Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

Mónaco – SL Benfica, 0-0 - Rescaldo, Ficha de Jogo e Fotos

23.10.14, Benfica 73

limamonaco322214820.jpg

Divisão pontual no Principado, num relvado mau demais para ser verdade. Primeira metade fraquinha, segunda metade com sinal mais do SL Benfica que, pelo fez nos últimos 45´e – a jogar com menos um nos últimos 15’ – merecia mais do que o empate. Há noites assim… Matematicamente, tudo é possível e a ambição mantém-se!

Frente a frente Mónaco e SL Benfica, duas equipas com aspirações idênticas, mas com percursos completamente diferentes.

Na antecâmara desta partida, enquanto os monegascos lideravam o Grupo C da Champions, estando em maus lençóis nas provas internas; os “encarnados” têm-se deparado com dificuldades na Europa, mas nas provas lusas a caminhada tem sido excelente.

Três pontos, prestígio desportivo (e não só!) e muitos euros em disputa esta quarta-feira à noite no Stade Louis II, com dois treinadores portugueses em cada um dos lados da barricada…

E foi a equipa de Leonardo Jardim quem começou melhor, com os primeiros 20’ a serem de domínio, com Artur a passar por alguns sustos. Valeu a ineficácia do adversário.

O SL Benfica de Jorge Jesus respondeu e começou a sacudir a pressão. Uma primeira iniciativa de Gaitán, com Salvio e Lima a seguirem-lhe o exemplo, equilibraram as hostilidades.

Aos 39’, grande oportunidade de golo para os “encarnados”. Cruzamento perfeito de Talisca, o esférico encontra Lima bem no coração da pequena área, mas o guardião, Subasic, disse não ao brasileiro.

Ao intervalo, o nulo mantinha-se, numa primeira metade marcada por um futebol bem aquém do esperado, muito por culpa de um relvado em condições quase deploráveis…. Embora isso não explique tudo!

Expulsão de Lisandro condicionou estratégia

Segunda metade e mais Futebol! As duas equipas entraram com atitude renovada e o espectáculo ganhou com isso.

Equilíbrio e oportunidades a rondarem as duas balizas nos momentos iniciais, domínio benfiquista a partir dos 60’.

Gaitán (58’), Salvio (66’), André Almeida (67’) e Enzo Perez (70’), tiveram oportunidades para inaugurar o marcador, mas

quando a redondinha não quer… não há volta a dar!

A 15’ do apito final, num momento em que os “encarnados” carregavam, contrariedade para o SL Benfica, com a expulsão de Lisandro Lopez.

A partir daí, pragmatismo, inteligência, entre-ajuda e muita entrega para segurar um ponto extremamente importante no Principado.

Final da primeira volta, matematicamente, tudo é possível… e nós acreditamos!

No próximo fim-de-semana o chip muda, com os “encarnados” a centrarem atenções no Campeonato Nacional e logo com uma deslocação à Cidade dos Arcebispos para defrontar o SC Braga. Esta partida está agendada para domingo, às 20h15, e é relativa à 8.ª jornada da prova.

A Champions regressa no início do mês de Novembro, com a recepção ao Mónaco agendada para dia 4 de Novembro, pelas 19h45, na Catedral. Um desafio alusivo à 4.ª jornada da Liga Milionária e que assume contornos de decisivo.

O Sport Lisboa e Benfica alinhou de início com Artur; Maxi Pereira, Luisão, Lisandro López e Eliseu; André Almeida, Gaitán (César, 79’), Salvio, Enzo Perez (Samaris, 87’) e Talisca (Tiago,68’); Lima.

Fonte: SLB

Fotos:https://www.facebook.com/SportLisboaBenfica/photos/a.10154744489810716.1073742104.212504785715/10154744489940716/?type=1&theater

Veja aqui a ficha do jogo

Gonçalo Guedes presente no treino

21.10.14, Benfica 73

goncaloguedes321103831.jpg

O jovem Gonçalo Guedes marcou presença no treino, desta terça-feira, do Benfica, de preparação para a importante partida, de quarta-feira, frente ao Mónaco, referente à terceira jornada da Liga dos Campeões.

Gonçalo Guedes, que jogou frente ao Covilhã para a Taça de Portugal, foi chamado pelo treinador Jorge Jesus para integrar a sessão, onde também contou com Paulo Lopes, Júlio César, Jardel e Jara, que apresentavam anteriormente limitações.

O médio Fejsa prosseguiu a recuperação e já faz corrida, tal como o jovem João Teixeira.
Sílvio, Rúben Amorim e Ola John prosseguiram a recuperar das respetivas lesões.

Fonte: A Bola

«Quis sair porque sabia que não teria espaço no Benfica»

21.10.14, Benfica 73

bernardosilva1219552.jpg

 

O médio Bernardo Silva (Mónaco) defendeu que decidiu sair do Benfica porque sabia que não iria ter a oportunidade de mostrar o seu valor com a camisola encarnada.

«A equipa técnica do Benfica entendia que eu não tinha espaço e não iria ter muito tempo de jogo. Também achei que o mais importante para mim nesta fase seria jogar. O que quis foi sair para poder jogar porque sabia que não teria espaço no Benfica numa altura tão importante da carreira. As pessoas que falavam comigo sempre me diziam que eu precisava de jogar e por isso senti que tinha de sair», afirmou Bernardo Silva, em entrevista a A BOLA.

O internacional sub-21 português admitiu que não trabalhou muito com o treinador Jorge Jesus.
«Não trabalhei assim tanto como Jorge Jesus. É um bom treinador, mas trabalhei poucas vezes sob orientação dele.»

Fonte: A Bola

Alerta para risco de jogos à porta fechada

21.10.14, Benfica 73
O Benfica alertou esta segunda-feira os adeptos para o risco de o Estádio da Luz ser interditado devido ao lançamento de materiais pirotécnicos.

«Um petardo pode deixar o Sport Lisboa e Benfica fora de jogo. O lançamento de materiais pirotécnicos em jogos do Sport Lisboa e Benfica pode fechar o Estádio da Luz ou provocar multas de milhares de euros. Por causa do que aconteceu em Leverkusen o SL Benfica vai ter de pagar 19 mil euros», pode ler-se em comunicado emitido no site oficial do clube, na antecâmara da deslocação das águias ao reduto do Mónaco.

«Vá ao estádio mas não estrague a festa. Não feche as portas da Luz», exorta-se.
Fonte: A Bola

«Em breve haverá novidades para os benfiquistas»

21.10.14, Benfica 73
Nuno Gomes (foto ASF)
Nuno Gomes faz um balanço positivo dos primeiros meses como assessor para a área internacional de Luís Filipe Vieira. Sem levantar a ponta do véu, diz que «em breve haverá novidades» para a nação benfiquista no âmbito das funções que desempenha no clube.

«Estou muito feliz por voltar a fazer parte desta família que é o Benfica. Estou há alguns meses nesta área e o balanço é muito positivo. Estou a integrar equipas de trabalho fora do país e em breve haverá novidades para todos os benfiquistas», anunciou Nuno Gomes, em declarações àBTV.

«Estou a aprender a trabalhar fora do campo, é uma novidade, estou a adaptar-me a uma nova realidade. Acima de tudo estou muito feliz por poder representar o Benfica», vincou o antigo `21´ das águias, salientando que «cada vez há mais ex-jogadores a desempenhar funções dentro dos clubes».

«Tive sempre uma boa relação com a maior parte dos meus colegas de profissão, muitos deram-me os parabéns por ter voltado ao Benfica. É sempre bom ter caras conhecidas com quem discutir ideias», notou Nuno Gomes.
Fonte: A Bola

Árbitro polaco no Mónaco – Benfica

20.10.14, Benfica 73

Marciniak1.jpg

A UEFA nomeou o polaco Szymon Marciniak para dirigir o encontro entre Mónaco e Benfica, marcado para esta quarta-feira, referente à 3.ª jornada do Grupo C da Liga dos Campeões.
Marciniak, de 33 anos, terá como assistentes os compatriotas Paweł Sokolnicki e Tomasz Listkiewicz, enquanto Radosław Siejka desempenhará funções de quarto árbitro.
Ainda recentemente o árbitro dirigiu o encontro particular entre França e Portugal (2-1), tendo em fevereiro do ano passado marcado presença no Benfica-PAOK, na Liga Europa, que as águias venceram por 3-0.

Fonte: A Bola 

«Mónaco comete erros»

20.10.14, Benfica 73

wass120101911.jpg

Daniel Wass, internacional dinamarquês que passou pelo Benfica na temporada 2011/12 é agora uma das estrelas do campeonato francês e acaba de defrontar o Mónaco, adversário das águias na próxima quarta-feira.
A convite de A BOLA, Wass, cujo nome tem sido associado a clubes mais influentes do futebol europeu, como Liverpool ou Chelsea, aceitou analisar o opositor das águias.
«É uma boa equipa, mas também comete erros... sobretudo defensivos.»
O internacional dinamarquês elogiou ainda a experiência e liderança de Ricardo Carvalho e a inteligência de João Moutinho, mas também alertou para Anthony Martial e Ferreira-Carrasco.

Fonte: A Bola