismo com Yaya Touré, o costa-marfinense que é estrela do Manchester City. “Eu costumo acompanhar-vos e sei disso. Fico muito feliz por saber que acompanham o meu futebol”, afirmou.


“Feliz pela convocatória” para a equipa olímpica do Brasil, que defronta Paraguai e México no final deste mês, o jogador de 21 anos prometeu “dar o máximo para ajudar o Brasil a vencer”. Para trás, ficou a experiência na equipa principal, para a qual foi chamado em novembro.


"São patamares diferentes. Na seleção A há jogadores mais experientes, mais maduros, onde aprendi bastante. Vamos sempre aprendendo muito, em especial com o Gallo. É um processo importante, tanto para o Brasil como para o jogador. Para chegar à seleção principal é preciso mostrar na Olimpica e na Sub 21. O jogador tem de mostrar que tem valor e que merece a oportunidade. Essa transição, esse novo modelo, ajuda o jogador jovem a ficar mais preparado, para sentir que pode ter mais oportunidades nas equipa principal", finalizou.

Fonte: Record

publicado por Benfica 73 às 10:54

Março 10 2015

capture-20150310-100236.png

publicado por Benfica 73 às 10:15

Março 10 2015

10-03-2015.jpg

publicado por Benfica 73 às 09:27
Tags:

BENFICA 73
contador grátis
Março 2015
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9


22
23
26
27
28

29
30
31


subscrever feeds
comentários recentes
Do You Need A Loan To Consolidate Your Debt At 1.0...
Here is a good news for those interested. There is...
Viva o BenficaSaudações de UMA TETRA
O apoio financeiro a indivíduosOlá,Você está preso...
Get a Loan Today At 3% Interest Rate, contact us a...
Boa tarde,Gostaríamos de dar a conhecer o novo sit...
Boa tarde,Será possivel obter o contato do adminis...
A nível de centrais, apesar dos 2 jovens da equipa...
Caro Benfica73, Rebocho é lateral esquerdo de raiz...
Eu aceitava nos seguintes termos, um milhão à cabe...
Esta gentinha que se governa do futebol, fala de m...
E qual é o valor da cláusula? Parece que o PC está...
Incrível como o site notíciasaominuto não sabe que...
Não terão começado já a tentar desestabilizar o Be...
Apesar de tudo e contra tudo e contra todos (ontem...
O Benfica tem uma estrutura psicológica muito fort...
ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃOVISTO NA NETE DEVE SER LIDO ...
OS PRÓPRIOS SPORTINGUISTAS LÚCIDOSE NÃO CARNEIROS ...
ACHO QUE MERECE JÁ UM POST, EM TODOS OS BLOGUES BE...
Com tal tirada sobre a falta de 'carácter', o padr...