Novembro 13 2013
Pouco preocupado em saber porque não ficou no Benfica, o dianteiro brilha no Rennes como consequência da confiança que lhe é dada pelo seu treinador.
Nélson Oliveira voltou a ser cedido pelo Benfica, agora ao Rennes, porque na Luz há Cardozo - um goleador que não lhe enche as medidas, preferindo... Ibrahimovic -, mas também Lima e Rodrigo. Emigrou e está em alta, a marcar golos e a realizar exibições de elevado quilate, porque, como refere em entrevista a O JOGO, sente que o seu treinador, Philippe Montanier, confia plenamente nas suas qualidades. Quanto a Jorge Jesus, que "tem a sua maneira de trabalhar", diz apenas que a confiança manifestada por um treinador é "meio caminho andado" para um jogador explodir. E, isso, o jogador de 22 anos está a conseguir longe da Luz.

Um dos seus concorrentes diretos na Luz, Cardozo, fez um hat trick no dérbi com o Sporting. O que achou da exibição do jogador paraguaio?
Não tive oportunidade de assistir ao dérbi. Cardozo é um excelente avançado, mas não é o género de avançado que eu aprecio.
Fonte: O Jogo
publicado por Benfica 73 às 12:59

Novembro 13 2013
Filip Djuricic, médio-ofensivo de 21 anos, integra a convocatória de Sinisa Mihajlovic para os dois jogos particulares da Sérvia, o primeiro no dia 15, frente à Rússia, no Dubai, e o segundo a 19, diante de uma equipa de jogadores sérvios escolhida pelos jornalistas locais, que terá lugar em Uzice, no país natal do jogador.

O número 10 do Benfica, eleito na época passada o melhor jogador do Heerenveen e o terceiro melhor da liga holandesa, tendo integrado o onze ideal da prova, foi ontem nomeado para falar à Imprensa sérvia e acabou por referir-se ao momento que vive na Luz, que continua a não ser o mais desejado: «Não joguei a última partida, o derby com o Sporting, mas fiquei feliz por termos ganho a partida. A situação não é boa, mas vou dar o meu melhor para entrar na luta e, no futuro, convencer o treinador.»

Djuricic recordou, também, uma questão relacionada com declarações que proferiu em setembro, pouco depois da vitória da Sérvia sobre o País de Gales (vitória, por 3-0, com um golo de Lazar Markovic, em Cardiff, em jogo respeitante ao apuramento para o Campeonato do Mundo de 2014) e que lhe trouxe dissabores: «Nada posso dizer sobre o Benfica. Da última vez, depois do jogo com o País de Gales, tive um problema. Em princípio, por nada que tivesse dito sobre o clube, simplesmente, eles têm essa atitude, se calhar por alguma má experiência no passado. Ainda assim, a Imprensa em Portugal é estranha.»

Na altura, 11 de setembro, Djuricic admitia que não esperava encontrar-se na situação que vivia no Benfica, sobretudo porque jogara, nessa partida com os galeses, os primeiros 90 minutos em quatro meses, e afirmava que essa questão deixava marcas. 
Por essa altura, o jogador disse igualmente que iria continuar a trabalhar e a lutar, no clube e na seleção, intenção que reafirma agora, dois meses depois.
Ontem, o herdeiro da camisola de Pablo Aimar abordou ainda as vantagens de trabalhar em Lisboa com sete compatriotas - Lazar Markovic, Sulejmani, Matic, Fejsa, Mitrovic, Uros Matic e Filip Markovic. «Somos muitos, temos de manter essa situação. É mais fácil do que quando estava na Holanda ao serviço do Heerenveen», finalizou Djuricic. 
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 11:49

Novembro 13 2013
Nemanja Matic falou ontem aos jornalistas sérvios, no primeiro dia de trabalho da seleção. 
O médio de 25 anos está impedido pelo Benfica de abordar qualquer assunto sobre o clube, pelo que analisou apenas os próximos dois particulares da Sérvia, com a Rússia, sexta-feira, no Dubai, e com uma seleção de jogadores escolhidos por jornalistas sérvios, dirigida pelos treinadores Milovan Rajevak e Ljubisa Stamenkovic, dia 19 em Uzice, na Sérvia.

«Com a Rússia, uma grande equipa que estará no Mundial do Brasil, será duro, mas temos de aproveitar para fazer qualquer coisa de bom e representar com orgulho o país. Depois, em Uzice, precisamos de estar ao mais alto nível contra jogadores que pretendem mostrar que podem fazer parte da seleção», disse Matic, questionado, também, sobre a preferência no play-off entre Portugal e Suécia: 

«Vou apoiar, claro. É um país onde vivo, onde me sinto muito bem com a minha família, tenho muitos amigos lá. Espero que Portugal se qualifique para o Brasil.»
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 11:00

Novembro 13 2013
publicado por Benfica 73 às 07:44
Tags:

BENFICA 73
contador grátis
Novembro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9





subscrever feeds
comentários recentes
Do You Need A Loan To Consolidate Your Debt At 1.0...
Here is a good news for those interested. There is...
Viva o BenficaSaudações de UMA TETRA
O apoio financeiro a indivíduosOlá,Você está preso...
Get a Loan Today At 3% Interest Rate, contact us a...
Boa tarde,Gostaríamos de dar a conhecer o novo sit...
Boa tarde,Será possivel obter o contato do adminis...
A nível de centrais, apesar dos 2 jovens da equipa...
Caro Benfica73, Rebocho é lateral esquerdo de raiz...
Eu aceitava nos seguintes termos, um milhão à cabe...
Esta gentinha que se governa do futebol, fala de m...
E qual é o valor da cláusula? Parece que o PC está...
Incrível como o site notíciasaominuto não sabe que...
Não terão começado já a tentar desestabilizar o Be...
Apesar de tudo e contra tudo e contra todos (ontem...
O Benfica tem uma estrutura psicológica muito fort...
ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃOVISTO NA NETE DEVE SER LIDO ...
OS PRÓPRIOS SPORTINGUISTAS LÚCIDOSE NÃO CARNEIROS ...
ACHO QUE MERECE JÁ UM POST, EM TODOS OS BLOGUES BE...
Com tal tirada sobre a falta de 'carácter', o padr...