Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

«Não recebo lições de desportivismo do Barcelona»

25.02.13, Benfica 73
O treinador do Real Madrid, José Mourinho, reagiu às declarações do técnico-adjunto do Barcelona, Jordi Roura, acerca do árbitro Undiano e de ser muito permissivo.
«Prefiro ficar com as lições que ficamos do Barcelona no passado. Lições de desportivismo, de não pressionar, de não rodear o árbitro, de não simular faltas para tirar cartões amarelos e obviamente de jogar futebol, que o fazem muito bem», afirmou Mourinho, em conferência de Imprensa.
O treinador do Real Madrid está ansioso para partida, terça-feira, frente ao rival catalão: «O ambiente é normal. Nós gostamos deste tipo de jogos. Todos querem jogar. Prefiro jogos deste dimensão e dificuldades do que jogos sem pressão. Estamos preparados para jogar. Queremos que chegue rápido o jogo com o Barcelona e com o Manchester United».
Fonte: A Bola

«Quem quer jogar em alto nível tem de estar sujeito a este calendário»

25.02.13, Benfica 73
O treinador do Benfica diz que o desgaste físico dos jogadores, provocado com os vários compromissos da equipa, é próprio de uma grande equipa e de quem joga ao mais alto nível.
«É o preço da qualidade por estarmos inseridos em todas as frentes. Na quarta-feira já temos a meia-final da Taça da Liga, mas quem quer jogar a alto nível tem de estar sujeito a este calendário. Seria pior estar aqui sem estes jogos todos», afirmou Jorge Jesus.
O treinador, no entanto, mostrou-se satisfeito com a reposta dos jogadores, deixando o exemplo do que se passou na partida com o Paços de Ferreira: «Tirando o Enzo, que se queixou ao intervalo, todos estiveram bem e fomos apenas gerindo conforme o que se estava a passar no jogo.»
Fonte: A Bola

«Temos o melhor jogador do mundo, o segundo e o terceiro»

25.02.13, Benfica 73
O médio Cesc Fàbregas defendeu que o Barcelona tem os três melhores jogadores do mundo e que precisa de ser eficaz para afastar o Real Madrid da Taça do Rei.
«A atitude dos adeptos na semana em que perdemos frente ao Chelsea e Madrid foi espetacular. Como adepto, nunca tinha visto nada assim. Esta equipa mudou a mentalidade do sócio e isso não se paga com dinheiro. Evidentemente que ter o melhor jogador do mundo, o segundo e o terceiro também é algo que os adeptos gostam, mas também valorizam a união que existe no grupo», afirmou Fàbregas, em declarações à televisão do Barcelona.
O médio espanhol também analisou o super clássico frente ao Real Madrid: «Temos de ser mais eficazes, porque sabemos que eles são».
Fonte: A Bola

Tristezas mil (Afonso De Melo)

25.02.13, Benfica 73

Mil, festejam eles. Mil enganados. Mil cenas macabras. Mil histórias tristes. A memória já não abarca todas, tantas que são. Jornalistas espancados, quantos foram? Uns à porta de casa; outros à saída do Estádio Mário Duarte, em Aveiro (e era o mestre dos mestres!); outro no Estádio do Restelo; ainda mais um em directo na TV, em pleno relvado das Antas... E mais? Um fotógrafo atropelado! Até as fotografias incomodam quem gosta de viver na escuridão, não é? Viagens oferecidas a árbitros com destino de Brasil. Um árbitro perseguido por uma equipa quase inteira para vergonha de quem ainda hoje assiste àquelas imagens sinistras. Árbitros intimidados, agredidos à força de peitadas por jogadores inimputáveis. Árbitros escolhidos a dedo com o compadrio dos patrões da arbitragem para forjarem vitórias bufas, resultados martelados, conquistas sem valor...

Um árbitro convidado para um café e um envelopezinho recheado numa casa obscura da Madalena na véspera do jogo no qual deveria ser absolutamente imparcial. E quantos mais por lá passaram, com café e envelope? Tantos certamente... Jogadores insubmissos ameaçados com tiros nos joelhos. Treinadores insultados e com os seus carros destruídos. Prostitutas entregues a domicílio, em quartos de hotéis nos quais pernoitam juízes de linha. Quem as paga? A conta apresenta-se lá no alto da torre e arquiva-se como despesa de refeição. Árbitros estrangeiros refastelam-se nas marisqueiras de Matosinhos garantindo finais europeias. Mais envelopes. Mais trabalho para a contabilidade da torre das Antas... Do alto dos viadutos chovem sacos com pedras de calçada sobre viaturas inocentes. Tentativas de homicídio também valem. Das bancadas chovem pedras e bolas de golfe. Ninguém liga. É assim a vida e a lei a oeste de Pecos: não há vida nem lei. Ufa! Tanta porcaria também cansa! 
Fonte: Jornal O Benfica

Prémio de melhor do mês

25.02.13, Benfica 73
O médio sérvio do Benfica, Matic, recebeu este domingo o prémio de melhor jogador de dezembro/janeiro do campeonato, uma iniciativa da Liga de Clubes e do Sindicato de Jogadores.
A entrega do prémio aconteceu antes do início da partida entre o Benfica e o Paços de Ferreira, que terminou com a vitória dos encarnados por 3-0.
Matic recebeu o prémio por parte do diretor da Comissão Executiva da Liga, José Sampaio e Nora, e do delegado do Sindicato de Jogadores, To Zé.
Fonte: A Bola

Ataque demolidor

25.02.13, Benfica 73
Benfica chega à meia centena de golos no campeonato. Há 58 jogos seguidos que marca em jogos caseiros para a liga portuguesa.
Era previsível que o Benfica marcasse. Há nada menos de 58 jogos que, na Luz e para a Liga, chega aos golos, pelo que o mais previsível era, de facto, que o voltasse a fazer. 
Com o golo do artilheiro paraguaio, o Benfica voltava a agarrar o FC Porto no melhor ataque da prova, com 49 golos.
Depois, com o 3-0 a surgir já na parte final do encontro, os encarnados ultrapassavam o ataque do FC Porto e passavam a somar 50 golos na prova. E, curiosamente, 25 no Estádio da Luz e 25 fora de casa. Esta temporada, nas 20 jornadas, a turma de Jorge Jesus marcou em todos os jogos (o FC Porto só falhou na jornada 1, em Barcelos) e a última vez em que, para a liga, as águias ficaram sem marcar foi em Alvalade a 9 de abril do ano passado (derrota por 0-1).
Fonte: A Bola

Confrontos levam à suspensão do V. Guimarães B - SC Braga B (vídeos e fotos)

25.02.13, Benfica 73
Confrontos entre adeptos levaram este domingo à suspensão do encontro entre as equipas B de V. Guimarães e SC Braga, referente à 29.ª jornada da 2.ª Liga.
A BOLA.pt divulgou as primeiras imagens dos graves incidentes, correndo agora na Internet vários vídeos captados por adeptos presentes.
Fonte: A Bola
 
O árbitro Hugo Pacheco decidiu que não estavam reunidas as condições necessárias para que o jogo entre o V. Guimarães B e o SC Braga B continuasse, pelo que decidiu suspender o desafio em definitivo.
A partida tinha sido interrompida logo aos seis minutos, após os adeptos do SC Braga B terem queimado e arremessado cadeiras.
Esta reação dos adeptos do SC Braga surgiu na sequência da partida de sábado, entre as duas equipas, onde os adeptos vimaranenses também terão tentado incendiar e arremessar cadeira.
O problema é que este jogo estava sem policiamento, pelo que não estavam reunidas as condições mínimas para a sua continuidade.
Luta
Bancadas
Forças
Várias
Adeptos
Confrontos

«Jogo em Alvalade será difícil para o FC Porto»

25.02.13, Benfica 73
O FC Porto desloca-se a Alvalade para jogar com o Sporting na próxima jornada (sábado). Jorge Jesus foi questionado sobre o clássico e ressalvou que será um jogo difícil para os dragões.
«Não estamos dependentes dos outros. Temos de fazer a nossa obrigação. Agora, metade do Sporting é a equipa B mas o jogo de Alvalade será difícil para o FC Porto mas nós também vamos ter um jogo difícil em Aveiro», afirmou o técnico dos encarnados em conferência de imprensa.
Fonte: A Bola

Benfica – P. Ferreira, 3-0 - Rescaldo, Fotos, Ficha de Jogo, Resumo (vídeo + relato)

25.02.13, Benfica 73

A equipa de Futebol do Sport Lisboa e Benfica recebeu e venceu, no Estádio da Luz, o Paços de Ferreira, por 3-0, com golos de Enzo Perez, Cardozo e Lima.

Jorge Jesus apresentou um Benfica praticamente na máxima força, que entrou pressionante e isso viu-se no golo obtido cedo. Aos 7’, jogada de entendimento entre Ola John, Lima e Salvio, que descobre à frente da área Enzo Pérez, com o argentino a arrancar para a baliza e a bater Cássio com uma finalização de classe!

 

Estava desbloqueado o marcador na Luz, mas o Benfica queria mais e à passagem do minuto 22, Luisinho centrou, mas Cardozo, em boa posição, rematou de cabeça por cima. Dois minutos volvidos, Ola John tira um cruzamento “venenoso”, Cardozo lutou entre os centrais, o esférico sobrou para Salvio com este a rematar, mas Cássio defendeu.

O conjunto da casa ia-se acercando cada vez mais da área pacense e aos 29’, após excelente jogada individual de Salvio, a bola sobrou para Lima que disparou de pé esquerdo para Cássio sacudir.

A jogar de forma organizada, mas sem conseguir sai para o contra-ataque (mérito do Benfica), o Paços de Ferreira foi pela primeira vez à baliza de Artur aos 31 minutos após perda de bola de Luisinho, mas só ganhou um canto.

 

Os comandados de Jorge Jesus tentavam o golo da tranquilidade e Cardozo bem o tentou. Porém, o esférico

endossado por Ola John embateu no poste.

O 1-0 ao intervalo sabia a pouco pelo que o Benfica tinha produzido. Tal como na primeira parte, os “encarnados” entraram decididos na etapa complementar e aos 45’ um remate de Cardozo obrigou Cássio a desviar para canto. Na sequência deste, Luisão, nas alturas, envia a bola ao poste e na recarga, Cardozo fez o 2-0.

O tento da tranquilidade estava conseguido, mas Carlos Martins também queria marcar e testou a atenção de Cássio aos 52 minutos.

A perder por 2-0, os pupilos orientados por Paulo Fonseca resignaram-se, mas ainda foram a tempo de sofrerem o 3-0, por intermédio de Salvio, após falhanço de Lima. Uma palavra para a assistência de cabeça de Aimar.

O onze inicial do Sport Lisboa e Benfica foi o seguinte: Artur; Maxi Pereira, Luisão, Garay e Luisinho; Matic, Enzo Perez (Carlos Martins, 45’), Ola John (Pablo Aimar, 71’) e Salvio; Lima e Cardozo (Gaitán, 63’).

Ficha de Jogo: http://www.abola.pt/jogodirecto/ficha.aspx?id=154032