Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

«Agora já se nota o Benfica do ano passado»

30.11.13, Benfica 73

Antigo jogador do Benfica e do Rio Ave, Fábio Faria reconhece que o jogo de domingo entre as duas equipas para a 11.ª jornada da Liga não vai ser fácil para os encarnados.

O central, que foi obrigado a deixar o futebol devido a problemas de saúde, admite que a equipa da Luz está mais forte, mas que o Rio Ave é um adversário... à altura.

"O Benfica está mais confiante. No início da época, alguns jogadores ainda não se tinham adaptado, mas agora nota-se o Benfica do ano passado, com mais confiança, o que é bom para os resultados começarem a aparecer", começou por afirmar à Rádio Renascença.

E prosseguiu: "Ontem [no jogo com o Anderlecht para a Liga Europa], o Benfica teve o pássaro na mão, mas depois sofreu o golo, quando estava bem na partida. Mas marcar um golo no último minuto é sempre um factor de motivação e isso é bom para o campeonato. No domingo vai ser um jogo complicado: apesar de as coisas não estarem a correr bem ao Rio Ave, é sempre uma equipa muito forte".

Fonte: Record

Um vídeo para ver e rever

30.11.13, Benfica 73
É um daqueles momentos que mereciam ficar na história mas que, por azar, acabarão por ser esquecidos. Yoann Gourcuff, médio do Lyon, marcou um espetacular golo do meio-campo no jogo de quinta-feira, com o Bétis, para a Liga Europa.
No entanto, o golo do internacional francês acabou por ser invalidado pelo árbitro, uma vez que a jogada já se encontrava interrompida.
Sem dúvida um vídeo para ver e rever... apesar de o golo não ter contado.
Fonte: A Bola

«No Benfica faço coisas que não fazia»

30.11.13, Benfica 73
Ezequiel Garay assumiu que evoluiu muito nas últimas épocas e que foi o trabalho no Benfica que o conduziu à seleção argentina. 
Numa entrevista ao site goal.com, o defesa de 27 anos falou da aprendizagem desde que chegou à Europa: «Vejo coisas no campo que não via. Quando somos jovens queremos fazer tudo, muitas vezes mal. Com a experiência corres menos mas melhor. Tive a sorte de ter bons treinadores que me ofereceram coisas para melhorar. Aprendi um pouco com cada um deles. E agora, no Benfica, faço coisas que não fazia.» 
Garay confessou que nem queria acreditar quando voltou a ser chamado à seleção. «Trabalhei no clube para estar lá», rematou.
Fonte: A Bola