Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

Sorteio dos 16 avos de final da Liga Europa

16.12.13, Benfica 73
Conheça o resultado do sorteio dos 16 avos de final da Liga Europa, que colocou Eintracht Frankfurt e PAOK no caminho de FC Porto e Benfica, respetivamente.
Eis o sorteio:
16 AVOS DE FINAL (20 e 27 de fevereiro)
Jogo 1: Dnipro - Tottenham
Jogo 2: Bétis - Rubin
Jogo 3: Swansea - Nápoles 
Jogo 4: Juventus - Trabzonspor
Jogo 5: Maribor - Sevilha
Jogo 6: Viktoria Plzen - Shakthar Donetsk 
Jogo 7: Chornomorets - Lyon
Jogo 8: Lazio - Ludogorets
Jogo 9: Esbjerg - Fiorentina
Jogo 10: Ajax - Salzburgo
Jogo 11: Maccabi Telavive - Basileia
Jogo 12: FC PORTO - Eintracht Frankfurt
Jogo 13: Anzhi - Genk
Jogo 14: Dínamo Kiev - Valência
Jogo 15: PAOK - BENFICA 
Jogo 16: Liberec - AZ Alkmaar

OITAVOS DE FINAL (13 e 20 de março)
Liberec/AZ - Anzhi/Genk
Lazio/Ludogorets – Dínamo Kiev/Valência
FC PORTO/Eintracht Frankfurt - Swansea/Napoles
Chornomorets/Lyon - Plzen/Shakhtar Donetsk
Maribor/Sevilha - Betis/Rubin
Dnipro/Tottenham - PAOK/BENFICA
Macabi Telavive/Basileia - Ajax/Salzburgo
Juventus/Trabzonspor – Esbjerg/Fiorentina
Fonte: A Bola

No caminho do Benfica

16.12.13, Benfica 73
O PAOK, onde milita o defesa português Miguel Vítor, será o adversário do Benfica nos 16 avos de final da Liga Europa, ditou o sorteio realizado esta segunda-feira na sede da UEFA.

Como cabeças de série, os encarnados jogarão primeiro na Grécia, a 20 de fevereiro, ficando a partida no Estádio da Luz marcado para dia 27.
Atual segundo classificado do campeonato da Grécia, a oito pontos do líder Olympiakos, que não boas recordações deixou já esta época ao Benfica, o PAOK entrou nas competições europeias logo em julho, uma vez que participou nas eliminatórias de qualificação para a fase de grupos da Liga dos Campeões.

Viria a ser eliminado pelo Metalist (derrota em casa por 0-2 e 1-1 na segunda mão), mas foi depois repescado para o play off na sequência do castigo aplicado pela UEFA ao clube ucraniano, por manipulação de resultados em 2008. Porém, o PAOK voltou a ser eliminado, desta feita diante do Schalke (empate fora a uma bola e derrota em casa por 2-3), transitando para a Liga Europa.

A equipa onde milita o jogador formado no Benfica viria então a somar três vitórias e três empates, ficando no segundo lugar do Grupo L com os mesmos pontos que AZ Alkmaar (primeiro).
Além de Miguel Vítor destaca-se ainda na equipa a presença de Katsouranis, que também passou pelo Benfica, assim como do brasileiro Lino (jogou na Académica e no FC Porto).
Caso ultrapasse o PAOK, o Benfica terá pela frente nos oitavos de final o vencedor do embate entre Dnipro e Tottenham.
Fonte: A Bola

Hugo Almeida agride adepto que entra em campo (vídeo)

16.12.13, Benfica 73
O avançado português Hugo Almeida (Besiktas) agrediu um adepto que entrou em campo durante a partida Kasimpasa, para a 14.ª jornada do campeonato turco.
Embora os jogadores do Kasimpasa já tivessem imobilizado o adepto que entrou em campo, Hugo Almeida aproximou-se e acabou por pisa-lo, isto porque o adepto em questão terá atingido Manuel Fernandes.
Fonte: A Bola
 
Hugo Almeida agride adepto que entra em campo 

Olhanense – Benfica, 2-3 - Rescaldo, Fotos, Ficha de Jogo, Resumo com Relato (Vídeo)

16.12.13, Benfica 73

A equipa de Futebol do Sport Lisboa e Benfica deslocou-se, este domingo, ao estádio do Algarve para disputar, ante o Olhanense, a 13.ª jornada da Liga portuguesa, onde triunfou por 2-3, através dos tentos de Lima, Matic e Sulejmani.

Com o mote da estreia da “brazuca” nos seus jogos, o Benfica entrou a mandar nas incidências da partida e ocupou, desde os primeiros minutos, o meio-campo contrário, tentando por ambos os corredores abrir espaços na defensiva algarvia.

 

Sem que nada fizesse prever, contudo, o Olhanense adiantou-se no marcador aos sete minutos. Os comandados por Paulo Alves aproveitaram uma descoordenação entre Sílvio e Garay para lançarem um ataque rápido. Mahmeti rematou, Artur ainda conseguiu evitar, mas à segunda, Femi fuzilou e fez o 1-0.

Com a noção que teria de correr atrás do prejuízo, os da Luz voltaram a assumir as despesas da partida, mas tinham dificuldade em entrar na área do adversário. A excepção verificou-se à passagem do minuto 19 quando Gaitán descobriu uma nesga, cruzou e Lima mais alto que o adversário refez o empate. Dois minutos depois, Gaitán entrou na área, fez um túnel a Celestino e caiu. O toque existiu, mas fica a dúvida foi suficiente para o fazer cair.

Com o empate no marcador, os “encarnados” procuraram o tento da reviravolta. Gaitán, sempre ele, lançou Lima na área que em voo atirou ao lado (25’).

 

O jogo estava a ser ingrato para o Benfica. Ao minuto 30, Paulo Regula desfez o empate com um remate do “meio

da rua” e bateu Artur. Fica a ideia que poderia ter feito mais no lance. De novo na condição de perdedor, os pupilos às ordens de Jorge Jesus tiveram de “arregaçar as mangas” e lograr o empate antes do intervalo.

Com esse objectivo em mente, o Benfica voltou a subir as linhas, apoderou-se do meio-campo do Olhanense e, naturalmente, chegou ao empate aos 36 minutos através de um grande golo de Matic – ele que até está entre os finalistas para o Prémio Puskás para o melhor golo do ano de 2013. Ivan Cavaleiro deixou o esférico para o sérvio que tirou um adversário do caminho e atirou com força e colocado para o 2-2.

No minuto seguinte, um erro grosseiro de um dos assistentes de Vasco Santos ao assinalar mal um fora-de-jogo a Rodrigo quando este estava sozinho na área. Poderia ter dado em golo!

 

S de… Solução!

O intervalo chegou com o empate a duas bolas, mas no reatamento, Sulejmani (entrado ao intervalo) colocou pela primeira vez o Benfica na frente do “placard”. Rodrigo faz o passe e o sérvio com um “slalom” fantástico deixou dois adversários para trás e atirou de trivela para o 2-3 (47’). Estava confirmada a reviravolta e a turma algarvia via-se, finalmente, numa condição inédita nesta partida.

Aliás, Sulejmani veio mexer com a partida, empregou muita velocidade ao corredor esquerdo e consequentemente ao ataque benfiquista. Foram deles a maior parte dos lances de perigo que o Benfica criou junto à área contrária, nomeadamente aquele criado aos 75’ pelos defesas centrais, Luisão e Garay, com o argentino a rematar na pequena área mas a bola ficou prensada na defensiva.

A finalizar, dizer que o encontro teve dez minutos de compensação, fruto da lesão de Artur Moraes que obrigou a parar a partida até sair para dar o lugar a Oblak que estreou no Campeonato com a camisola do Benfica.

O Sport Lisboa e Benfica alinhou com o seguinte onze inicial: Artur (Oblak, 69’); Maxi Pereira, Garay, Luisão, Sílvio; Fejsa, Matic, Ivan Cavaleiro (Sulejmani, 45’), Gaitán; Rodrigo (Ola John, 59’) e Lima.

Fonte: SLB

Ficha de Jogo: http://www.abola.pt/jogodirecto/ficha.aspx?id=169735

Fotos:https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10153602838480716&set=a.10153602837660716.1073741965.212504785715&type=3&theater