Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

Corrida aos bilhetes para o jogo com o Olhanense

14.04.14, Benfica 73

No segundo dia de venda dos bilhetes para o Benfica-Olhanense, marcado para domingo, às 18 horas, formou-se longa fila no Estádio da Luz.

A venda de ingressos continuará a ser exclusiva a sócios, só ficando disponível para qualquer outro adepto a partir de quinta-feira, dia 16, caso os bilhetes não esgotem.

O preço dos ingressos varia entre os 15 e os 50 euros para sócios, enquanto para o público em geral é entre os 22 e os 75 euros.

Fonte: A Bola

Presidente apoia jovens após desaire frente ao Barça

14.04.14, Benfica 73

Numa altura em que os jogadores do Benfica estavam no chão a chorar, isto enquanto os atletas do Barcelona recebiam as medalhas pela conquista da Youth League, o presidente Luís Filipe Vieira desceu da tribuna e foi apoiar a equipa no relvado.

Vieira pediu aos jogadores para se levantarem, para formarem uma roda, onde disse algumas palavras e depois todos deram um «grito de guerra».

Fonte: A Bola

«Os nossos jogadores foram brilhantes»

14.04.14, Benfica 73

O treinador da equipa de juniores do Benfica, João Tralhão, elogiou o desempenho dos seus jogadores, mesmo tendo em conta a derrota, desta segunda-feira, frente ao Barcelona, por 0-3, na final da Youth League.

«Os nossos jogadores foram brilhantes. Se tivéssemos um pouco de felicidade o resultado seria diferente. Tivemos sempre o jogo controlado, mas o Barcelona foi mais eficaz. Os meus jogadores tiveram uma atitude brilhante e estou orgulhoso da brilhante carreira», afirmou João Tralhão.

Fonte: A Bola

Markovic estupefacto com mar vermelho em Aveiro

14.04.14, Benfica 73

A receção apoteótica em Aveiro deixou Lazar Markovic de boca aberta...literalmente.

Na parte frontal do autocarro, o jovem sérvio aproveitou para filmar – tal como outros jogadores - a moldura humana que aguardava pela chegada do autocarro do Benfica, não disfarçando o espanto por tão grande entusiasmo.

A festa mudou-se, depois, para o interior do Municipal de Aveiro e terminou com a vitória, por 2-0, dos comandados por Jorge Jesus.

Fonte: A Bola

Pedro Proença é o árbitro do Benfica-FC Porto

14.04.14, Benfica 73

Pedro Proença foi o árbitro escolhido pelo Conselho de Arbitragem da Federação Portuguesa de Futebol para dirigir o jogo entre Benfica e FC Porto, da segunda mão da meia-final da Taça de Portugal.

O clássico está marcado para as 20.45 horas da próxima quarta-feira, no Estádio da Luz. Na primeira mão, o FC Porto venceu o Benfica por 1-0, no Estádio do Dragão.

Na outra meia-final, entre o Rio Ave e o SC Braga, vai estar Artur Soares Dias. Na primeira mão, em Braga, as duas equipas empataram a zero.

Fonte: A Bola

Jorge Jesus destaca «crença e confiança» dos jogadores

14.04.14, Benfica 73
O treinador do Benfica considerou justa a vitória (2-0) sobre o Arouca que deixou os encarnados a dois pontos do título.
«Vínhamos de um jogo complicado com o AZ Alkmaar e alguns jogadores como Siqueira e André Almeida acusaram fadiga muscular. O início do jogo não foi fácil, com o Arouca a posicionar-se muito bem. Mas, neste momento, o Benfica está com uma crença e uma confiança muito grande e não nos preocupamos com os momentos em que estamos menos bem. Tentámos controlar o jogo sabendo que o tempo ia jogar a nosso favor. Mais golo, menos golo, o resultado é justo. Foi bom voltar a não sofrer golos. Conseguimos o que queríamos, que era sair daqui com uma vitória», disse Jorge Jesus no final do encontro em Aveiro onde as bancadas se pintaram de vermelho:
«É importante agradecer aos adeptos, mostraram o poder da massa associativa do Benfica.»

Ansiedade natural
Em contagem decrescente para o final da época, Jorge Jesus reconhece que a ansiedade vai crescendo e que o golo no último minuto da primeira parte «deu alguma tranquilidade à equipa».
«Sentimos que os jogos decisivos estão próximos e cria-se alguma ansiedade para fazer as coisas bem e depressa. Quando não conseguimos, ficamos um pouco ansiosos mas, pouco a pouco, fomo-nos libertando.»
Fonte: A Bola

Oblak com traumatismo craniano

14.04.14, Benfica 73
O guarda-redes do Benfica Jan Oblak fez um traumatismo craniano com perda de conhecimento fugaz, o que o obrigou a ser substituído no decorrer do encontro com o Arouca.
O esloveno realizou exames no hospital de Aveiro que confirmaram o traumatismo craniano causado após um choque com Roberto, que também acabou por sair. 
A equipa médica do Benfica assistiu Oblak no relvado e acabou por dar ordem para a substituição. Artur entrou aos 69 minutos.
Ainda não existem estimativas para o tempo de paragem.
Fonte: A Bola

FC Arouca – SL Benfica, 0-2 - Rescaldo, Fotos, Ficha de Jogo e Resumo com Relato (Vídeo)

14.04.14, Benfica 73

O Sport Lisboa e Benfica deslocou-se nesta tarde de domingo ao Estádio Municipal de Aveiro, onde disputou, frente ao FC Arouca, a 27.ª jornada do Campeonato Nacional. Rodrigo e Gaitán marcaram os golos de uma tarde de futebol espectáculo. Faltam três jornadas, estão nove pontos em disputa, o Benfica precisa de três para se sagrar Campeão Nacional pela 33.ª vez na sua História.

Manhã sombria, de nevoeiro; tarde solarenga, alegre, e de enorme calor benfiquista no Estádio Municipal de Aveiro, “à pinha”, para receber o Glorioso, numa das maiores enchentes de que há registo no recinto. A “onda vermelha” não brinca em serviço e sabe bem da importância do momento…

 

Frente a uma equipa à procura de pontos para conseguir manter-se no convívio dos Primodivisionários do Futebol Português, Jorge Jesus não contou com algumas das peças mais habituais do seu xadrez, no entanto, a equipa não se desequilibrou, pelo contrário, todas as peças mostraram que estão aptas para dar o seu contributo em prol do grupo.

Do outro lado da barricada, Pedro Emanuel montou uma equipa à sua imagem enquanto atleta, raçuda e a disputar todos os lances no limite. E a primeira parte espelhou precisamente isso: muita luta, muita garra, numa partida disputadíssima e com lances de alguma emoção… para ambos os lados.

O primeiro sinal veio dos “encarnados”, com Rodrigo, logo aos 5’, a testar os reflexos de Cássio. A resposta não tardou e, dois minutos volvidos, é Bruno Amaro, na conversão de um livre directo, a colocar Oblak em sentido.

Aos 22’ é a vez de Maxi Pereira subir bem na ala, flectir para zonas mais internas, e desferir um remate fortíssimo e colocado para a primeira grande defesa de Cássio. Partida equilibrada com a bola a rondar as duas balizas e é a passagem da meia hora que surge a mais flagrante oportunidade de golo para as Águias. Ressalto na pequena área, o esférico sobra para Lima que, isolado, permite ao guardião aveirense encher a baliza e defender; na recarga, Rodrigo dispara para fora.

Apesar do Benfica começar a mandar na partida, o Arouca não se encolheu, bem pelo contrário e, na resposta, teve perto, muito perto de provocar um calafrio nos cerca de 25 mil benfiquistas nas bancadas e nos milhões que acompanhavam a partida.

38 Minutos, Oblak lê mal o lance, Bruno Amaro, de pronto, remata para a baliza deserta, mas eis que surge um Super Maxi Pereira, a fazer um corte in extremis e a salvar as redes benfiquistas.

 

Delírio no Municipal de Aveiro

Quando já se aguardava pelo intervalo, em período do compensação, Rodrigo surge liberto no coração da área e, com frieza e raça, remata para fazer o primeiro golo da tarde e colocar o Benfica em vantagem. Um golo que colocou em delírio os benfiquistas e com uma dedicatória muito especial ao lesionado Sílvio.

No reatar, mais Benfica… e que Benfica! Ultrapassada a pressão inicial de marcar, surgiu então o futebol espectáculo, com os jogadores a mostrarem o que é vestir esta camisola e a rubricarem exibições merecedora de nota artística elevada.

Aos 54’, segundo golo da noite…. Markovic tira três do caminho e Gaitán conclui mais uma obra-prima: que golaço!

Até final, Benfica, Benfica, Benfica! Resultado lisonjeiro para o Arouca. Faltam três pontos…

Na próxima quarta-feira o chip muda, com outra importante frente a surgir. O Benfica recebe, no Estádio da Luz, o FC Porto, em partida relativa à 2.ª mão da Taça de Portugal. Rumo ao Jamor, é necessário dar a volta a uma eliminatória na qual os “encarnados” estão em desvantagem por um golo.

De regresso às emoções do Campeonato Nacional, o Estádio da Luz será, no próximo dia 20 de Abril, Domingo de Páscoa, o centro das atenções da Nação Benfica. Naquele que poderá ser o jogo do título, o Benfica recebe, pelas 18 horas, a formação do Olhanense. Todos à Catedral!

O Sport Lisboa e Benfica alinhou com o seguinte onze inicial: Oblak (Artur Moraes, 69’); Maxi Pereira, Jardel, Garay e Siqueira; André Almeida, Enzo Perez, Markovic (Cardozo, 80’) e Gaitán; Lima e Rodrigo (Salvio, 74’).

Fonte: SLB

Ficha de Jogo: http://www.abola.pt/jogodirecto/ficha.aspx?id=169844

Fotos: https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10154016692165716&set=a.10154016681295716.1073742022.212504785715&type=1&theater