Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

«Vai ser um mano a mano até ao fim»

31.03.13, Benfica 73
Gaitán acredita que a luta com o FC Porto pelo título será até ao fim. Argentino soube que os dragões estavam a vencer em Coimbra. Médio desvaloriza rumores sobre a saída da Luz.
Nico Gaitán não marcou qualquer dos seis golos, ontem, ao Rio Ave, mas foi um dos jogadores em destaque no Benfica. A goleada ante os vilacondenses deixou o Benfica mais perto do título e, novamente, com quatro pontos de vantagem sobre o FC Porto, segundo classificado. 

Os encarnados entraram em campo depois do triunfo dos dragões em Coimbra e, segundo Gaitán, sabiam que o adversário estava a ganhar à Académica. De acordo com o internacional argentino, de 25 anos, a luta pelo título será renhida e até ao final.
«Sabia que estavam a ganhar 2-0 e não soube mais. De certeza que será uma luta até ao fim, será um mano a mano com o FC Porto e queremos ficar à frente», afirmou Gaitán, ontem, na Luz.

Em relação à partida com o Rio Ave, o médio lembrou que não é fácil voltar a jogar depois de uma paragem de 15 dias. Para Gaitán, o primeiro golo, apontado por Melgarejo, foi determinante para a goleada final. Questionado sobre se foi uma exibição à campeão, Gaitán...rematou para canto.

«Exibição à campeão? Foi uma boa exibição. Estivemos 15 dias sem jogar e aquele golo cedo facilitou-nos a vitória», explicou o internacional argentino. 
Por último, Gaitán desvalorizou as notícias que dão conta da sua saída no final da temporada. O camisola 20 lembrou a época passada: «No ano passado, também falaram disso e continuei. A mim não me afeta.»
Fonte: A Bola

Benfica – Rio Ave, 6-1 - Rescaldo, Ficha de Jogo, Fotos, Resumo com Relato (Vídeo)

31.03.13, Benfica 73

A equipa de Futebol do Sport Lisboa e Benfica recebeu e venceu, este sábado, no Estádio da Luz, o Rio Ave, por 6-1, em jogo referente à 24.ª jornada da Liga portuguesa. Os tentos foram apontados por Lima (3), Matic, Melgarejo e Enzo Perez e deixam o Benfica na liderança isolada da classificação.

Destaque para os 45.862 espectadores nas bancadas que, em tempo festivo (Páscoa), disse “presente” e empurrou o Benfica para um triunfo inequívoco, mostrando que acredita em conquistas importantes em 2012/13.

 

A primeira parte foi de sentido único e o cerco à baliza de Jan Oblak começou logo aos 7’ com um forte remate de Salvio que passou bem perto do poste esquerdo da baliza. Nota para a excelente recuperação de bola de Matic.

O Benfica atacava muito e aos nove minutos, Gaitán centrou e Lima, em salto de peixe, chegou um tudo-nada atrasado. A avalanche ofensiva da turma da casa teria de resultar em golo e aos 11’, numa excelente jogada de entendimento entre Gaitán e Melgarejo, este último rematou potente sem hipóteses para Oblak. Estava instalada a festa na Luz!

Dois minutos depois do golo, poderia ter surgido o empate. Ukra, num livre directo, leva o esférico a embater na barra da baliza defendida por Artur. O Benfica respondeu da melhor forma ao susto e aos 15 minutos chegou ao 2-0. Gaitán marcou o pontapé de canto e Matic, de cabeça, livre de marcação, atirou a contar.

 

A vencer por dois tentos, os comandados de Jorge Jesus geriram e só aos 33 minutos voltaram a criar perigo através

de um remate de Lima. O avançado brasileiro ameaçou e aos 41’ marcou mesmo! Excelente jogada colectiva do líder, Enzo Perez centrou e Lima, de forma oportuna, fez o 3-0.

O Benfica ia para o intervalo em clara vantagem, algo que adquiriu a jogar de forma ligada, controlada, mas com alguma intensidade.

A etapa complementar iniciou da mesma forma como tinha começado o jogo. Aos 49’, Lima apontou um golo de belo efeito com o pé esquerdo, após combinação com Rodrigo. Volvidos dois minutos, Hassan desviou um centro de Tarantini e enganou Artur, fazendo o 4-1.

O Rio Ave não conseguiu parar os jogadores do Benfica a não ser com faltas e isso valeu duas expulsões. Wires aos 60’ e Edimar aos 72 minutos.

 

Com menos dois jogadores, de forma natural, os vila-condenses sofreram mais um golo. Triangulação entre Cardozo, Melgarejo e Lima, com este último a completar o “hat-trick”.

O Benfica não estava satisfeito e chegou à meia dúzia aos 81 minutos. Ola John trabalhou bem na direita, rematou ao poste e na recarga Enzo Perez juntou-se à lista de marcadores. Perto dos 90 minutos, o árbitro ainda expulsou, de forma forçada, Melgarejo.

O Sport Lisboa e Benfica alinhou com o seguinte onze: Artur Moraes; Maxi Pereira, Garay, Luisão e Melgarejo; Enzo Perez, Matic, Salvio (Ola John, 46’) e Gaitán (Cardozo, 75’); Rodrigo e Lima (Aimar, 82’).

Veja aqui a ficha do jogo