Novembro 21 2012
publicado por Benfica 73 às 20:59
Tags: ,

Novembro 21 2012

O treinador do Benfica não tem dúvidas que, no jogo desta terça-feira, o Benfica provou ser melhor equipa do que o Celtic e que, por isso, merece seguir em frente na Liga dos Campeões.

«Sentimos que somos mais equipa do que o Celtic, Mostrámos isso nos dois jogos. Temos esperança e vamos para Barcelona a pensar que podemos sair de lá vencedores, vamos com essa convicção. Ainda temos uma palavra a dizer», disse um assertivo Jorge Jesus.

O técnico ainda sofreu um susto quando o Celtic marcou o golo do empate na sequência de um canto. Jorge Jesus explicou o lance com um bloqueio que foi feito ao guarda-redes Artur.

«O Artur foi bloqueado e não teve possibilidades de se fazer à jogada. A partir daí tivemos dificuldades para parar aquela bola. Trabalhámos durante a semana para isso. Nós éramos a única equipa que ainda não tinha sofrido golos contra eles de bola parada, mas acabámos por sofrer hoje», explicou.

Porém o Benfica havia de marcar na segunda parte e selar um triunfo «com justiça», na opinião do técnico.

Segue-se agora uma deslocação difícil e decisiva a Camp Nou.  Jorge Jesus considera que na Liga dos Campeões estão «as melhores equipas do Mundo» e que aqui podem surgir «resultados surpreendentes». Nesse sentido, o técnico considera que o Benfica «pode surpreender o Barcelona» e qualificar-se.

Fonte: Sapo Desporto

publicado por Benfica 73 às 20:23

Novembro 21 2012

O lateral direito André Almeida acredita que o Benfica tem equipa para vencer em Barcelona, na última jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões, e assim conseguir o apuramento para os oitavos de final.

«Claro que acreditamos. É possível. Trabalhamos bem, a equipa está bastante forte e unida. Acreditamos na vitória em Camp Nou», disse o jogador na zona mista após o encontro com os escoceses.

Para o jogador, o Benfica mostrou esta noite que «é uma equipa forte, capaz de vencer em qualquer campo».

Novamente chamado por Jorge Jesus para o onze inicial, André Almeida não se deslumbra e garante que «não há presenças definitivas». «Vou continuar a trabalhar para merecer a oportunidade», frisou.

Com esta vitória, o Benfica parte para a última jornada com os mesmos pontos do Celtic, mas com vantagem no confronto direto.

Fonte: Sapo Desporto

publicado por Benfica 73 às 13:48

Novembro 21 2012
O treinador do Benfica garante que a equipa irá apresentar-se em Barcelona, na última jornada do Grupo G, com a mesma mentalidade de sempre com o objetivo de lutar pelo apuramento para os oitavos de final da Liga dos Campeões.

«Como vamos apresentar-nos em Barcelona? Com a mesma postura de sempre, não vamos mudar nada. Temos mais do que uma ideia de jogo, que temos vindo a adquirir com o trabalho ao longo dos anos, e não vamos mudar», disse Jorge Jesus, alertando que o Benfica não terá tarefa facilitada se Tito Vilanova decidir rodar a equipa, visto que já tem garantido o apuramento para a próxima fase da competição:

«O Barcelona é a melhor equipa do Mundo. É verdade que há um jogador [Lionel Messi, n.d.r.] que faz a diferença e, sem ele, o Barcelona não é tão forte. Não sei ele se vai ou não jogar, mas, com ou sem Messi, vamos mentalizados para ganhar.»

Sobre a vitória (2-1) sobre o Celtic, que mantém os encarnados na luta por um lugar nos “oitavos”: «Fizemos um bom jogo, dento do que temos vindo a fazer. Vencemos uma equipa que tem tido alguma sorte na Champions. Marcaram de bola parada, fomos apanhados de surpresa mas sabíamos de antemão o que podiam fazer. Mas, a seguir ao Barcelona, somos a equipa mais forte do grupo. O Benfica é mais forte do que o Celtic, apesar de eles terem vencido em Barcelona. O nosso segundo objetivo foi alcançado, que era estar na Liga Europa. O primeiro objetivo, que é passar aos oitavos de final, ainda é possível.»
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 10:05

Novembro 21 2012

O treinador dos escoceses estava obviamente desapontado com a prestação da sua equipa, mas continua a acreditar que o seu conjunto seguirá em frente na Liga milionária.

«Não estivemos bem esta noite, mas há que dar crédito ao Benfica que fez um bom jogo. Agora o que temos de fazer é ganhar em casa e esperar que o Benfica não o faça em Camp Nou, que nunca é um campo fácil. Nós devemos é pensar em nós e não nos outros resultados», deixou claro, em conferência de imprensa.

Neil Lennon promete uma equipa a jogar no limite no jogo decisivo com o Spartak, que será disputado no Celtic Park.

O Benfica ocupa, nesta altura, o segundo lugar do grupo G com sete pontos somados, os mesmos que o Celtic Glasgow, porém está em vantagem no confronto direto após o triunfo desta terça-feira. 

Fonte: Sapo Desporto

publicado por Benfica 73 às 09:11

Novembro 21 2012

O sonho europeu continua vivo! Com a vitória – justíssima – frente ao Celtic (2-1), o Benfica continua a manter aspirações intactas no que às competições europeias diz respeito. Dia 5, em Barcelona, mais uma vez é o tudo ou nada… e, com esta atitude e ambição, há que acreditar!

Tudo ou nada! Com uma vitória, um empate e duas derrotas no Grupo G da Liga dos Campeões, ao Benfica restava somente uma de duas hipóteses para continuar a sonhar: ganhar… ou ganhar! E, mesmo assim há que aguardar pela última jornada (com o Benfica a viajar até Espanha para defrontar o Barcelona), para aferir com todas as certezas as contas finais.

 

Mas vamos por partes, ou seja, o mesmo que dizer, jogo a jogo! E a primeira batalha, numa guerra que esperamos ainda longa, foi nesta noite de terça-feira.

Benfica e Celtic de Glasgow, frente-a-frente, para mais uma noite europeia, com o Estádio da Luz a ser o palco das emoções. Com o Barcelona já apurado para a fase seguinte, os dois emblemas tinham ainda uma palavra a dizer e, apesar da história contar tantas histórias, o favoritismo prova-se dentro de campo.

Com algumas alterações no figurino, foi um Benfica com a ambição de sempre, aquele que subiu ao relvado da Catedral. Em cima da mesa, neste caso, no tapete verde da Luz, três vectores em disputa: o prestígio desportivo, o cimentar da marca e ainda os importantes euros oriundos da Liga Milionária.

                                                               

Golo madrugador… empate injusto!

Imbuído neste espírito, o Benfica entrou com tudo na partida. Cardozo deu o mote no minuto inicial, com um remate poderoso de fora da área, a passar por cima da trave. O Celtic surgiu em campo com as linhas muito subidas e a equipa “encarnada” agradeceu e não se fez rogada: aos seis minutos a primeira explosão de alegria na Luz. Grande jogada do colectivo, insistência de Salvio, com Ola John a surgir solto no coração da pequena área a rematar de primeira, rasteiro, para o primeiro golo da noite e o seu primeiro de “águia ao peito”.

Em vantagem, o Benfica geria a posse de bola, privilegiando a segurança, face um Celtic completamente amorfo. Consequência? Jogo “mastigado”, pragmático e sem grandes ocasiões.

 

Em cima da meia hora, misto de emoções. Primeiro, agressão a Enzo Perez (cotovelada de Wanyama) a passar impune; depois, Lima assiste Cardozo, mas desta vez a bola sai ao lado do poste, perdendo-se um golo de belo efeito… E veio então a injustiça! Na primeira vez que o Celtic se acercou da baliza de Artur, no primeiro remate que realizou… chegou o empate! Canto cobrado, Samaras, livre de marcação, cabeceia para o golo!

Com a igualdade restabelecida, o Benfica acusou um pouco o tento sofrido, perdendo o controlo de um desafio que, até então, geria a seu belo prazer e arriscando-se a perder definitivamente o comboio da Liga Milionária.

Nos últimos cinco minutos a equipa reagiu, carregou, destacando-se os remates de Ola John, Matic e Salvio, mas sempre inconsequentes. Nota ainda para nova agressão a Enzo Perez, aos 38’, desta feita com Samaras a ser o protagonista… o árbitro húngaro mostrou amarelo! Ao intervalo, o empate castigava os homens da Luz.

 

E da injustiça… fez-se justiça!

À semelhança da primeira metade, o Benfica entrou determinado para os últimos 45’ da partida. Mais do que nunca era o tudo por tudo e era

necessário inverter o rumo dos acontecimentos. Aos 52’, grande jogada pela esquerda do ataque, com Adam Matthews, por duas ocasiões a fazer de bombeiro e a evitar o golo da vantagem. Seguiram-se várias investidas, com os “encarnados” a sufocarem por completo os escoceses. Enzo Perez, Luisão, Matic, Lima e Salvio tentaram a sorte, mas a “redondinha” teimava em não entrar.

Os minutos corriam, a ansiedade aumentava, e o Benfica continuava a produzir ofensivamente… e “tantas vezes vai o cântaro à fonte”: minuto 70’, cruzamento largo para a área e inesperadamente, longe da sua habitual área de intervenção, surge o central Garay que, com um remate poderoso – de primeira – coloca o Benfica em vantagem, uma vantagem, diga-se, há muito merecida.

 

A vencer, os “encarnados” não tiraram o pé do acelerador e, não fosse a sorte madrasta, se é que nestas andanças se pode falar neste factor, o Benfica poderia ter resolvido a contenda a seu favor. É que com um remate surpreendente, a largos metros da área, Salvio acerta direitinho na trave de Forster. Minutos depois foi a vez de Cardozo, na cobrança de um livre, testar os reforços do guardião adversário… e que defesa!

Com cerca de 15’ até ao apito final, Jorge Jesus faz algumas mexidas no onze. Era preciso manter a cabeça fria, gerir de forma inteligente e segurar os três pontos…. E assim foi! Apito final, 2-1, vitória justa do Glorioso!

A decisão final acontece no próximo dia 5 de Dezembro, com o nosso Benfica a viajar até Camp Nou para defrontar o Barcelona, naquela que será a derradeira ronda da Fase de Grupos da Liga dos Campeões, em mais um jogo do tudo ou nada: Rapazes, há ordem para sonhar!

O Sport Lisboa e Benfica alinhou com Artur Moraes; André Almeida, Luisão, Garay e Melgarejo; Matic (Maxi Pereira, 77’), Enzo Perez, Salvio (Jardel, 90’) e Ola John; Lima (Garay, 75’) e Cardozo.

Ver Ficha de Jogo aqui: http://www.abola.pt/jogodirecto/ficha.aspx?id=161762

Fonte: A Bola / SLB

publicado por Benfica 73 às 08:26

Novembro 21 2012
publicado por Benfica 73 às 06:40
Tags:

Novembro 21 2012
A britânica Sophie Horn tornou-se uma celebridade nos campos de golfe de todo o Mundo. Foi campeão três vezes consecutivas num torneio em Norfolk County, na Inglaterra quanto tinha 15 anos (mas competiu com atletas de 21 anos), mas conforme foi evoluindo na carreira e a competir mais a sério os bons começaram a diminuir. Contudo, outras portas se foram abrindo. 
Graças aos seus atributos físicos e beleza, Sophie Horn depressa ingressou no mundo da moda, passou a colaborar com uma revista inglesa especializada na modalidade, a Golf Punk, e até se tornou apresentadora de um programa sobre golfe da TV irlandesa e tem um programa em versão online na Sky Sports.
A atleta até já participou em eventos na famosa mansão da Playboy, a casa de Hugh Hefner e suas coelhinhas. Já foi loira e morena, mas sem saber em qual das versões fica mais bela... 
Fonte: A Bola
Sophie
A
Horn
Beleza
Sophie
Numa
A
Loira
Num
O
Sophie
 
publicado por Benfica 73 às 01:09

BENFICA 73
contador grátis
Novembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3

4
5
6
7
8
9



27
28
29


subscrever feeds
comentários recentes
Do You Need A Loan To Consolidate Your Debt At 1.0...
Here is a good news for those interested. There is...
Viva o BenficaSaudações de UMA TETRA
O apoio financeiro a indivíduosOlá,Você está preso...
Get a Loan Today At 3% Interest Rate, contact us a...
Boa tarde,Gostaríamos de dar a conhecer o novo sit...
Boa tarde,Será possivel obter o contato do adminis...
A nível de centrais, apesar dos 2 jovens da equipa...
Caro Benfica73, Rebocho é lateral esquerdo de raiz...
Eu aceitava nos seguintes termos, um milhão à cabe...
Esta gentinha que se governa do futebol, fala de m...
E qual é o valor da cláusula? Parece que o PC está...
Incrível como o site notíciasaominuto não sabe que...
Não terão começado já a tentar desestabilizar o Be...
Apesar de tudo e contra tudo e contra todos (ontem...
O Benfica tem uma estrutura psicológica muito fort...
ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃOVISTO NA NETE DEVE SER LIDO ...
OS PRÓPRIOS SPORTINGUISTAS LÚCIDOSE NÃO CARNEIROS ...
ACHO QUE MERECE JÁ UM POST, EM TODOS OS BLOGUES BE...
Com tal tirada sobre a falta de 'carácter', o padr...