Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

Encarnados já estão em Moscovo

21.10.12, Benfica 73
O avião do Benfica já aterrou no aeroporto de Domodedovo, em Moscovo.
Os encarnados vão disputar na terça-feira o jogo contra o Spartak de Moscovo a contar para o grupo G da Liga dos Campeões.
Os encarnados partiram de Lisboa às 17.30 horas, tendo chegado a Moscovo às 23.20 horas locais (+ 3 que em Portugal).
Fonte: A Bola

«Quero um Benfica com futuro e não que o Benfica dê um futuro a alguém»

21.10.12, Benfica 73
O vice-presidente do Benfica, Rui Gomes da Silva, apelou ao voto a Luís Filipe Vieira e deixou inúmeras críticas ao candidato Rui Rangel.
«Vai-se votar o futuro do Benfica e não o projeto de alguém que espera encontrar no Benfica o seu futuro. Quero um Benfica com futuro e não quero que o Benfica dê um futuro a alguém», começou por dizer Rui Gomes da Silva.

O vice-presidente do Benfica elogiou a postura de Luís Filipe Vieira no caso Apito Dourado: «Tenho admiração por aquilo que fez num caso gravíssimo que qualquer país dava prisão, mas em Portugal as pessoas envolvidas no Apito Dourado andam a passear por Portugal a gozarem com a nossa cara e da Justiça».

Rui Gomes da Silva também criticou o candidato à presidência Rui Rangel: «Nunca podia votar em alguém que deu uma entrevista a dizer que se sentava ao lado de um presidente de um clube que é acusado de corrupção e só não é por questões formais».
Fonte: A Bola

«Preocupado com falta de ética de algumas pessoas»

21.10.12, Benfica 73

As eleições do Benfica continuam "quentes" e, esta sexta-feira, foi a vez de Luís Filipe Vieira voltar a criticar o seu adversário, Rui Rangel.

"Ser presidente do Benfica é uma honra e um orgulho e assim continuará a ser. Há um vazio no projeto [de Rui Rangel] que foi apresentado aos benfiquistas. Do outro lado, há apenas um grupo de pessoas que apenas sabem dizer mal, que não têm nenhuma ideia, que não conhecem a realidade do Benfica. Estou preocupado com a falta de ética de algumas pessoas que integram a outra candidatura", atirou o presidente encarnado.
Fonte: Record

O árbitro para o Spartak - Benfica

21.10.12, Benfica 73
A UEFA nomeou equipa de arbitragem inglesa, liderada por Mark Clattenburg, para o jogo do Benfica em Moscovo, diante do Spartak, referente à terceira jornada do Grupo G da Liga dos Campeões, agendado para terça-feira.
Internacional desde 2006, Clatternburg, de 37 anos, dirigiu no passado mês de agosto a final do torneio masculino dos Jogos Olímpicos, entre México e Brasil.
Na próxima terça-feira, no Estádio Luzhniki em Moscovo, estará acompanhado pelos compatriotas Simon Beck, Stephen Child (árbitros assistentes), Michael Jones e Kevin Friend (adicionais), enquanto Darren Cann desempenhará funções de quarto árbitro.
Fonte: A Bola

Águias a caminho de Moscovo

21.10.12, Benfica 73
A comitiva do Benfica já embarcou rumo a Moscovo, onde na terça-feira vai defrontar o Spartak para a terceira jornada do Grupo G da Liga dos Campeões.
O grupo foi muito saudado pelos anónimos presentes no aeroporto, com especial destaque para Salvio e Lima, a quem foram pedidos golos em Moscovo.
Está previsto que a viagem dure cerca de cinco horas, com as águias a aterrarem na capital russa pelas 23 horas locais (20 horas em Lisboa). Prevê-se que a temperatura rondará os nove graus celsius.
Fonte: A Bola

Três baixas para Moscovo - Lista de convocados

21.10.12, Benfica 73
O Benfica parte ao início desta tarde para Moscovo, onde na terça-feira vai defrontar o Spartak na terceira jornada da fase de grupos da Liga dos Campeões.
Jorge Jesus chamou à lista de convocados 20 jogadores, destacando-se o regresso de Gaitán, que falhou a partida da passada quinta-feira, diante do Freamunde, devido a um traumatismo. 
Em sentido inverso destaque-se a ausência do argentino Aimar, que tem estado também com problemas físicos, mas também de Carlos Martins e Nolito.
Garay, Enzo Pérez e Maxi Pereira, que estiveram ao serviço das respetivas seleções e só chegaram a Lisboa na passada quinta-feira, pelo que também estiveram ausentes do jogo da Taça de Portugal, voltam agora naturalmente à convocatória.

Lista de convocados:
Guarda-redes: Artur Moraes, Paulo Lopes e Bruno Varela;
Defesas: Maxi Pereira, Miguel Vítor, Garay, Jardel, Luisinho e Melgarejo;
Médios: Matic, André Gomes, André Almeida, Bruno César, Gaitán, Enzo Perez, Ola John e Salvio;
Avançados: Lima, Cardozo e Rodrigo.
Fonte: A Bola

Esquema da Champions com Enzo Pérez

21.10.12, Benfica 73
Com o regresso à Liga dos Campeões, Jorge Jesus retoma o esquema tático com o meio-campo mais reforçado. A possibilidade de o treinador dos encarnados repetir o onze apresentado contra o Barcelona é forte. 

Na defesa, não há dúvidas, com Artur na baliza, Maxi Pereira, Garay, Jardel e Melgarejo, recuperado dos problemas físicos que o impediram de viajar com a equipa aos Emirados e poupado na deslocação a Freamunde. No meio-campo, é certo o regresso de Enzo Pérez, que não participou nos dois jogos da Argentina de apuramento para o Mundial, com o Uruguai (3-0) e Chile (2-1). Segura também a presença de Matic.

Salvio tem lugar na direita, enquanto Gaitán será titular na esquerda se estiver completamente recuperado de um traumatismo sofrido no particular com o Baniyas. Se repetir o onze do jogo com o Barça, Lima será o único avançado, enquanto Bruno César recuperará a titularidade, depois de ter começado no banco no encontro da Taça de Portugal.
Fonte: A Bola

Abrir direitos televisivos a concurso internacional

21.10.12, Benfica 73

O candidato da Lista B às eleições do Benfica, Rui Rangel, disse esta sexta-feira que caso seja eleito presidente dos encarnados irá abrir um concurso internacional para a venda dos direitos televisivos dos jogos.
Numa carta, o juiz desembargador enunciou as medidas que pretende ver implementadas relativamente aos direitos televisivos do Benfica. Rui Rangel pretende, primeiro que tudo, «olhar para as responsabilidades contratuais ainda existentes e verificar se se confirma o direito de opção da atual entidade gestora dos direitos televisivos».
O candidato da Lista B promete ainda «fazer um estudo de viabilidade económica sobre a possibilidade de encaixar os direitos televisivos na Benfica TV», apesar de «nunca nenhum clube mundial que tenha canais de televisão próprios o tenha feito». Rui Rangel continua dizendo que o passo seguinte deve ser o de «abrir um concurso internacional», porque para o juiz desembargador, «os direitos televisivos podem jogar um papel importante, até mesmo crítico, no esforço de internacionalização da marca». 

A missiva de Rui Rangel:
Caros,

Como a qualquer benfiquista, preocupa-me a questão dos direitos televisivos. A forma como eles forem tratados, pela futura direcção, dirá muito sobre a sua capacidade de resposta aos problemas que se colocam ao nosso clube. Quando for eleito, em relação a essa matéria, a primeira coisa que devo fazer é olhar para as responsabilidades contratuais ainda existentes e verificar se se confirma o direito de opção da actual entidade gestora dos direitos televisivos.

Mas, atenção, quero, desde já, garantir aos benfiquistas que direito de opção não significa direito de obrigação. Se esse direito existir, o que se passa é que a actual entidade gestora dos direitos deve acompanhar a melhor oferta. E é aqui que a futura direcção tem de zelar pelos interesses do Benfica e não de outros. A futura direcção do Benfica tem de ir à procura da melhor oferta, não pode cristalizar numa única oferta. E o primeiro passo é fazer um estudo de viabilidade económica sobre a possibilidade de encaixar os direitos televisivos na Benfica TV, embora devamos reconhecer que nenhum clube mundial que tem canais televisivos próprios o tenha feito até hoje. Por alguma razão será. Mas é o dever da nova direcção de não dar nenhum passo sem completar, primeiro, a realização desse estudo de viabilidade económica. A seguir, deve a direcção dar outros passos, como o de abrir um concurso internacional, porque acredito que os direitos televisivos podem jogar um papel importante, até mesmo crítico, no esforço de internacionalização da marca. Um concurso internacional terá o efeito de colocar o Benfica perante uma escolha e sobretudo de confirmar o estatuto de único clube português com margem internacional de crescimento. Dentro desta perspectiva, a direcção eleita do Benfica, deve igualmente cuidar de estabelecer, perante a melhor oferta, um conjunto de condições à eventual parceira do clube, como gestora dos direitos. Esse operador não pode ter interesses opostos aos interesses manifestos do clube. Isso, para mim, é incompreensível, assim como julgo que o Benfica deve pugnar, nessa eventual relação com o novo operador, pelo estabelecimento de uma exclusividade, que garanta ao Benfica que os seus interesses não se cruzam com os interesses de outros clubes. Terminado este processo, deve realizar-se uma assembleia geral, em que as várias soluções serão apresentadas, discutidas e votadas.

Este é um assunto que preocupa os benfiquistas, por isso, entendo que a decisão deve ser tomada pelos benfiquistas. E porquê? Porque confio na capacidade dos benfiquistas em escolher o que é melhor para o Benfica. Não conheço ninguém melhor do que os benfiquistas para decidir o que é melhor para o Sport Lisboa e Benfica.

Melhores Cumprimentos, 
Rui Rangel

Fonte: A Bola