Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

benfica73

Toda a informação sobre o Glorioso

Rappers criam canção para motivar Mourinho (com vídeo)

16.04.12, Benfica 73
A dupla espanhola de hip-hop Kaspa Klan juntou-se a Gañote King para criar uma canção para motivar o treinador do Real Madrid, José Mourinho, para o clássico contra o Barcelona no dia 21 de abril.
A letra do rap conta a história do técnico desde os tempos do FC Porto até à chegada a Madrid.
Na letra da canção há referências ao FC Porto e como El Especial venceu a Liga dos Campeões com Deco, Maniche e Ricardo Carvalho. Ou ainda a Fábio Coentrão e ao seu «melhor amigo» Jorge Mendes.
Numa mistura entre castelhano e inglês, os rappers vão cantando este tributo a Mourinho.
Fonte: A Bola

Recado para Platini (José Jorge Letria)

16.04.12, Benfica 73

O Benfica foi o melhor na Luz e em Londres. O Benfica foi, objectivamente, melhor que o Chelsea, mas isso não chegou para chegar às meias-finais da Champions. Há quem pense e diga que foi a adversidade do factor sorte. Mas, como explicação, não é o bastante. Razão tinham os adeptos benfiquistas que pronunciavam em coro bem audível o nome de Michel Platini. Não sei se têm ou não razão, o que sei, sobretudo depois de ver o sr. Abramovich na bancada, é que é muito difícil chegar à linha da frente, numa competição assim, quando estão em jogo, mais do que talentos, grandes interesses e muitos, muito milhões. O Benfica tem uma história, um nome universal, uma glória de muitas décadas, mas tem dificuldade em garantir lugar na mesa dos ricos, dos muito ricos, que são ingleses e espanhóis. E é entre eles que o assunto vai ficar resolvido.

Nessa perspectiva, a arbitragem, de que nem costumo falar, desempenhou o seu papel de forma escandalosamente evidente. Fechou os olhos a umas infracções e valorizou outras ao ponto de ter garantido a determinante expulsão de Maxi Pereira, que tudo veio a desequilibrar, num momento em que cada jogador tinha de valer por dois. E logo Maxi, que não esteve feliz na entrada excessiva.

Não vimos a cara do sr. Abramovich, mas deve ter esfregado as mãos de contente. Contra 10 é sempre mais fácil do que contra 11.

O Benfica foi generoso e trabalhador e o Chelsea foi manhoso. O Benfica jogou “à Benfica” e o Chelsea jogou à italiana, tudo apostando nas virtudes desnorteantes de velozes contra-ataques. E mesmo assim esteve quase a perder.

Faltou pouco. Houve sorte a menos e o super-tatuado Meireles a mais.

Mas o Benfica veio de Londres com a cabeça bem erguida, de olhos postos no título, propondo-nos uma reflexão sobre o preço da quota no clube dos muito ricos, daqueles que as “troikas” nem se atrevem a beliscar. O sr. Platini, quando ouviu o seu nome ser gritado pela claque benfiquista, deve ter percebido bem o significado desta lembrança tao sonante. E nós também.

Fonte: Jornal O Benfica

Chelsea ao ataque por Javi

16.04.12, Benfica 73
Ganha força em Inglaterra a possibilidade de o Chelsea avançar para a contratação de Javi García, no final da época.
As últimas notícias indicam que a investida blue pelo médio espanhol do Benfica visa precaver a eventual saída de Frank Lampard de Stamford Bridge no próximo defeso, à qual se poderão juntar as dispensas de Bosingwa, Mikel, Didier Drogba, Kalou e Malouda. 

A contratação de Oriol Romeu ao Barcelona respeitou já a política de rejuvenescimento do plantel do Chelsea, perfilando-se agora o jogador encarnado como um dos alvos preferenciais para reforçar o meio-campo da equipa londrina.
Javi García, 25 anos, renovou recentemente contrato com o Benfica até 2018, mantendo-se a cláusula de rescisão em 30 milhões de euros.
Fonte: A Bola

Queiroz aprova Gaitán no United

16.04.12, Benfica 73
O antigo adjunto do Manchester United considera que Nicolas Gaitán, do Benfica, tem capacidade para vingar em Inglaterra com a camisola dos ‘red devils’.

«Do que tenho visto, tenho uma excelente opinião sobre o jogador. Não sei quais são os planos do clube para essa posição mas Gaitán tem, sem dúvida, potencial e capacidade para jogar em Inglaterra», disse Carlos Queiroz em declarações à TSF.

O ex-treinador da Seleção Nacional analisou ainda o defesa brasileiro Fábio, um dos jogadores que poderá integrar o negócio entre Benfica e United para a transferência de Gaitán: «É um jovem jogador com extraordinárias capacidades e potencialidades e a evolução, nestes últimos três anos, foi no sentido de ter sucesso como profissional, quer ao serviço do Benfica, quer do United.»

Fonte: A Bola

Caiçara entusiasmado com hipótese Benfica

16.04.12, Benfica 73
Júnior Caiçara, lateral do Gil Vicente, não disfarça o entusiasmo pelo alegado interesse do Benfica no seu concurso, embora esclareça que nada há de concreto.

«Fico feliz. Se for verdade, mostra que o trabalho está a ser bem feito. Tenho ouvido comentários mas isso não me dá quaisquer certezas», realçou o jogador, de 22 anos, que representa o clube de Barcelos por empréstimo dos brasileiros do Santo André.

Questionado se veria com bons olhos a transferência para a Luz, Caiçara foi claro: «Com certeza. Qualquer jogador que esteja em Portugal num clube de média dimensão gostaria de representar um grande como o Benfica».
Fonte: A Bola

Troféu seguiu na bagageira

16.04.12, Benfica 73

Quando um clube conquista um troféu longe de casa normalmente exibe-o na viagem de regresso, colocando-o junto ao vidro da frente do autocarro. Isso foi aquilo... que não se passou ontem com a Taça da Liga. O troféu correspondente ao tetra do Benfica nesta competição seguiu para Lisboa... na bagageira do autocarro. Um dos funcionários do clube colocou a taça – com todo o cuidado, diga-se de passagem – naquela zona da viatura, tal como se fosse uma qualquer mala ou saco desportivo.

Fonte: Record

Os contornos da transferência de Gaitán

16.04.12, Benfica 73
A Imprensa inglesa noticia esta segunda-feira que Benfica e Manchester United já chegaram a acordo para a transferência de Nicolas Gaitán, na próxima época, num negócio em que Macheda e Fábio farão o caminho inverso rumo à Luz.

Daily Telegraph dá a transferência, que só será anunciada no final da temporada, como fechada, prevendo-se que o United transfira para os cofres encarnados um total de 20 milhões de libras – cerca de 25 milhões de euros – pelo argentino, que tem contrato válido com o Benfica até junho de 2016 e uma cláusula de rescisão de 45 milhões de euros.

Em troca, o Benfica recebe Frederico Macheda, avançado italiano que está no Queens Park Rangers por empréstimo, a título definitivo, e o lateral esquerdo brasileiro Fábio, que deverá permanecer na Luz durante uma temporada cedido pelo United.

Recorde-se que ontem Alex Ferguson confirmou que Fábio vai rodar na próxima época de forma a regressar a Old Trafford no ano seguinte com mais experiência como titular.

Com esta oferta, o Manchester United, que tem Gaitán referenciado há já algum tempo, jogou uma carta decisiva no sentido de se antecipar à concorrência, dado que o argentino tem, segundo o jornal britânico, sido igualmente seguido por Milan, Inter e PSG.
Fonte: A Bola

Golo-fantasma no Tottenham-Chelsea? (com vídeo)

16.04.12, Benfica 73
O jogo entre Tottenham e Chelsea, relativo às meias-finais da Taça de Inglaterra, ficou marcado por um golo polémico atribuído a Juan Mata.
Minuto 49 em Wembley: Lampard cobra um canto do lado direito, surgindo David Luiz ao primeiro poste a cabecear para defesa de Cudicini; a bola mantém-se perto da baliza e, no meio da confusão, sobra para o pé direito de Juan Mata, que remata rasteiro contra um magote de jogadores caídos em cima da linha.
Martin Atkinson validou o golo, mas será que a bola chegou mesmo a entrar? Fica a dúvida.
Fonte: A Bola

«Merecíamos estar na frente»

16.04.12, Benfica 73
Bruno César diz que o Benfica merecia ser líder do Campeonato e garante que a águia vai lutar até ao fim pela conquista do título.
«Perdemos com o Sporting, mas não adianta pensar no passado. Os adeptos vão apoiar-nos no jogo com o Marítimo, e a equipa vai dar uma resposta positiva. Merecíamos estar na frente do Campeonato, mas ainda faltam quatro jornadas e vamos lutar até ao fim», afiançou o médio brasileiro, em declarações à Benfica TV.

O médio brasileiro recordou o lance do primeiro golo ao Gil Vicente, na final da Taça da Liga, no qual fez a assistência para o desvio vitorioso de Rodrigo.

«O treinador pede sempre para lutarmos por cada bola como se fosse a última e foi isso que aconteceu no lance do primeiro golo. Recuperei a bola, vi o Rodrigo e, felizmente, ele concretizou», descreveu.
Fonte: A Bola

Benfica – Vic, 5-1

16.04.12, Benfica 73

A equipa de Hóquei em Patins venceu este sábado o Vic por 5-1 e confirmou, assim, o primeiro lugar do Grupo D da Liga Europeia. Segue-se agora a Final 8.

Depois de uma primeira parte sem golos, o marcador começou por sofrer alteração com uma jogada de ataque do Vic. Em desvantagem no resultado, o Benfica respondeu prontamente com golos de Diogo Rafael e Sérgio Silva. 

Os “encarnados” ampliaram o marcador na conversão de um livre directo, cobrado por Carlos López. Em mais um lance de bola parada, desta feita de grande penalidade, Sérgio Silva fez o 4-1.

As contas da noite foram fechadas por João Rodrigues. Com esta vitória por 5-1, o Benfica carimbou a sua presença na Final 8 da Liga Europeia de Hóquei em Patins.

Fonte: SLB

Bruno César repreendeu Nélson

16.04.12, Benfica 73

Bruno César andou numa roda-viva, desentendendo-se várias vezes com companheiros e adversários ao longo dos 90 minutos.

Nélson Oliveira foi o principal alvo das palavras do camisola 8, que o repreendeu na primeira parte após um lance em que o ponta-de-lança português optou por rematar à baliza em vez de lhe passar a bola. O avançado terá certamente ficado com as orelhas a arder, tal não foi a veemência como Bruno César com ele falou. Esta situação viria a repetir-se uma e outra vez. Na etapa complementar, o camisola 8 protagonizou um lance mais acalorado com Cláudio. O central gilista acabou até por afastá-lo da discussão com um empurrão.

Poder-se-ia pensar que Bruno César não deixara grandes amigos no Cidade de Coimbra, mas a verdade é que o extremo até acabou por ser o alvo de todas as brincadeiras, especialmente dos compatriotas, mal Jorge Sousa deu por concluído o jogo. Caiçara e Galo, por exemplo, soltaram algumas gargalhadas com ele. Nessa altura já se vivia um clima de festa e até os jogadores que não participaram na partida, inclusive Luisão, estavam no relvado.

Fonte: Record

«No plantel do Benfica não há titulares ou suplentes»

16.04.12, Benfica 73
Javier Saviola, autor do golo que valeu ao Benfica a conquista da quarta Taça da Liga do seu historial, diz que no plantel encarnado «não há titulares ou suplentes».

Utilizado de forma intermitente por Jorge Jesus na época em curso, o avançado argentino prefere, porém, destacar a importância do coletivo.

«O plantel do Benfica tem muita qualidade, por isso não há suplentes ou titulares. Todos os jogadores são importantes e estão sempre disponíveis para ajudar», afirmou el conejo, em declarações ao site oficial do Benfica.

Apenas dois minutos depois de pisar o relvado do Estádio Cidade de Coimbra, Saviola quebrou longo jejum de golos – não marcava desde 16 de dezembro – e assinou o tento do triunfo das águias.

«Foi muito bom marcar o golo da vitória, mas o mais importante foi o triunfo da equipa e termos conquistado a Taça da Liga. Era, também, um dos objetivos traçados no início da época», realçou, sublinhando a justiça do resultado: «O nosso caminho até à final não foi fácil, mas chegámos com muito mérito e vencemos porque fomos a melhor equipa em campo e tudo fizemos para conquistar o troféu».

Ainda assim, o argentino elogiou a «excelente exibição do Gil Vicente», notando que a equipa minhota comprovou «a qualidade apresentada ao longo de toda a temporada».
Fonte: A Bola

«Vamos lutar até ao fim»

16.04.12, Benfica 73
O central Ezequiel Garay acredita que o Benfica ainda pode anular a vantagem de quatro pontos do FC Porto e conquistar o título no campeonato nacional.
«Claro que sim! Ainda faltam quatro jogos e tudo pode acontecer», disse o argentino em declarações à Benfica TV, onde comentou a conquista da Taça da Liga: «É sempre importante ganhar uma final, ganhar um título, mas agora temos de seguir em frente, pois ainda há quatro jogos para disputar no campeonato e vamos lutar até ao fim.»
Fonte: A Bola

«Ainda temos uma palavra a dizer no campeonato»

16.04.12, Benfica 73
O treinador do Benfica reconhece que gostaria de ter vencido tantos campeonatos como Taças da Liga ao serviço do clube da Luz.
«Hoje vencemos a Taça da Liga e confirmámos dois dos quatro objetivos que tínhamos para esta época. Chegámos à meia-final da Champions e conquistámos a quarta Taça da Liga. Claro que este não era o objetivo mais importante, mas sim o campeonato. Gostava de dizer que, nestes três anos, também vencemos três campeonatos, conquistámos um. Mas ainda temos uma palavra a dizer nestas últimas quatro jornadas, sabendo que o FC Porto está em posição privilegiada. Mas vamos continuar a acreditar até ao fim porque no futebol há sempre surpresas. Queremos vencer os quatro jogos que faltam», disse Jorge Jesus, esquivando-se a falar sobre as críticas às opções que tem vindo a tomar durante a temporada.
Sobre a Taça da Liga, Jesus não teve dúvidas em dizer que o Benfica «foi digno vencer», numa final em que Saviola foi decisivo: «Estava no sítio certo para dar o troféu ao Benfica.»
Fonte: A Bola