Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

Até o apanha-bolas levou um raspanete

25.02.14, Benfica 73
Com os nervos à flor da pele! Jorge Jesus, como já é hábito, não parou um único segundo ao longo do encontro com o V. Guimarães, correndo, esbracejando e, sempre que necessário, gritando instruções para o relvado. Certo é que o técnico, de 59 anos, não conseguiu disfarçar algum nervosismo ao longo de todo o encontro. Talvez pela importância deste, já que permitiu à equipa distanciar-se do FCPorto, mas também pelo facto de as águias, depois de terem chegado à vantagem, não terem sido capazes de marcar o segundo.Seria remédio para tranquilizar Jesus? Não sabemos...

Sabemos, no entanto, que até um dos apanha-bolas ficou com as orelhas a arder, depois de ter demorado alguns momentos a entregar a bola a Sílvio, ainda na primeira parte. O próprio internacional português sofreu na pele a fúria do técnico, quando um passe não saía bem ou quando perdia a bola para um adversário. Nos segundos 45 minutos foi a vez de Siqueira...


Mas desengane-se o leitor se pensa que as incidências de JJ no duelo de ontem ficaram por aqui. Depois de um choque a meio-campo com Addy, Markovic ficou estendido no chão. Oblak não atirou a bola para fora das quatro linhas e Jorge Jesus, qual Usain Bolt, correu até ao meio-campo furioso com o guarda-redes esloveno.

Fonte: Record

Árbitro do Benfica-PAOK

25.02.14, Benfica 73
A UEFA selecionou o polaco Simon Martiniak para dirigir o Benfica-PAOK, de quinta-feira, referente à segunda mão dos oitavos-de-final da Liga Europa. 
A equipa encarnada venceu o jogo da primeira mão, por 1-0, golo do avançado brasileiro Lima.
Fonte: A Bola

Salvio agradece carinho recebido no regresso à Luz

25.02.14, Benfica 73
Salvio já tinha voltado a jogar pelo Benfica, depois de longa ausência por lesão, na Grécia, diante do PAOK. 
Mas, ontem, voltar a jogar na Luz — entrou ao minuto 70 da partida com o Vitória de Guimarães, que os encarnados venceram por 1-0 — teve um sabor especial. 
«Quero agradecer o imenso carinho que me deram neste meu regresso ao Estádio da Luz. Simplesmente obrigado a todos os benfiquistas», escreveu o argentino na rede social Twitter
Fonte: A Bola

Benfica – V. Guimarães, 1-0 - Rescaldo, Fotos, Ficha de Jogo e Resumo com Relato (Vídeo)

25.02.14, Benfica 73

O Benfica recebeu e venceu, esta noite na Luz, o V. Guimarães, em partida relativa à 20.ª jornada do Campeonato Nacional. Markovic, aos 40’, num lance magistral, fez o único golo de uma vitória justa e preciosa.

Depois da vitória da última quinta-feira, na Grécia, onde o Benfica deu mais um passo importante na caminhada europeia 2013/14, os “encarnados” regressaram à Luz, e ao Campeonato Nacional, da melhor forma possível.

 

Exibição convincente, pensada e de intensidade qb, regressos (Salvio) muito saudados, e uma vitória justíssima. Três pontos preciosos que consolidam e alargam ainda mais a vantagem benfiquista no topo da classificação geral. 

Vamos à partida! Entrada fulminante do Benfica, com o primeiro lance de real perigo a surgir logo na jogada inaugural, com o guardião vimaranense a defender por instinto para canto. 

Estava dado o mote, mote esse quebrado minutos depois com a primeira contrariedade da noite, quando Enzo Perez e Jardel chocaram entre si, com o brasileiro a ficar maltratado, o que provocou uma paragem na partida que quebraria o ritmo imposto inicialmente.

Mas o Benfica sabia muito bem o que queria e rapidamente voltou a tomar conta das operações, com o sérvio, Markovic, a assumir-se como pêndulo da equipa. Rodrigo e Sulejmani tentaram a sorte, pelo meio (36’), Oblak - mero espectador atento até então -, rubricou espectacular defesa a remate intencionado de Maazou… e o grande momento da noite estava prestes a acontecer.

Aos 40’, magia pura na Luz! Jogada de entendimento colectivo, Rodrigo, inteligentíssimo, descobre Markovic que, na cara de Douglas, recebe de primeira e faz um chapéu magistral, com o esférico a só parar nas redes contrárias. Estava feito o primeiro golo na Catedral.

 

Pragmatismo inteligente 

Em desvantagem, Rui Vitória bem tentou espevitar os seus jogadores, no entanto, e apesar da equipa vimaranense ter mostrado vontade, a vontade do Benfica em vencer foi superior e prevaleceu.

Solidariedade, pragmatismo e entreajuda entre os sectores foram determinantes, com o Benfica a optar por gerir, pensar, num jogo de maior contenção, mas, sempre que possível e em segurança, nunca descurando a baliza adversária. 

Apito final de Nuno Almeida, 1-0, missão cumprida! Desde o início de Novembro que o Sport Lisboa e Benfica não conhece o sabor da derrota… 

Na próxima quinta-feira a equipa foca objectivos na Liga Europa, com a recepção ao PAOK, em partida alusiva à segunda mão dos 16 avos-de-final da prova.

Domingo regressam as emoções do Campeonato Nacional, com a nossa formação a deslocar-se ao Estádio do Restelo, para defrontar o Belenenses, em encontro relativo à 21.ª ronda. O apito inicial está marcado para as 17 horas.

O Sport Lisboa e Benfica alinhou com o seguinte onze inicial: Oblak; Sílvio, Luisão, Jardel e Siqueira; Markovic, Fejsa, Enzo Perez e Sulejmani (69’, Salvio); Lima (85’, Ruben Amorim) e Rodrigo.

Fonte: SLB

Fotos: http://www.slbenfica.pt/Fotos/detalhealbum/tabid/2803/cat/2737/language/pt-PT/Default.aspx

Veja aqui a ficha do jogo