Outubro 28 2013

«O Benfica é um adversário com qualidade e aproveitou os nossos erros para fazer golos - foi eficaz e o segundo golo determinante. No final da primeira parte, o 1-0 assenta bem, entrámos bem na segunda parte mas o 2-0 deu-nos intranquilidade. Tentámos valorizar o futebol, nunca jogámos em bloco baixo e terminámos o jogo com dois pontos de lança. O resultado caiu para o lado do Benfica, com alguma justiça...»

Fonte: A Bola

Não me lembrava de ouvir um treinador adversário dizer que o Benfica ganhou com justiça.

publicado por Benfica 73 às 18:59

Outubro 28 2013
Ivan Cavaleiro, de início, André Almeida e Rúben Amorim, suplentes utilizados por Jorge Jesus, estão na origem de um recorde do Benfica em 2013/14. Nunca os encarnados tinham apresentado tantos jogadores portugueses numa partida de campeonato.

O encontro com o Cinfães, respeitante à 3.ª eliminatória da Taça de Portugal, que os encarnados venceram, por 1-0, acabou por possibilitar a presença de mais portugueses em campo, pois jogaram Sílvio, Steven Vitória, Rúben Amorim, Ivan Cavaleiro e ainda o médio de 19 anos Bernardo Silva, mas tratava-se, teoricamente, de uma partida de diferente nível de exigência, que levou Jorge Jesus a apostar em muitos futebolistas da equipa B dos encarnados.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 18:00

Outubro 28 2013
Balanço da exibição de Óscar Cardozo frente ao Nacional: assistência à número 10 para Siqueira fazer o 1-0 e marcar o 2-0, à número 9, após passe soberbo de Gaitán. 

Dois dias após a comemoração dos 10 anos do Estádio da Luz, com Nuno Gomes, marcador do primeiro golo no recinto encarnado, presente nas bancadas, nada mais significativo do que o avançado paraguaio ser o homem do jogo (nota 7), com uma assistência e um golo. 

Depois de tanta e tanta polémica rodeando Cardozo nos últimos cinco meses, o 7 prova dentro de campo que é, para já, insubstituível no futebol do Benfica: 270 jogos, 165 golos. Média de 0,61 golos por jogo.
Com estes 165 golos igualou Nuno Gomes na nona posição do ranking de melhores marcadores do Benfica em todas as provas.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 16:34

Outubro 28 2013
Jorge Jesus ficou satisfeito com o jogo que o Benfica realizou frente ao Nacional. O treinador dos encarnados diz que a equipa já esteve próxima daquilo que é capaz.

«Estou satisfeito com a vitória. O Benfica jogou com muita inteligência. Fizemos um jogo quanto baste. No jogo com o Olympiakos corremos muito e isso notou-se nos últimos 10 minutos. A ganhar por 2-0 deixámos de ser uma equipa pressionante mas ganhámos bem. Já estivemos mais próximos daquilo que somos capazes e daquilo a que habituámos os adeptos. Estamos no caminho da recuperação, não só pontual, mas também exibicional», afirmou o técnico dos encarnados em declarações à Benfica TV.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 15:48

Outubro 28 2013
Siqueira, autor do primeiro golo do Benfica no jogo com o Nacional, acabou por abandonar o relvado aos 27 minutos, com uma lesão muscular na coxa esquerda. 

O jogador disputou um lance perto da grande área dos encarnados e imediatamente sentiu que não tinha condições para continuar, sentando-se na relva e pedindo a substituição. 

Depois de assistido, ainda conversou com Jorge Jesus, dando a ideia de que podia, afinal, estar apto para continuar, mas bastou um lance em que conduziu a bola alguns metros para voltar a parar e a sair, então, em definitivo do relvado. 
Desta forma, fica em risco para os jogos com a Académica, em Coimbra, de dia 1, e de Atenas, com o Olympiakos, no dia 5 de novembro.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 14:10

Outubro 28 2013
A PSP comunicou neste domingo que «um grupo com 100 indivíduos, vestidos de negro e sem qualquer identificação clubística, de forma organizada e muito coesa, provocou desacatos e forçou a entrada junto da porta 25 do Estádio» do Dragão, antes do clássico entre FC Porto e Sporting. 

«O referido grupo envolveu-se em agressões com adeptos do FC Porto, situação que foi prontamente sanada através de intervenção policial, que repôs a ordem pública», acrescenta a PSP, através de comunicado que a Lusa publica.

«Os indivíduos que provocaram os desacatos, foram intercetados no interior do Estádio, tendo sido dali retirados e conduzidos junto de departamento policial de forma a serem devidamente identificados (100 indivíduos) e averiguadas as circunstâncias em que cometeram aqueles factos», lê-se ainda.

A PSP explica que «são suspeitos da prática dos crimes de participação em rixa, assim como introdução em local vedado ao público, dando-se assim cumprimento aos procedimentos policiais adequados».
As cenas de violência resultaram em 48 feridos.
Fonte: Maisfutebol
Ver Vídeo Aqui
publicado por Benfica 73 às 09:18

Outubro 28 2013

A equipa principal de Futebol do Sport Lisboa e Benfica regressou, este domingo, às vitórias após dois empates consecutivos na Luz. Diante do Nacional, os da casa venceram por 2-0, com os tentos a serem apontados por Siqueira e por Cardozo.

Os 35.519 espectadores que vieram parabenizar a Catedral pelos dez anos de vida viram um Benfica muito pressionante, com transições rápidas e com os jogadores a tentarem alvejar a baliza de Gottardi. Os insulares, aqui e ali, tentavam levar perigo através de contra-ataques, quase sempre mal finalizados. Tanta avalanche ofensiva teria de redundar em golo e o mesmo aconteceu à passagem do minuto 14. Siqueira arrancou que nem uma flecha pelo corredor esquerdo, combinou com Gaitán e com Cardozo antes de, isolado frente a Gottardi, atirar a contar.

 

Eram as primeiras manifestações de alegria nas bancadas de um Estádio da Luz que celebrava dez anos e que recebia aqui a sua primeira “prenda”.

O Nacional mostrou que não estava pelos ajustes e aos 18’, num livre directo, Claudemir obrigou Artur a defesa apertada. Depois deste lance, o Nacional cresceu na partida e, consequentemente, o fulgor “encarnado” diminui. Os comandados tiveram vários minutos por cima no encontro, com mais posse de bola e a rondarem a grande área benfiquista sem criarem, todavia, verdadeiros lances de golo.

A este atrevimento “alvi-negro”, o Benfica respondeu aos 31 minutos com uma oportunidade de Rodrigo. Ivan Cavaleiro marcou rapidamente um livre a meio do meio-campo, lançou Rodrigo que, de pé direito, rematou um pouco por cima. Os pupilos à guarda de Jorge Jesus voltavam a ter a “chama” dos primeiros minutos e aos 35’, Matic inventou uma jogada pela esquerda, centrou com Maxi Pereira a tentar rematar, a bola sobrou para Rodrigo que também não foi feliz no remate. A “carambola” terminou nos pés de Cardozo que rematou fraco para defesa do guardião brasileiro.

 

O intervalo chegava com o Benfica na frente por 1-0, numa primeira parte bastante agradável por parte da formação da casa.

Gaitán a “abrir o livro”

Tal como tinha entrado na primeira parte, o Benfica entrou muito bem na etapa complementar e aos 46’, Gaitán flectiu da esquerda para o meio, disparou cruzado com o esférico a passar muito perto do poste. Dois minutos volvidos, outra vez Gaitán de génio a passar por um adversário, arrancou em “excesso de velocidade” rumo à área madeirense, deixou para Cardozo que, com o seu “killer-instinct” atirou para o 2-0.

Havia sinal mais das “águias” no recomeço e aos 60 minutos foi Rodrigo que se esgueirou pelo flanco esquerdo, assistiu Ivan Cavaleiro, com o jovem da Formação do Clube a rematar para defesa de Gottardi.

 

Mais despercebida do que nos primeiros 45 minutos, o Nacional não se escusou a tentar importunar Artur como tentou fazer Candeias aos 62’

com um centro “venenoso”. O camisola 20 dos da Luz estava endiabrado e aos 67 minutos assistiu Ivan Cavaleiro para o golo. Este deslumbrou-se com a oportunidade e sozinho permitiu a defesa do guarda-redes dos insulares.

Mesmo depois de ter feito o “gosto ao pé”, Cardozo acreditava que poderia bisar e aos 87 minutos, de pé direito, quase surpreendeu Gottardi, estando perto o Benfica do 3-0.

A vencer por 2-0 e com o jogo perfeitamente controlado, Jorge Jesus pediu aos atletas que lidera para gerirem a vantagem com posse, algo que foi feito a preceito nos minutos finais da partida até ao apito final de Jorge Ferreira.

O Benfica passa a ter 17 pontos na tabela classificativa antes de deslocar a Coimbra para enfrentar a Académica no próximo dia 1 de Novembro.

O Sport Lisboa e Benfica alinhou com o seguinte onze: Artur Moraes; Maxi Pereira, Luisão, Garay, Siqueira (André Almeida, 26’); Matic, Enzo Perez, Ivan Cavaleiro (Ola John, 81’), Gaitán; Rodrigo (Ruben Amorim, 64’) e Cardozo.

Fonte: SLB

Fotos Aqui: https://www.facebook.com/photo.php?fbid=10153394099300716&set=a.10153393850585716.1073741940.212504785715&type=1&theater
publicado por Benfica 73 às 08:35

Outubro 28 2013
publicado por Benfica 73 às 06:05
Tags:

BENFICA 73
Outubro 2013
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9


24
26



subscrever feeds
comentários recentes
Viva o BenficaSaudações de UMA TETRA
O apoio financeiro a indivíduosOlá,Você está preso...
Get a Loan Today At 3% Interest Rate, contact us a...
Boa tarde,Gostaríamos de dar a conhecer o novo sit...
Boa tarde,Será possivel obter o contato do adminis...
A nível de centrais, apesar dos 2 jovens da equipa...
Caro Benfica73, Rebocho é lateral esquerdo de raiz...
Eu aceitava nos seguintes termos, um milhão à cabe...
Esta gentinha que se governa do futebol, fala de m...
E qual é o valor da cláusula? Parece que o PC está...
Incrível como o site notíciasaominuto não sabe que...
Não terão começado já a tentar desestabilizar o Be...
Apesar de tudo e contra tudo e contra todos (ontem...
O Benfica tem uma estrutura psicológica muito fort...
ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃOVISTO NA NETE DEVE SER LIDO ...
OS PRÓPRIOS SPORTINGUISTAS LÚCIDOSE NÃO CARNEIROS ...
ACHO QUE MERECE JÁ UM POST, EM TODOS OS BLOGUES BE...
Com tal tirada sobre a falta de 'carácter', o padr...
Tanto quanto narra a história a Cinderela saiu ven...
Fosse eu a tratar deste assunto e se este está a d...