Setembro 20 2012

publicado por Benfica 73 às 23:39

Setembro 20 2012
Melgarejo começa a assentar arrais no lado esquerdo da defesa encarnada. No jogo desta quarta-feira diante o Celtic o jovem paraguaio voltou a ser um dos melhores elementos do Benfica. Melga considerou justo o nulo de Glasgow. 
«O resultado é bom, mesmo não ganhando. Era importante não perder neste primeiro jogo», assinalou o agora lateral-esquerdo à Sport TV.
Após um período de turbulência, Melgarejo começa a soltar-se na ala esquerda. Confiança que resulta das esperanças nele depositadas por Jorge Jesus e restantes colegas de equipa. 
«Sim, recebi provas de confiança do treinador e dos companheiros, de toda a gente ligada ao clube, e sei que é preciso continuar a trabalhar sempre com a mesma humildade», agradece.
E a ausência de Luisão? 
«É o capitão e um grande jogador mas mesmo sem ele conseguimos um bom resultado e defensivamente a equipa esteve bem», sinaliza.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 22:44

Setembro 20 2012
Um mal menor. É esta a avaliação do avançado Rodrigo ao desempenho e empate do Benfica diante o Celtic.
«O resultado acaba de ser justo. A equipa fez por merecer o empate, tivemos oportunidades para vencer mas a bola não entrou, batia sempre em alguém, mas acho que fizemos um jogo sério, apesar de ausências importantes na equipa», analisou o hispano-brasileiro.
Como é que a equipa reagiu às ausências de Luisão e Maxi Pereira?
«Apesar das ausências demonstramos uma competitividade grande. Foi um resultado positivo. Não sei se ficámos mais fracos, mas tivemos ausências importantes, principalmente a de Luisão, mas o André e o Jardel estão de parabéns, acho que foi um bom jogo da parte do Benfica», rematou.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 22:29

Setembro 20 2012

Federico Vigo, médio espanhol de 18 anos, do Córdoba, terá motivado uma proposta formal do Benfica no último defeso.
A revelação foi feita pelo presidente do clube da 2.ª divisão espanhola.
«Recebemos uma oferta do Benfica por Fede Vico de 1,5 milhões de euros, mais o empréstimo para esta época», indicou Carlos González, em declarações à ABC.Radio, acrescentando ter tido «uma reunião com o presidente do clube português», Luís Filipe Vieira.
Federico Vigo é conhecido pelo seu talentoso pé esquerdo. Pode ocupar diferentes posições no terreno de jogo, destacando-se, sobretudo, como interior esquerdo.
Internacional espanhol sub-16, sub-17 e sub-18, estreou-se na equipa principal do Córdoba a 23 de janeiro de 2011.

Fonte: A Bola

publicado por Benfica 73 às 17:07

Setembro 20 2012
No final do encontro desta quarta-feira em Glasgow, Jorge Jesus era um treinador satisfeito com o zero a zero alcançado diante o Celtic. 
«Na primeira parte tivemos a melhor oportunidade do jogo. Jogámos contra uma equipa muito difícil, um adversário que é muito forte no jogo direto, que obriga a outra equipa a jogar num bloco muito baixo mas fomos irrepreensíveis do ponto de vista defensivo. O Celtic não criou uma oportunidade de golo. Nos últimos 15 minutos faltou-nos em termos ofensivos uma saída mais forte, um pouco de velocidade com e sem bola», explicou Jorge Jesus aos microfones da Sport Tv.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 16:55

Setembro 20 2012
Jardel foi o substituto de Luisão no centro da defesa e disse que não sentiu o peso da responsabilidade. Considerou positivo empate «num ambiente muito complicado». 
Jorge Jesus afirmou, na véspera do jogo com o Celtic, que tinha preparado Jardel para substituir Luisão na equipa. E o defesa-central, de 26 anos, teve um desempenho positivo, sentiu-se confortável no relvado e não acusou a responsabilidade de ocupar a vaga do capitão.
Depois de ter sido testado no particular com o Bétis, ao lado de Luisão, Jardel avançou para a Liga dos Campeões, agora para fazer dupla com Garay. Uma opção natural de Jorge Jesus, que já estava preparado para a perda do internacional brasileiro.

«É evidente que se lamenta a ausência do nosso capitão. A suspensão foi injusta, mas tem de ser respeitada», começou por dizer Jardel sobre o assunto, antes de acrescentar: «Senti-me bem em campo e assumi a responsabilidade.» 
Como todos os jogadores encarnados já esperavam, «foi um jogo muito difícil fora de casa», mas Jardel salienta que o Benfica tentou «impor o ritmo», entendendo que isso acabou por ser conseguido.

«Estivemos muito fortes num ambiente muito complicado, proporcionado pelos adeptos deles, que criam realmente bom ambiente», defende o defesa-central, que valoriza o empate a zero com os escoceses: «Poderíamos ter ganho o jogo, mas ainda assim o empate foi bem conseguido. Pontuar na Liga dos Campeões é sempre bom, sobretudo fora. O Benfica quer sempre ganhar, podíamos ter ganho, mas infelizmente não conseguimos. Há mais jogos pela frente.»
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 15:12

Setembro 20 2012

Alex Sandro foi contratado a clube uruguaio onde não atuou, para pagar menos imposto
FC Porto, Juventus e Roma pagaram em conjunto 11,1 milhões ao Deportivo Maldonado para contratar jogadores que nunca alinharam na equipa do Uruguai.

Fonte: A Bola/CM
publicado por Benfica 73 às 12:08
Tags:

Setembro 20 2012
Da equipa B para o onze que enfrentou o Celtic, na estreia do Benfica na presente edição da Liga dos Campeões. Foi este o trajeto do jovem André Almeida, que ocupou a lateral-direita vaga normalmente ocupada por Maxi Pereira. A exibição do jovem sub-21 mereceu rasgados elogios do treinador Jorge Jesus.
«Fico orgulhoso por reconhecerem o meu trabalho. Vou continuar a trabalhar para merecer essa oportunidade», revelou André Almeida à Sport Tv. 
«A equipa ajudou-me bastante neste primeiro jogo. O Maxi é um grande jogador. Trabalho todos os dias, e as opções são do treinador. Estou aqui para trabalhar. O Benfica joga em qualquer campo para ganhar. Foi um jogo bem disputado, com ambiente muito bom. Levamos daqui um resultado que não esperávamos, mas fortalecemos a equipa», culminou.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 11:49

Setembro 20 2012

O processo em que o Benfica pede uma indemnização de 7,2 milhões de euros a Vale e Azevedo, acusado de peculato, branqueamento de capitais e falsificação de documentos, está à beira da prescrição.

Fonte: A Bola/CM
publicado por Benfica 73 às 11:30

Setembro 20 2012

Injusto, tremendamente injusto. O futebol é, por vezes, muito ingrato para as equipas que produzem bons espectáculos. Foi isso que aconteceu no jogo desta quarta-feira, dia 19 de Setembro, do Benfica B, que empatou (2-2) em casa com o Tondela.

Dezoito dias! Foi o tempo que passou desde o último encontro oficial da equipa B. As saudades já eram, portanto, muitas, até porque os comandados de Luís Norton de Matos têm proporcionado bons espectáculos neste arranque da Segunda Liga.

Com cinco baixas por lesão e com Bruno Varela, André Almeida e André Gomes a serem chamados para o jogo da Liga dos Campeões com o Celtic, o onze benfiquista contou naturalmente com algumas alterações. Apesar desses condicionalismos, o início da partida foi promissor por parte do conjunto da casa. Miguel Rosa e Ivan Cavaleiro, elementos em foco neste arranque de temporada, procuraram cedo alvejar as redes do Tondela.

 

Do lado dos visitantes, a postura foi aquela que se esperava, uma equipa apostada em explorar, essencialmente, as saídas rápidas para o ataque. Foi numa dessas situações que o adversário chegou à vantagem. Jô foi o autor do tento aos 23 minutos.

Se a postura do Tondela já era de expectativa, a mesma aumentou com a obtenção do golo. Apesar desta situação, o Benfica B começou a criar desequilíbrios junto da área contrária. O aviso mais sério surgiu aos 39 minutos, através de um livre à barra de Miguel Rosa.

Estava destinado que o número 77 ia facturar na partida. Um remate de Miguel Rosa foi desviado ilegalmente por um defesa contrário, situação que foi punida com a respectiva grande penalidade. Na hora de assumir a cobrança, o futebolista “encarnado” não perdoou e igualou o desafio (40’). 

Ainda a saborear o golo da igualdade, a equipa B foi penalizada num cabeceamento de Tiago Barros aos 44 minutos.

 

Futebol de ataque merecia mais...
A desvantagem era claramente injusta ao intervalo e isso foi assumindo contornos de maior injustiça no decurso do segundo tempo. Cafú entrou ao intervalo e ajudou a dinamizar  - e de que maneira – o ataque benfiquista. As oportunidades sucederam-se e sempre quase com Cafú como o principal protagonista (48’ e 57’). 

A avalanche ofensiva colocava os jogadores contrários em séries dificuldades e a falta era a única forma de travar as acções ofensivas do Benfica

B. Num desses lances, Ivan Cavaleiro escapou com muito perigo para a baliza do Tondela, obrigando Pedro Araújo a fazer falta. O futebolista do Tondela foi expulso e a equipa orientada por Norton de Matos passou, então, a jogar com mais uma unidade (60’).
O Tondela organizou-se bem defensivamente durante os minutos seguintes, mas o Benfica B voltou a criar lances de grande envolvimento atacante. O golo era uma questão de tempo e podia ter surgido nas iniciativas de Miguel Rosa (70’ e 78’) e Deyverson Silva (76’). 

Com a força que o caracteriza, Cafú voltou a aparecer em cena aos 83 minutos, desta feita com um remate certeiro. Um golo dedicado a todos os

adeptos e mais do que merecido. O conjunto benfiquista podia ter marcado mais um, mas um remate de Cafú, nos descontos, saiu rente ao poste…  
Ficou o registo de mais uma boa partida, no âmbito do crescimento de uma equipa com bons valores para o futuro. Na próxima jornada, o Benfica B vai defrontar fora o Desportivo das Aves.
A equipa B do Benfica alinhou da seguinte forma: Mika; João Cancelo, Mvom, Sidnei e Carole; Luciano Teixeira (Deyverson Silva, 75’), Élvis Araújo (Duarte Duarte, 65’), Miguel Rosa, Leandro Pimenta e Ivan Cavaleiro; Cláudio Correa (Cafú, 45’).

Fonte: SLB

publicado por Benfica 73 às 10:40

Setembro 20 2012
Nota positiva. André Almeida, Melgarejo, Jardel, Gaitán e Enzo Pérez tiveram uma prestação positiva no Celtic Park, avaliação com o carimbo de Jorge Jesus. 
«Numa situação complicada quero dar os parabéns aos meus jogadores. Tanto o Melgarejo como o André Almeida conseguiram travar, na minha opinião, os dois melhores jogadores do Celtic. O Forrest, que joga sobre a direita, e o Commons, que joga sobre a esquerda. Tanto o Melgarejo como o André estiveram irrepreensíveis do ponto de vista defensiva, muito fortes em todos os aspetos do jogo. Comandámos sempre o jogo».

«Tinha dito antes do jogo que acreditava nos meus jogadores e no trabalho que fazemos. Sei o que fazemos e que temos realizamos um trabalho de grande qualidade e, portanto, era uma questão de acreditar naqueles que entraram. Não só esses três (n.d.r. referindo-se a André Almeida, Jardel e Melgarejo] mas também o Matic e o Gaitán, que entraram na equipa. E o Enzo Pérez, que esteve muito bem, numa posição diferente. Não tinha dúvidas que já tínhamos uma equipa. Saímos daqui muito mais confiantes», salienta o técnico das águias», justificou.
Fonte: A Bola
publicado por Benfica 73 às 09:42

Setembro 20 2012

Foi um Benfica paciente, bravo e que soube vestir o fato-de-macaco aquele que se apresentou em solo escocês. Os “encarnados” foram melhores e mereciam ter ganho! Não trouxeram os três pontos, mas a bagagem veio cheia de orgulho e de a certeza de que este Benfica pode fazer-nos sonhar em todas as frentes!

Dia 19 de Setembro, quarta-feira, 19h45: pontapé inicial do Sport Lisboa e Benfica na edição 2012/13 da Liga dos Campeões! Local, Celtic Park, solo escocês onde os “encarnados” nunca tinham ganho! Objectivo? Quebrar a malapata, trazer para Lisboa os três primeiros pontos na prova, mais prestígio e, já agora, 1 milhão de euros para os cofres da Luz.

 

Com algumas caras novas, a ambição foi a de sempre e nem um Estádio completamente lotado, com um ambiente fantástico, assustou os nossos rapazes!

Vamos ao jogo… Arranque a todo o gás da equipa escocesa, com a baliza de Artur Moraes a passar por alguns calafrios. Face à pressão e agressividade (que o digam os nossos jogadores!) impostas pela formação de Neil Lennon, o Benfica tentava a todo o custo suster e sacudir o jogo, com Pablo Aimar, na cobrança de um livre, a ser o primeiro a atacar a baliza adversária.

 

Aos poucos a partida foi-se equilibrando e Salvio deu o mote, com um remate pleno de oportunidade.

Em cima da meia hora, o caso do jogo! Rodrigo surge desmarcado na cara do guardião Forster que, face ao perigo iminente para a sua baliza, não vai de modos e atropela autenticamente o avançado benfiquista. Grande penalidade que ficou por assinalar. 

Lutando contra injustiças atrás de injustiças, com o último mês a ser pródigo, o Benfica encheu o peito e foi mesmo a equipa de Jorge Jesus – corajosa e brava! – que terminou a primeira metade por cima. Ao intervalo registava-se uma igualdade a zero bolas.

 

Mais, muito mais Benfica!

Segunda parte e mais Benfica, dentro e fora das quatro linhas, com os nossos adeptos presentes em Celtic Park a fazerem-se ouvir. Obrigada!

Com a conquista de uma maior assertividade e entreajuda entre os sectores, o Benfica começou a mandar no jogo. Aos 60’, grande jogada do ataque “encarnado”, com o remate de Gaitán a encontrar pela frente uma verdadeira barreira de escoceses. Na sequência de cantos, grande defesa de Forster a cabeceamento ao primeiro poste de Garay. Era o Glorioso quem carregava em Celtic Park e só faltavam os golos. E as tentativas não faltaram… primeiro Salvio, depois Cardozo, seguiu-se Gaitán… a pressão intensificava-se mas os tentos teimavam em surgir.

 

Aos 85’, mais um lance duvidoso, desta feita com Cardozo a ser impedido de chegar à bola já dentro da pequena área. Matic levou um cartão

amarelo por ter feito semelhante falta…

Até ao apito final, sempre mais Benfica, com o empate a ser penalizador para a melhor equipa em campo: a nossa!

Na outra partida do Grupo G, depois de várias cambalhotas no marcador, o Barcelona acabou por impor-se, vencendo, em casa, o Spartak de Moscovo, por 3-2. A 2.ª jornada da Liga dos Campeões disputa-se no próximo dia 2 de Outubro, com o Benfica a receber os “blaugrana”. Todos à Luz!

 

O Sport Lisboa e Benfica alinhou da seguinte forma: Artur Moraes; André Almeida, Jardel, Garay e Melgarejo; Matic, Enzo Perez, Salvio, Aimar (Cardozo, 62’) e Gaitán (Nolito, 82’); Rodrigo (Bruno César, 70’)

Fonte: SLB / A Bola


Veja aqui a ficha do jogo
publicado por Benfica 73 às 08:54

Setembro 20 2012
publicado por Benfica 73 às 07:43
Tags:

BENFICA 73
contador grátis
Setembro 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9





subscrever feeds
comentários recentes
Do You Need A Loan To Consolidate Your Debt At 1.0...
Here is a good news for those interested. There is...
Viva o BenficaSaudações de UMA TETRA
O apoio financeiro a indivíduosOlá,Você está preso...
Get a Loan Today At 3% Interest Rate, contact us a...
Boa tarde,Gostaríamos de dar a conhecer o novo sit...
Boa tarde,Será possivel obter o contato do adminis...
A nível de centrais, apesar dos 2 jovens da equipa...
Caro Benfica73, Rebocho é lateral esquerdo de raiz...
Eu aceitava nos seguintes termos, um milhão à cabe...
Esta gentinha que se governa do futebol, fala de m...
E qual é o valor da cláusula? Parece que o PC está...
Incrível como o site notíciasaominuto não sabe que...
Não terão começado já a tentar desestabilizar o Be...
Apesar de tudo e contra tudo e contra todos (ontem...
O Benfica tem uma estrutura psicológica muito fort...
ATENÇÃO, MUITA ATENÇÃOVISTO NA NETE DEVE SER LIDO ...
OS PRÓPRIOS SPORTINGUISTAS LÚCIDOSE NÃO CARNEIROS ...
ACHO QUE MERECE JÁ UM POST, EM TODOS OS BLOGUES BE...
Com tal tirada sobre a falta de 'carácter', o padr...